Subscribe: Coisas ridículas, outras ainda piores.
http://protoacademico.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade A rated
Language:
Tags:
aeroporto  das  depois  dos  está  galp    isto    mais  mesmo  muito  nos  não  preço  ser  são    tem  ter 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: Coisas ridículas, outras ainda piores.

Coisas ridículas, outras ainda piores.



Aventuras, desventuras e acessos de raiva de um português no seu próprio país. Aos que duvidarem, isto passou-se mesmo cá. Aos que já aconteceu algo de semelhante, compreendem-me, certo?



Updated: 2014-10-05T01:57:00.678+01:00

 



Aviso à GALP, BP, Cepsa, Repsol & Ca.

2008-10-10T19:44:56.554+01:00

O barril de Brent fechou hoje a $78,59. O câmbio entre o euro e o dólar está nuns magníficos $1,3579/€, ou seja, pagamos o barril a €57,876. Pergunto eu o seguinte: porque é que pagamos a gasolina como se ela estivesse a €75/barril?

(Saber que a mesma GALP liderou as perdas em mais um "crash" da Bolsa dá uma certa sensação de vingança consumada. Saber que essa vingança se deve a uma crise sem precedentes, faz-me esquecer completamente essa sensação.)



Voltando às eleições dos EUA...

2008-10-10T19:41:58.269+01:00

... o mapa eleitoral está aqui, até eu falar com o Pedro e corrigir isto.

(Distribuição baseada na Poll of Polls da CNN,MSNBC.)

P.S.: Não se esqueçam de ir aqui para ir acompanhando a verdadeira abordagem das eleições americanas, aproveitando para ver a triste figura que a Fox News vem fazendo. Esta "estação noticiosa repub... independente" considerou, caso não se recordem, que Sarah Palin era uma boa escolha porque «do Alaska vê-se a Rússia e isso é muito importante.»



O mail de segunda-feira!

2008-09-29T09:55:54.966+01:00

Às segundas-feiras, os novos e-mail que me aparecem na minha caixa de correio costumam ser "diferentes", mas foi a primeira vez que tive três mensagens de spam versadas no mesmo assunto. Atribui esse facto ao estarmos a passar a(s) Semana(s) do Caloiro/a e não encontro outro tipo de explicação para o facto. Vejamos:

  1. De: Linda Kone - Assunto: SPAM:(5.3) Dearest One
  2. De: Chevalier Reuben - Assunto: SPAM:(5.4) As mocas mais quentes do nosso povo portal porno.
  3. De: Bondon Dwight - Assunto: SPAM(7.0) Sexo quente em Portugal. Video!
  4. De: Anni Joy Okechuckwu - Assunto: INJUSTICE BY CENTRAL BANK GOVERNOR
Reparem, tudo tem uma lógica: o veterano de 2º ano fisga uma caloira interessante, começa a cortejá-la. Queridinha, fofinha, my dear, etc. são palavras que se ouvirão durante esta fase. Sendo o final do Verão e sabendo que ainda há pouca roupa, o nosso incauto está com a vontadinha de lhe saltar para cima, daí os pontos 2 e 3 (são petizes e incapazes de achar que basta um pouquito como preliminares - aliás, nem bastará nada, há outras formas mais interessantes de preliminares, mas lembra-se da idade desta gente, uns meros 19). Finalmente, quando o intendo é conseguido, ela começa a exigir umas coisinhas para que ele mostre apreço. Só que o tempo é de crise e há pouco dinheiro disponível. O que se faz então? Queixamo-nos dos bancos.

Qual a moral desta história? Temos um filtro de SPAM idiota no meu local de trabalho.



Sabem porque é que devemos apoiar os Democratas?

2008-09-29T09:57:47.345+01:00

Vejam com os vossos próprios olhos. E se o facto de ele ter trocado fluidos com umas quantas estagiárias (e não será o único... e algumas estão mesmo a pedi-las), então "Raios partam vocês pela vossa mente mesquinha!":


(embed)

(embed)



Ainda Sócrates e a publ... propaganda!

2008-09-29T08:48:04.511+01:00

Descontando o facto de haver um conjunto de invenções irónicas características de um autor de comédia, é obrigatório ouvir a crónica de Bruno Nogueira (Tubo de Ensaio) de sexta-feira passada, que versava o pc português de seu nome Magalhães. Quando estiver o link certo no site da TSF, coloco-o aqui.



