Subscribe: Pirata da Rima
http://piratadarima.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade B rated
Language:
Tags:
assertividade sorte  assertividade  felicidade  isso  mais  não  quem  ser  sorte felicidade  sorte  tem  você pensa  você 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: Pirata da Rima

Pirata da Rima



Pilhando a métrica, Roubando vidas



Updated: 2014-10-03T03:43:45.130-03:00

 



Carta ao Papai Noel

2013-12-23T19:37:06.027-02:00

Nesse Natal quero ganhar um suporte
E suportar que a vida é ausência
Também quero ganhar aceite
Pra aceitar que a vida é intermitência

Quero ganhar toda a sabedoria
Apesar de saber, nada faz sentido
E pra sarar de toda a dor que isso causa
Quero ganhar curativo

E meu coração ta todo quebrado
Quero atrio e ventrículo novos
Pois mesmo feito de músculo
Descobri que tá é feito em pedaços

Pra pegar todos os cacos sozinho 
Também quero ganhar uma pá
Pois quem fez o favor de quebrar
Não quer ajudar a limpar

Aliás, quem que fez o favor de quebrar
Saiba que eu vou te processar
O tribunal te fazer enfrentar
Então um advogado, nesse Natal,
Eu também quero ganhar

E o dinheiro todo se foi
Em anos de vida perdidos
Fugiu pro pasto, a vontade, que nem boi
De acabar essa lista de pedidos




Paciência

2013-12-23T19:38:57.563-02:00

E se esgotou a poesia
A grama, a flor, a abelha
Agora eu quero prosa corrida
Sim, não, a ação em cada centelha

E se esgotou a poesia
Abelha cansada, porém rainha
Largou o trono, pediu as contas
Trocou os súditos pela freguesia

E se esgotou a poesia
Virou pescadora, na praia paradisíaca 
Se não há praia sem fantasia
Mas que mar sem fim, ah a poesia!






Homens ao mar

2013-06-13T02:34:48.665-03:00

Há tempos venho te procurando
Há mares nos vemos afogando
Tantas mágoas pelas quais navegamos
Tantos bares pelos quais trespassamos 

Meu barco de encontro ao seu
Choque de cascos, quebra de lastros
Arremessados aos rodamoinhos 
A cada ilha jogados, sozinhos 

Na incerteza ser, de pertencer a que laia
Pela costa vazia, corro em um só pranto
Desespero, angustia e ao fim, espanto!
Ao te avistar, do outro lado da praia... 





Fin.

2013-03-08T03:17:49.009-03:00

"Onde os fracos não tem vez."
"Onde Judas perdeu as botas."
"Onde o rio faz a curva."
Será que foi aí onde tudo deu errado?



Expectation

2012-02-26T04:59:14.289-03:00

As pessoas me dizem que devemos esperar o algo em troca. Isso se chama Amor próprio. Well... E quem escolhe o caminho da graça (à la Terrence Malick)? O amor próprio baseado no que vier, se vier. Sejamos nós mesmos. Cada um em sua própria forma. ;)



Blogger for iPhone

2012-02-16T10:57:44.929-02:00

Knock, Knock...


...Baixei o aplicativo para o iPhone. Algo como um desfibrilador da escrita na vida.

Será?



Traumas

2010-10-27T01:33:02.104-02:00

Meus traumas são loiros
Pesadelos Doces
Inebriantes
Possíveis
Impensáveis
Incompreensíveis
Irrepreendíveis
Conversas e música na madrugada
Noites de sono na lata de lixo
Diálogos imaginários, lágrima vertida
E no outro dia, um nada absoluto
Abóbora.



Just Toughts...

2013-03-08T03:24:40.919-03:00

This is the world that we live in… Marilia me lembrou de algo com essa música do Killers... Como a gente só faz a diferença quando faz diferença. Esforços são em vão caso, infelizmente, não atinjam o objetivo traçado. Pra mim cada vez faz mais sentido o dito popular: o inferno está cheio de boas intenções. A intenção pode ser atenção, vanglória, orgulho, auto-indulgência, todas juntas. As piores possíveis. Não que isso faça diferença. Mas, caso se importe com legitimidade, melhor pensar duas vezes na "sua massa" em uma determinada ação...




É ou não é?

