Subscribe: Blog de cheiros
http://cheirar.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade B rated
Language:
Tags:
compreensões silenciosas  das doces  das  est  gosto  lugar  muito importante  muito  não  qui  risque  sentir  sombra aos  são  árvores 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: Blog de cheiros

Blog de cheiros



No Jogo das Contas de Vidro tudo tem de ser possível, incluindo por exemplo que uma planta fale latim com o senhor Lineu (Hermann Hesse)



Updated: 2018-01-19T12:38:05.837+00:00

 



e manhãs claras

2017-12-13T01:05:11.277+00:00




Sentir

2017-11-14T15:24:49.570+00:00

Sentir é criar.Sentir é pensar sem ideias, e por isso sentir é compreender, visto que o universo não tem ideias.-Mas o que é sentir?Ter opiniões é não sentir.Todas as nossas opiniões são dos outros.(...)O sentimento abre as portas da prisão com que o pensamento fecha a alma(...)Que as tuas sensações sejam meros acasos, aventuras que te acontecem.Fernando Pessoa . " Páginas íntimas e de



Arte urbana

2017-11-14T15:23:28.608+00:00




Nas árvores

2017-11-02T23:04:11.797+00:00

Diremos que se derrubam árvores por quatro razões principais, a saber: primeira, porque quem o ordena não sabe que a árvore é uma criação perfeita que mantém sempre todas as suas admiráveis qualidades até morrer, e portanto não só toda a vida fornece sombra aos justos, como também, noutro sentido (figurado), faz sombra aos espíritos tacanhos que nunca conheceram qualquer forma de



Dos cheiros

2017-10-30T17:16:28.403+00:00

 Chelsea Physic Garden. Londres Não imaginava que uma estufa de Pelargónios pudesse ser um lugar tão fascinante.



Dias inteiros

2017-10-30T13:42:50.976+00:00




Quem procura...

2017-10-24T16:52:54.902+01:00

(*)



Pouca coisa

2017-07-15T10:47:19.365+01:00




As Árvores da Noruega

2017-06-06T19:23:57.695+01:00

 



As Árvores de Bergen

2017-06-05T22:51:05.967+01:00




As Árvores de Lisboa

2017-05-24T00:10:30.284+01:00




Noutro lugar

2017-04-19T15:43:42.965+01:00




Um lugar comum

2017-03-02T11:56:30.037+00:00




Isto é muito importante

2017-02-05T15:42:36.103+00:00

Mas, como tudo o que é muito importante, passa-nos ao lado até que se torne dramaticamente incontornável.



À janela

2017-01-30T18:13:06.892+00:00




A florir

2017-01-17T23:08:32.424+00:00

 Kalanchoe daigremontiana



Das doces compreensões silenciosas

2017-01-15T01:16:32.699+00:00

Não gosto de lágrimas, de fados nem de guitarras, gosto das belas coisas claras e simples, das grandes ternuras perfeitas, das doces compreensões silenciosas, gosto de tudo, enfim, onde encontro um pouco de Beleza e de Verdade. Florbela Espanca . em "Correspondência (1930)"



Hoje em Lisboa

2016-12-22T23:37:32.188+00:00

Parque Eduardo VII



Das necessidades da alma

2016-12-15T13:59:56.375+00:00

Le risque est un besoin essentiel de l'âme. L'absence de risque suscite une espèce d'ennui qui paralyse autrement que la peur, mais presque autant. D'ailleurs il y a des situations qui, impliquant une angoisse diffuse sans risques précis, communiquent les deux maladies à la fois.  Le risque est un danger qui provoque une réaction réfléchie; c'est-à-dire qu'il ne dépasse pas les ressources de



Confusa

2016-12-13T21:42:25.564+00:00

Aloe (confusa?) Já no ano passado este aloé me confundia



Laranjas e couves

2016-12-13T19:58:15.913+00:00

companion planting



No prado em Dezembro

2016-12-13T17:08:16.704+00:00




Em Monsanto

2016-11-28T16:40:06.846+00:00




O pequeno Liquidambar

2016-11-19T23:07:39.071+00:00




As Sazankas estão a florir

2016-11-14T22:27:38.737+00:00

  Camellia sasanqua Este blogue tem sido injusto para as Sazankas uma das plantas mais generosas que conheço, reparei hoje que são muito poucas as referências que aqui, e ali,  lhe são feitas. Por elas interrompe-se por alguns momentos uma hibernação de termo imprevisível.