É a gasolina a baixar, estúpido!

2008-09-29T08:49:57.568+01:00

Parece que os rumores de uma acção da União Europeia em analisar o mercado e os mecanismos de concorrência em todos os países da mesma provocaram uma queda imediata nos preços. Em Portugal, essa queda teve como principal destaque o facto de os valores para os quais as 3 gasolineiras ajustaram os preços terem sido díspares, o que acontece a primeira vez desde a liberalização desses mesmos preços. Coincidência? Não, é medo!

Por outro lado, se eu fosse o Sócrates, diria que o meu post teve um contributo essencial nessa mesma descida. Aliás, ouvindo (penosamente) o discurso dele em Guimarães, quase que se pode garantir a pés juntos que as últimas grandes acções governativas em Portugal desde o 25 de Abril são da sua autoria. Mesmo que se tenham realizado em 1982, sob a tutela de dois dos maiores políticos em Portugal do Século XX.



Será que a GALP pensa que somos todos estúpidos?

2008-09-18T11:38:55.857+01:00

Pego em três pontos do último comunicado da GALP (onde se diz que os coitaditos até mantiveram o preço apesar das tendências inflaccionistas - já desminto esta!) para mostrar umas coisinhas:3. No que respeita ao gasóleo, a Galp Energia acompanhou a tendência de descida registada na passada semana tendo descido, em média, em 1 cêntimo por litro os preços de venda ao público nos seus postos. A cotação média do gasóleo no mercado internacional situou-se nos 579,15 €/m3, na passada semana, registando um decréscimo de 1,2% face à semana anterior.5. A Galp Energia reafirma que existe uma correlação entre o preço do crude / Brent no mercado internacional e o preço de venda dos produtos nos seus postos de abastecimento, mas enfatiza que esta correlação não é nem imediata nem necessariamente directa e é dependente do preço de todos os produtos que se extraem do crude e não apenas do preço das gasolinas e dos gasóleos. O preço que a Galp Energia pratica em Portugal é baseado na cotação dos combustíveis no mercado internacional, independentemente do preço do crude que foi utilizado para os produzir. 6. É importante realçar que as variações percentuais nos preços internacionais das gasolinas e dos gasóleos, originam variações percentuais de menor grau nos preços de venda ao público dos combustíveis, devido ao peso estruturalmente fixo dos impostos, os quais têm um peso de aproximadamente 59% nas gasolinas e 47% nos gasóleos e incluem a taxa de IVA e o Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP).Para ilustrar um ponto de vista bem fundamentado, comecemos por analisar o preço do Brent (petróleo usado pela GALP) no último ano:(Fonte: Oilenergy)Como as compras de crude dependem do dólar, será interessante analisar a taxa de câmbio euro/dólar no mesmo período: (Fonte: Yahoo Finance) E para finalizar, olhemos para o preço dos combustíveis (gasolina 95, mas o gasóleo variou da mesma forma já que os preços andaram lado a lado): (Fonte: Direcção Geral de Energia e Geologia. Os dados reportam-se ao período compreendido entre Set 07 e Set 08)Não será preciso saber muita Matemática para avaliar que as subidas são concentâneas mas as descidas muito mais suaves. O preço da gasolina deveria rondar €1.35/litro, já tendo em conta a maior desvalorização do euro face ao dólar em relação a Setembro de 2007 (nesta altura andava pelos €1.25-€1.30/litro). Se algum idiota da GALP ou de qualquer outra gasolineira (ou dos defensores das mesmas, uns taradinhos de direita que dizem "sim" a tudo quanto uns canalhas armados em bois sagrados dizem) necessitar de contas ainda mais aprofundadas, terei todo o gosto em fazê-las, de preferência com informação ainda mais precisa (variação diária dos três indíces aqui apresentados).[...]



Há coisas fantásticas, não há?

2008-09-18T11:34:27.989+01:00

Aahhhh, a crise do subprime (ou como quem diz, da malta que empresta cheta a quem não a tem, confiando que os segundos paguem, mas os segundos não estão para aí virados), que coisa fantástica ...

O incauto leitor pensa: isso é coisa que não se deve dizer, até porque nos afecta a todos. Obviamente que sim, que nos afecta a todos, mas dá um certo gostinho ver um conjunto de pessoas até há bem pouco tempo intocáveis que, por obra da sua ganância desenfreada, comerem do próprio veneno que semearam durante muito e muito tempo. Tanto mais que o medo de uma derrocada ainda mais séria levou os maiores bancos centrais a intervir, com medo de haver um maior colapso na economia mundial: o Banco Central Europeu, a Reserva Federal norte-americana, o Banco do Canadá, o Banco de Inglaterra, o Banco do Japão e o Banco Nacional da Suíça.

