Subscribe: Comments on ANGOLA -Da Utopia para a Realidade- "Desabafos Angolanos": A CAVERNA E NOSSA SOCIEDADE
http://desabafosangolanos.blogspot.com/feeds/4205881134667057504/comments/default
Preview: Comments on ANGOLA -Da Utopia para a Realidade- "Desabafos Angolanos": A CAVERNA E NOSSA SOCIEDADE

Comments on ANGOLA -Da Utopia para a Realidade- "Desabafos Angolanos": A CAVERNA E NOSSA SOCIEDADE





Updated: 2014-10-15T15:00:32.172+01:00

 



Olá! Sou Angolana e gostaria de contribuir para a ...

2007-04-25T15:30:00.000+01:00

Olá!



Sou Angolana e gostaria de contribuir para a divulgação de sites sobre Angola.



Para isso pode registar-se no meu site http://banner.minervahobby.com/



Obrigada.



Convido-o a visitar o meu blog em http://angolasem...

2007-04-19T20:18:00.000+01:00

Convido-o a visitar o meu blog em http://angolasempre.blog.com sobre diversos assuntos Angolanos



Estou em geral de acordo com a coluna, mas acho qu...

2007-04-19T17:39:00.000+01:00

Estou em geral de acordo com a coluna, mas acho que é preciso ter cuidado com esta noção: " O governo das cidades cabe aos mais instruídos e a aqueles que manifestam mais indiferença ao poder, pela simples razão de serem os únicos a vislumbrar o belo, o justo e o bem."

Isto é o plano político de uma sociedade muito inquiétante, em que uma élite decide por si mesma o que é bom para todos. O destino comum deste tipo de regimes são as ditaduras e oligarquias.

Na realidade um principio mais razoável é dar poder de decisão a quem é afectado pelas ditas decisões.

Ser sábio ou ignorante não é importante. O que conta é saber quem é que vai suportar as consequencias das decisões, e qual é a sua opinião a esse respeito.

No fim de contas, todos os sábios continuam a ser ignorantes. O próprio Sócrates dizia que o conhecimento tinha-lhe dado a possibilidade de perceber quanto era ignorante. Ora nunca se deve dar demasiado poder a ignorantes.

Aqueles que se acham sábios devem fazer todos os esforços possíveis para ensinar o seu conhecimento aos outros, e não utilisar o facto de terem conhecimento como motivo para aceder ao poder. Espalhar o conhecimento é muito mais benéfico do que pretender saber o que é benéfico para a maioria ignorante.