2013-06-13T02:31:09.240-03:00

Mas e se o escritor tiver preguiça? Usa o Twitter? Don't think so. E que os novos integralistas execrem o estrangeirismo... Fuck them. Me sinto tão baiano hoje... E nada tem a ver com o preconceito paulista contido na expressão. Aliás, o escritor tem ascendência baiana, e acho que o peso desse signo está caindo como chumbo nos ombros dele ultimamente... Só se tem vontade de comer, de rede e de fazer filhos... Um riso, porque cansar rindo demais não é sustentável.



Qualé que é?

2009-10-14T14:23:55.148-03:00




Crise dos 25

2009-04-11T04:42:52.927-03:00

(object) (embed)

Essa musica tocava quando morri. Nada tem a ver com essa emisse que impera. Foi mesmo quando a situação fugiu do controle e em atos de auto-indulgência comecei a me destruir, achando que estava sendo quem queria ser. Hoje acho que essa música estava tocando quando nasci. Realmente me tornei quem eu queria ser. Embora linhas paralelas, duas vidas que não se encontraram ainda. Perdi de vista quem eu era e há um hiato que se torna uma hérnia em dias de lua cheia. E desaparece quando ela começa a minguar. Cheia de dor e felicidade. A dor de quem perde, dignamente, o bom perdedor (?). E aquela felicidade resultante de uma vingança muito bem executada. Há quem diga que não é nobre. E entre a nostalgia e os planos para o amanhã, estou eu aqui, com as dores desse hiato. que será que aconteceu com a minha vida? De mãos dadas ao nada, abraçados ao pilar onde foi construído tudo o que não há, me pergunto...



Desconstruindo o amor segundo a ótica Lacaniana

2009-01-20T00:30:39.177-02:00

Acorda-o, olha profundamente aos olhos e diz:
- Acho que não te amo.
- Então tá. Tranca a porta e joga a chave pela janela.
E faz aquela cara de criança mimada contrariada.
- Idiota.
- Também te amo, linda.
Ele volta a dormir.
Ela o abraça.
E volta a dormir.



Se conselho fosse bom...

2013-03-08T03:35:52.323-03:00

- Então é isso! "Vai e faça o que você tem vontade"?
- É.
- Você está louco!? Alguém em sã consciência nunca...
- OLHA SÓ - ele a interrompe - vamos cortar esse sentimentalismo barato. Somos adultos, conscientes de quem somos e francos um com o outro. Tem sido assim e tem dado certo.
- ..Tava dando certo.
- Então, vai, adquira a experiência alheia que você tanto quer e você ainda ganhe de brinde, inteiramente grátis, o tempo que você quer.
- Larga a mão de ser irônico!
- Desculpe - tentando não franzir a testa e deixar escapar uma gargalhada. Você sabe que quanto fico nervoso, me dá vontade de rir.
- Alguém ia perder uma mulher como eu? Duvido.
- Não vou te perder! Se bem que, quando...
- HA HA HA - desta vez, quem interrompe é ela. Se bem que o que!?
- Se bem que eu não sei se vou estar aqui, esperando por você.
Ela faz cara de desamparo.
- Não faz essa cara...
- Deixa a minha cara pra lá - diz perpetuando o ar de desamparo e o transforma subitamente em tom de cansaço - deixa isso tudo pra lá. Não sei se você enlouqueceu, não sei se eu não aguento mais. Somos um do outro...
- Se engana, minha cara. Eu não sou seu e você não é minha. Estamos juntos por que queremos.

- É, eu sei...
- Então vai! Experimente outra vida, lugares, viagens, outros homens. Só não tenho paciência pra te ensinar tudo que aprendi. Sou um velho cansado. Estou assumindo meus erros. Sou humano. Não sou perfeito. Já passei por tudo isso antes, claro, com exceção aos homens - diz em tom sisudo.
Ela ri.
-Vai estar aqui mesmo? Me esperando?...

...Sabe? No fundo, acho linda essa sua atitude. É muita coragem sua (as lágrimas, ah as lágrimas...).
- Acredite. É para seu, nosso bem.

...
- Então é isso.
- É. Te amo e estou aqui esperando por você.

E ela seguiu a vida à sua frente. Seguiu o conselho. Mudou de cabelo, emprego, país, cores e sabores. Mudou de apelido. Não desistiu. Procurou em todos os outros, não a experiência que lhe faltava, mas sim uma prova para ver se conseguia achar algo tão bom quanto e esfregar na cara dele. E achou!

...E agora? Não sabia o que fazer. Chorava, sentia culpa por estar tão feliz com o esse "novo ele".