O Zé do Povo sofre normalmente, mas quando toca aos maiores é quando eles se mexem. Consequncia disso é a existência de alguns ganhos e benefícios para nós, povo, ainda que residuais. Ganhos é melhor que perdas, certo? Percebem agora "parte" da minha satisfação. A restante é mais um problema estrutural da minha mente retorcida...



How geek am I?

2008-09-17T02:15:20.966+01:00

Your result for How geeky are you?...

Party Geek

(image)


You scored 59% Geeky, 86% Cranial and 35% Introverted. Chances are you're outgoing and have a few idiosyncrasies. And the best art about all that is you're quite smart so you know what that means! You have a great balance of intelligence and personality that is rare with someone of your level of quirkiness.


Make sure you take the time to smell the roses. Your great brain may tend to put you into overdrive, so take some time to relax more. You deserve it!



I truly hope you enjoyed the test as much as I enjoyed making it! I always welcome email comments/suggestions! Thanks for taking it!

Take How geeky are you? at HelloQuizzy




GALP, Bombas e Pré-pagamento.

2008-09-16T14:29:28.215+01:00

Falaremos da GALP numa outra altura (tem piada termos a gasolina ao mesmo preço, tendo o petróleo descido cerca de 40 dólares/barril), mas não queria deixar passar o que me ocorreu há cerca de meia hora numa Estação de Serviço.

Chego para meter gasolina, não reparo que a bomba está em Pré-pagamento e introduzo a mangueira no depósito. Sou avisado que a Bomba está na dita formatação e vou à Loja para pagar. Chego lá com um talão do Continente (para poupar 1 eurito) e, vindo do nada, o sujeito diz-me:

- Se tem talão, tem que abastecer primeiro.
- Desculpe?
- Com talão, não pode fazer pré-pagamento.
- Ok, então tenho que mudar de bomba?
- Não! Tem que abastecer na mesma.

Resumindo, chega-se para se pagar primeiro, dizem-nos que por termos um talão pagamos depois, e andamos para trás e para a frente. Sou só eu que vejo estupidez ambulante neste procedimento, ou o incauto leitor também o vê? Escusado será dizer que a noção de "pré-pagamento" é completamente adulterada. Estes gajos mereciam que alguém lhes acenasse com um talão, a bomba fosse "disponibilizada" para abastecimento e, depois, fugisse. Era para aprenderem a tirar o pré do pagamento. Até porque é desnecessário, porque a maioria das bombas em "pré" têm câmaras apontadas.



Maravilha!

2008-09-16T14:19:30.308+01:00

Após 9 meses, voltei. Não sei qual foi o click que me permitiu ter paciência para voltar, mas algo deve ter sido (podem ser gases, mas isso descobre-se já). Entretanto, pouco mudou.



(Pouco) Serviço Público

2008-01-20T21:13:42.481+00:00

Faltou a água. Uma rápida consulta ao site da EPAL diz-me que o número do Serviço de Falta de àgua é o 800222425. Teclo o número e aqui começa um outro número, mais parecido com um "soquete" do The Office:

1. "Bem vindo à Linha de Faltas de Água da EPAL. Para procerdermos, necessitamos de saber que tipo de telefone tem. Para isso, por favor, marque 5..... AGORA!"

(Que coisa fantástica. Primeiro, detectam o meu telefone mas querem que marque 5. Pedem por favor mas tem que ser agora!... E acreditem que a voz na máquina entooa o agora! com alguma veemência. É para impor respeito. Lá carregamos no 5 e...)

2. "Para roturas no Alto de São João, marque 2".

(Bom, esperamos por mais opções.... mas ....)

3. "Desculpe, mas não compreendemos a sua opção. Para roturas no Alto de São João, marque 2."

(Mas eu quero Lumiar. É onde eu moro. Para que raio quero o Alto de São João? Para que diabo quiseram detectar o meu telefone?)

4. "Esta linha é actualizada assim que possível. Esperamos que tenha sido ajudado. Obrigado."

(Não fui, não fui, eu quero mais opções, aaaaaaaaaahhhhhhhhhhh.......).