Ele? Não foi a lugar algum. Um vazio abissal o tomou logo que terminou a ultima fase de sua mentira funcional, descolada, educada, apática e covarde. Embora realmente não ligasse. Não queria mais. De mãos dadas ao nada que o devorava, uma sensação de alívio indescritível. Embora quisesse vê-la novamente. Talvez.


Nunca mais a viu.

Nunca mais o viu.

E todos viveram felizes para sempre.




FAS

2008-09-27T20:35:02.626-03:00

Sorte! Assertividade! Felicidade! Assertividade! Sorte! Felicidade! Sorte!Assertividade! Felicidade! Assertividade! Sorte! Felicidade! Sorte! Assertividade!Felicidade! Assertividade! Sorte! Felicidade! Sorte! Assertividade! Felicidade! Sorte! Assertividade! Felicidade! Assertividade! Sorte! Felicidade! Sorte!Assertividade! Felicidade! Assertividade! Sorte! Felicidade! Sorte! Assertividade!Sorte! Assertividade! Felicidade! Assertividade! Sorte! Felicidade! Sorte!Felicidade! Assertividade! Sorte! Felicidade! Sorte! Assertividade! Felicidade!Sorte! Assertividade! Felicidade! Assertividade! Sorte! Felicidade! Sorte![...]



2 Comentários

2008-06-29T12:18:28.005-03:00



http://bombcomics.blogspot.com/





Essas crianças ainda vão longe...



No pain, yes gain

2013-06-13T02:45:19.056-03:00

Sempre busquei relacionamentos que oferecessem um tremendo desafio. Na maiora das vezes era algum medo a ser superado. Existiram os mais leves, como personalidades extremamente combativas e fortes, iguais a minha, das quais eu deveria ser capaz de assimilar a linha de pensamento e respeitar, sem desviar dos meus ideais, pontos de vista.

Houve um período estéril na minha linha temporal de relacionamentos, assim como na minha vida, assim como no blog, onde tudo foi repensado e analisado. Ao finalmente me desligar, me dei conta de que existe um novo desafio. E sim, clichês como desencanar pra acontecer são verdade.

Não existe algo mais amedrontador do que as coisas seguirem seu curso comum e normal. Sem mais aquelas história do "no pain, no gain", fábulas de castelo e conto de fadas cheios de obstáculos e aventuras. A busca pela empatia e, principalmente, pelo uso efetivo dela é o novo desafio. Compreender, tolerar, pacificar e ceder são as novas keywords. Passwords, aliás.

E lá vamos nós...



Livin'

2008-04-22T01:16:21.595-03:00

I was just thinking on what makes us all define something as the ending of our lives. What and how that thing may take that feeling that keep us on the right track, no matter how hard, insane or impossible our quest can be.

(object) (embed)



On what can make living lose sense, matter or importance. Just thinking...




Orgulho e Preconceito

2013-03-08T03:56:04.581-03:00

Ontem aprendi a deixar o orgulho de lado. É uma tarefa muito difícil e, embora tenha passado por muitos perrengues nessa vida, sempre achei que recomeçar fosse sinônimo de "deixar o orgulho para trás". Engano. Nunca tinha parado pra perceber que esse sentimento colossal se traveste das mais puras intenções. Da mais ingênua alegria ao mais puro e bravo sentimento de injustiça. Aquele que nos faz querer acabar com os "ímpios" (essa palavra me lembra as famosas aulas de "Religião"), nos fazendo esquecer que erramos às (a maioria das) vezes.


Entendo por orgulho algo como um tipo de calor despretensioso, porém sorrateiro, que me deixa feliz por ter realizado e/ou conquistado. Há também, aquela ferida provocada na alma por outrem (bom, essa palavra me lembra a Tati bêbada, chegando na nossa mesa outro dia: "Zeente, eu tou tão zuada que zentei naquela mesa ali ó, achando que era a noza e acabei bebendo zerveja de outrem!" - frase essa seguida de muita risada), enfim, a ferida que o outro provoca na nossa alma com uma árdua e sincera crítica, seja ela justa ou infundada, verbal, um olhar ou gestual. Há também, aquela sensação de injustiça quando esperávamos um crédito que não veio ou que veio como uma fração bem menor do estrondo que deveria causar. Existe um limiar pouco tangível entre essas ocasiões. É uma satisfação ilusória, uma sensação de preenchimento nula, uma muleta que, em vez de nos ajudar, nos impede de andar. A felicidade acaba se tornando tão cega que nos impede de seguir a trilha da evolução como deveríamos, pois aquela sensação gostosa nos dá a impressão de que nunca irá embora e que nos basta. Ledo engano. Há ainda, espaço para quando somos criticados e temos nosso ego ferido, uma sensação de pernas e braços doentes, pesados, nos impedindo de caminhar pela estrada do desenvolvimento do espírito.


Embora ache orgulho algo dúbio, difícil de ser debatido, talvez a maioria precise dele. Muitos não o vêem como algo negativo. Ontem, aprendi a ser feliz, só feliz, pelo que realizei, ainda que não tenha o resultado esperado. Aprendi também que embora não venha o reconhecimento, o mérito é meu sim, e de todos que contribuíram para alcançar o pódium. Mais do que isso, aprendi que os erros são meus também. Eu sei que todos já sabem isso, mas despido de qualquer empáfia, assumo que parei de repetir "eu já sei isso", assim como todos “já sabem”, e realmente aprendi.




Impressões Zodiacais

2013-03-08T03:50:23.972-03:00

Áries - "Assumo e sou bom em tudo o que faço." (E você pensa: “Isso mesmo... Pricipalmente quando é burro, inconveniente, sádico, insensível, egoísta, intolerante e ignorante.”)Aquário - "Louco, eu!? Quem é louco aqui!?" (E você pensa: “Ah, sim! E você me diz isso usando uma túnica romana, louros na cabeça, levando um tocha olímpica à beira de um tanque de gasolina aberto...”)Touro - "Cara, você é muito afoito! Você tem que ser mais seguro, mais tranqüilo! Você tem muitos altos e baixos. Sempre digo: devagar e sempre." (E você pensa: “Ok. Então o que são esses remédios pra ansiedade, Mahatma Gandhi?")Gêmeos – “O loco, Pedrão! Não é bem assim! Eu tava com ela, mas você não tá entendendo! É que eu, justo eu, não faria uma coisa dessas contigo, cara! Te amo, você é irmão que eu nunca tive! Aliás, amo tudo e todos, não tenho problema com nada e com ninguém." (E o você, Eduardo, pensa: “Me conhece há 28 anos, não lembra meu nome e ainda chama minha namorada sair?!” E ele pensa: “Quem é esse Zé Ruela na minha frente? Namorada? Ele nem liga pra ela e fica fazendo drama! Eu só ia chamá-la, porque não tinha ninguém pra ir comigo. Mas se ela desse mole... hehe! Nem lembro o nome dele... nem dela! Aliás, não gosto de quem não lembro o nome. Preciso avisar o Eduardo que esse cara é um imbecil.”)Câncer - "Querida, eu realmente acho que errou com você. Ele é meu irmão, mas reconheço os erros também! Se precisar de algo..." (E você pensa: “Já escutei dela, na época em que era só amiga: ‘Minha ex-cunhada não boa pra ser da família. Se fosse, não começava com CU. E ninguém pode falar mal dele, só eu! Eu sou uma mãe pro meu irmão e posso até matar por ele!' ...”)Leão – Você recebe um recadinho da chefe gostosona, onde ela conclui: “...Não seje modesto! Você não tem que ter vergonha de bom que você é! Faça como eu, que tenho muitos fans nessa empresa! Assim que a gente consegue as coisa na vida, tenha orgulho do que você é! ...Aliás, dá pra você fazer aquele relatório de fechamento pra mim e não assinar?...” (E você pensa, entre gargalhadas: “Meu novo lema vai ser o dela: “Não seje, pareça ser!”)Virgem - "Esse mundo não presta! Existe muita hipocrisia e fraqueza de caráter! O Mundo hoje em dia não tem mais princípios. As regras precisam ser respeitadas!" (E você pensa: “Seguidas por nós, o resto do mundo. Isso não te inclui, afinal, você nasceu antes da perfeição. E outra, hipocrisia é contigo mesmo, afinal tens até a nota fiscal da verdade, não é?”)Libra - "Isso, esse mesmo." (E você pensa: “Beleza, mas o que ela quis dizer com isso?!?!?!??!”)Escorpião - "Eu já acho que você está bem nutrida, não!? Mas, Ah Fofa! Brigada! Também gostei muito de você! Sou muito sincera!" (E você pensa: “Ah sim, o morde e assopra é a nova sinceridade!” E ela pensa: “Vai sonhando, sua chupeta de baleia! Antes de realmente ser vista por aí comigo vai ter que perder pelo menos 29 quilos. E outra, vai ter que provar que realmente merece ser minha amiga. Não vai achando que vai me comprar com elogiozinho de quinta. Vamos ver se você agüenta a chuva de sinceridade! He he he! Se não aguentar... Fraca!! Eu sempre soube, minha intuição não falha.)Sagitário - "Cara, como você é legal! Mal te conheço e eu já te amo!" (E você pensa: “Mas me amaria mais se eu te pagasse mais duas cochinhas, um pastel de queijo, um picolé de groselha e uma Tubaína. E uma paçoca. E claro, nunca vou poder te cobrar, afinal eu[...]