Update: Duas horas depois de ter detectado a falta de água (segundo os meus vizinhos, três horas depois da rotura ter acontecido aqui numa rua vizinha), lá adicionaram a opção "Lumiar" e disseram que o abastecimento será reposto a partir das 6h. Mas temos muito boa informação em linhas automáticas, não temos?



Discordâncias

2008-01-19T18:25:26.939+00:00

Quem lê isto, e depois vai comparar com a Mensagem de Natal, pensa o seguinte: então a demagogia e a politiquice só podem ser usadas quando nos dão jeito? É que o país pintado no Natal está tão longe da verdade que só me deu vontade de rir.



A azia continua...

2008-01-11T18:50:01.593+00:00

Já se percebe que o senhor perdeu o investimento que fez no local anterior, mas poderia deixar de ser tão mentiroso, podendo enganar uma mente mais distraída. Vamos lá decompor correctamente os factos:
  1. "[...]onde está a autonomia da ponderação política sobre a avaliação técnica?" é a primeira pergunta que faz. Eu respondo com outra: se um aeroporto é uma decisão política, para que serviram tantos estudos e tantas encomendas para se perceber onde colocar o novo aeroporto? Se é uma decisão política, não era preciso pagar a tanta gente para avaliar o melhor local, simplesmente decidia-se. Já agora, essa factura já daria para pagar quase 1/4 do novo aeroporto (o gasto supera os mil milhões, a ser fiel aos números divulgados na comunicação social).
  2. "O LNEC só deu vantagem a Alcochete no capítulo dos custos" - é falso, deu vantagem em 4 dos 7 items, dando empate noutro e ligeira vantagem à Ota nos restantes. Uma leitura atenta do relatório também avalia possíveis custos futuros (expansão, condições do terreno, ...), parcela essa ignorada pelo senhor.
  3. "Uma evidente menos-valia de Alcochete está em não ter passagem directa do TGV Porto-Lisboa-Espanha" - outra vez uma distracção do senhor, já que passou a parte em que, caso se decida avançar com o aeroporto em Alcochete, há medidas adicionais a serem tomadas no que respeita a outras obras públicas de interesse nacional. Como tal, se o senhor tirasse as palas que tem nos olhos, talvez percebesse que era isto a que o estudo se referia.
  4. "Quem sai mais prejudicado pela opção Alcochete são obviamente os utentes que residem a Oeste e Norte de Lisboa" - sendo eu um utente do Norte de Lisboa, prefiro o aeroporto mais perto (Alcochete) do que mais longe (Ota). Mas evidentemente, se o referido senhor vivesse de facto no Norte e Oeste, talvez tivesse tino de não dizer este tipo de baboseiras.
Agora acrescento dois outros aspectos que o senhor se "esqueceu de referir": o primeiro diz respeito ao custo de preparação do terreno na Ota (não incluído no custos referidos), custo este que, segundo especialistas do Instituto Superior Técnico, nunca seria inferior a 2 mil milhões de euros (Sic Notícias, Dezembro de 2005).
O segundo diz respeito ao seguinte: a Portela está assim em estado tão catastrófico que obrigue a esta obra faraónica? Concordo contigo, caro Gonçalo, quando dizes que não precisamos de um novo aeroporto, precisamos que o dinheiro seja canalizado para outras áreas bastante mais necessitadas como a Saúde e a Educação. Mas isto faz-me lembrar um cartoon que vi há tempos sobre Bush e Condie Rice. Após os anos passarem e Bush não fazer nada, vira-se para Condie e diz "Olha, Condie, arranja-me algo que os faça lembrarem-me". Aqui é mais ou menos o mesmo...



É impressão minha...

2008-01-20T03:31:26.569+00:00

... ou ontem no Parlamento, houve tourada da grossa, com olés, pegas, humilhação e afins, só não havendo morte do protagonista porque o hemiciclo é em Lisboa e não em Barrancos? Foi tão extraordinário que até Santana Lopes conseguiu ficar bem na fotografia. Há coisas fantásticas, não há?



Sporting!