Presente de Aniversário, pt. 1

2008-04-03T00:26:39.883-03:00

(object) (embed)

...Obr'gaido, D'na M'ria!



Momento de Desespero

2008-03-28T21:53:51.251-03:00

"Nambiquara sim, porém feliz!"



Reino d'Além mar

2008-03-03T16:50:47.978-03:00

Quem não se contenta em ser pequeno, comum e vulgar tem dias difíceis. Felicidade e tranquilidade parecem impossíveis para aqueles que querem construir algo. O importante é saber que existirão dias, aqueles que pela intensidade de sentimento e clareza de visão, quando utilizada a lente da alma, serão raros. Poucos, porém extremamente prazerosos e inestimáveis, ainda que o desfruto seja de difícil compreensão para aqueles que são os cegos em terra de quem tem um olho só. Quero meu castelo terminado. A vida se encarregou do fosso com jacarés. E quero uma grande porta, por onde possam passar todos para a grande festa, no salão nobre. Ao meu lado esquerdo, na grande mesa, ficarão os perdoados. E ao meu lado direito, ficarão os que eu mais amo, a quem devo toda minha lealdade, meu amor e admiração. Ao meu lado direito, ficarão os que me perdoaram.



Bula

2008-03-03T16:53:06.421-03:00

Dentre as máximas extremamente irritantes, porém irrefutáveis da vida, está aquela que garante a existência da capacidade de não ser. No rol das qualidades humanas, estão todas - igualmente classificatórias e disponíveis - que garantem a heterogenia como premissa da existência da diversidade humana. O não ser, no entanto, será muitas vezes confundido com o defeito. Cabe, nesse ponto e, a partir daí, a análise meticulosa daquilo que é inerente ao defeito, à falha de caráter, às deformidades éticas. Se determinado conjuntos de ações, padrões e opções não correspondem com a nossa tabela de padrão de bom gosto (ou qualquer índice qualitativo positivo mediano), tomemos muito cuidado em adotar alguma postura preconceituosa (ainda que essa postura use a máscara conceitual usual), antes de tentarmos aferir qualquer conceito negativo relação àquele comportamento. O real conceito, nesse caso, pode ser o nulo... A convivência com não-seres se torna ao longo do tempo autodestrutiva e fonte de permeabilidade para que ocorra a osmose mental, regra básica e mediadora da interação dos humanos pertencentes às duas classes, como princípio do processo de mutação de seres em não-seres.



Painkiller

2008-03-02T01:51:41.792-03:00

Eu quero a vida pequena. Em tons pastéis. Sem sódio ou açúcar. Sem diabetes ou pressão alta. Quero a cabeça fechada, o intelecto mesquinho. Quero relacionamentos com prazo de validade, nada como pouca fé e pouco amor. Pouco, moderado, comedido, precavido. Chega de prêmios milionários ou famílias com muitos filhos. O mundo já tem muita gente, muitos crentes, muitos tristes, muitos porcos. Chega de pluralidade de línguas, nações, credos. Chega de especializações da medicina. Chega de direitos no Direito. Parem as pesquisas, cessem por quase todo a criatividade humana. Por favor, matem as modelos e galãs de novela, junto com todos do uglypeople.com. Chega de arte! Chega de Palmeiras, Flamengo ou Cruzeiro. Chega de fé! Quero escritores com tendinite, artrose e reumatismo, padres e pastores sem fé. Deuses e divindades mortos! Sem Latino, sem Puccini. Um mundo onde não se passe fome, mas também não se farte. Quero um mundo do Mao hoje. Onde não se sintam bem ou mal. Onde não se sinta, onde não se pense. Só por hoje.




Re-Começo novo, de novo.

2008-02-25T11:03:39.636-03:00

Os tempos são difíceis, mas l'enfant c'est très terrible.






Enquanto isso, na Sala da Justiça:

(image)
Nada como a boa e velha violência gratuita!
BOMBComics. Coming soon.