2008-01-10T16:46:16.811+00:00

Vai de mal a pior, e pela teimosia de um homem: Paulo Bento. Ele sabe gerir um plantel mas não percebe que é a táctica que tem que se adaptar aos jogadores e não o contrário. Ele não tem culpa de não ter defesa esquerdo, de ter perdido os dois avançados que melhor se enquadravam no seu esquema e de ter um alto não loiro e tosco comprado por um senhor que, inapelavelmente, fez muito pouco pelo Sporting e muito pelos seus bolsos.
Soluções imprescindíveis para colocar o Sporting no bom caminho:
  1. Limpar toda a escória de notáveis que mina o Sporting, alguns deles perigosamente ligados à banca e às construções, que ganham balúrdios por serem membros da direcção. A direcção não precisa de notáveis, a direcção precisa de gente que goste do Sporting.
  2. Limpar o balneário de elementos que não tenham qualidade suficiente para fazer parte de um grande, quanto mais do Sporting. Destaco aqui Pedro Silva, Ronny, Had, Gladstone, Paulo Renato (não vi nada nele que entusiasme), Farnerud, Pereirinha (pelo menos não tem a maturidade que devia), Purovic. Já não digo Paredes porque já saiu. São 9 elementos a menos, e um alívio em termos de ordenados.
  3. É preciso gente com experiência para comandar o infantário. Para isso, há que fazer esforço. Não precisamos mais do que 1 avançado capaz, 1 médio, 1 defesa-esquerdo e 1 defesa-direito com experiência. Tudo o resto sai da Academia. E para compensar as 9 saídas, dou 4 nomes que são capazes do que precisamos e 4 vindos da Academia: Linz para avançado, Rochemback para o meio-campo (disse publicamente que quer voltar), Chiquinho (Internacional de Porto Alegre) para defesa-esquerdo e Leo Moura (Flamengo) para defesa-direito. Da Academia e/ou retornos de empréstimo, temos André Marques (defesa-esquerdo), Daniel Carriço (central), Celestino (meio-campo) e Fábio Paim (ala), tendo já feito a adição de Luis Paez (avançado).
  4. Com isto garatíamos a preparação atempada da época seguinte, com um decréscimo nos salários (acreditem, só o Paredes custou 10000 euros por minuto!) e uma aposta forte na formação. Ignoraríamos completamente a influência de empresários e gestores pouco idóneos e colocaríamos a equipa no bom caminho.




E o aeroporto vai para...

2008-01-10T17:14:28.145+00:00

...ALCOCHETE. Alguém, prevendo que a decisão iria ser contrária às suas muitas e variadas razões para colocar o dito aeroporto na Ota, tratou logo de dizer que era preciso resgatar a concessão das pontes à Lusoponte, concessão essa determinada pelo PSD (nomeadamente pelo Ministro das Obras Públicas, Ferreira do Amaral), cujo presidente da concessionária é o dito Ministro e cujo principal accionista é a Somague, que andou a financiar as campanhas do PSD.

Respondo eu que, olhando para alguns registos da Câmara Municipal de Alenquer, iríamos descobrir coisas muito curiosas, como por exemplo, certos e referidos senhores ligados a um certo partido no governo (e não só... mas se é para atacar, usa-se a informação que nos dá jeito, usando o mesmo modus operandi do sujeito) terem comprado resmas e resmas de terrenos próximos à suposta localização do Aeroporto por esses lados, ao preço da uva mijona, tendo beneficiado de informação priveligiada que, aquando da subida do mesmo ao poder, haveria lá uma grande obra pública. Daí percebermos a terrível azia que certos sujeitos têm, bem como certos argumentos que publicamente defenderam, para defenderem a OTA.

Dois conselhos:
  1. Não usem de tanta informação em primeira mão porque pode haver algo que corra mal, e não usem essa informação para fazer investimentos que podem render pouco ou nada.
  2. Rennie é bom para o que estão a sentir agora.
É a vida!

P.S.: É curioso como num blog de tanto sectarismo se encontra uma pessoa de grande valia como é a eurodeputada Ana Gomes. Identifico-me muito com as suas posições e é admirável a sua coerência, sentido de responsabilidade e o seu conhecimento. Como ela, defendo uma leitura atenta da entrevista de Ferro Rodrigues à Visão da semana passada.



Eleições nos EUA

2008-01-09T12:50:34.253+00:00

Já andava há algum tempo para falar nisto, mas só agora calhou. Depois da derrota no Iowa, Hillary Clinton bateu Barack Obama em New Hampshire. Isto só torna as coisas cada vez mais interessantes. Por mim, estou perfeitamente descansado: ganhe Hillary, Obama ou Edwards (2º em Iowa e 3º em New Hampshire), o partido democrata ficará com um forte candidato para bater um qualquer republicano.

Quanto aos republicanos, o menos mau venceu em New Hampshire. John McCain tem, realmente, algumas boas ideias para a saúde e educação, mantendo a mesma política desastrosa em relação à Defesa e Negócios Estrangeiros. Pelo contrário, o vencedor em Iowa (Mike Huckabee), um conservador no pior sentido, ficou em terceiro. As políticas do sujeito são más em todas as áreas mas gostaria de destacar a ideia de construir uma vedação que envolva todo o país, a abolição da actual lei que prevê a possibilidade de abortar (segundo ele, "porque toda a vida é sagrada" - até aqui tudo bem...) mas a imposição da pena de morte em todos os estados e abolição de políticas de aministra/tolerância para imigrantes (então nem toda a vida é sagrada, pelo menos os imigrantes não são vidas nem pessoas).



E continua...

2008-01-09T12:38:13.257+00:00

Numa adenda ao último post, o Banco de Portugal e o seu Governador vêm dizer que Portugal cresce economicamente menos do que o previsto. Notas a reter desta intervenção:
  1. Parece difícil, mas pagarem 280 mil euros/ano para dizer que o país está na merda é uma afronta a quem ganha 426 euros/mês. Além disso, dizer o óbvio é o mesmo que estar calado.
  2. O Governador veio contrariar as previsões utópicas do ditadorzeco de trazer por casa na sua mensagem natalícia. É realmente extraordinário que só agora os Governadores e demais parasitas venham compreender que isto não é o mar de rosas que certa comunicação social (bem paga) tenta vender. Mas espera, esse pagamento é feito pelos parasitas... ah pois.
  3. Por último, cada vez mais compreendo as pessoas que pretendem fugir deste país. Com ordenados miseráveis e serviços ao preço de países desenvolvidos, os portugueses são, realmente, um povo fantástico porque conseguem o verdadeiro milagre de fazerem omoletes sem ovos.



Mamã eu quero, mamã eu quero, mamãããã eu quero mamar...

2008-01-10T15:19:55.459+00:00

Condições de Trabalho:
  • 280 mil euros anuais;
  • Regulação das Instituições Bancárias do País;
  • Aconselhamento económico;
  • Regulação das Taxas de Juro;
  • Garantia de segurança e imparcialidade;
  • Regulação do valor da moeda nacional (obsoleto);
  • Impossibilidade de saída do cargo (Artigo 33º dos Estatutos do Sistema Europeu de Bancos Centrais) - «Os membros do conselho de administração [do banco central] são inamovíveis»;
Do discurso de tomada de posse para o mandato de 5 anos, pode-se ouvir o Ministro dizer:
«É por isso que Portugal precisa de um supervisor bancáriodinâmico, capaz de exercer a sua função de forma rigorosa e disciplinadora, mas também dinamizadora da sã concorrência e competitividade do sector bancário, acautelada a prevenção do risco sistémico e à protecção dos consumidores de produtos bancários.
Isto é, uma supervisão capaz de gerar nos utentes dos serviços bancários, serenidade e confiança em relação às suas poupanças e, nas instituições prestadoras de serviços bancários, a certeza de um controlo permanente quanto à legalidade da sua actuação.»

Resultados Práticos:

  • Défice público agravado; (um ordenado daqueles dá para alimentar muita gente)
  • Passividade total nos movimentos de gestores de grupos públicos para privados e vice-versa;
  • Passividade total na violações, discriminações e discrepâncias promovidas pelas Instituições Bancárias, nomeadamente na verificação da aplicação da Lei sobre os arredondamentos das Taxas de Juro e nos custos das operações bancárias, que aumentaram para o dobro de há 5 anos para cá;
  • Actuação nula sobre o caso BCP (passagem de gestores entre bancos concorrentes, com possível troca de estratégias não me parece muito lícito);
  • Esclarecimento nulo sobre a crise dos mercados financeiros devido ao subprime.
E depois de saber que o titular da pasta nos EUA ganha metade e tem o dobro das responsabilidades...



Diálogos Intemporais

2008-01-07T21:59:40.151+00:00

Uma conversa em família de uma professora, em 1988:

- Então, o que fizeste hoje, querida?
- Fui dar aulas, depois fui tirar dúvidas, fui dar um Apoio e vim embora.




Uma conversa em família de uma professora, em 2008:

- Então, o que fizeste hoje, querida?
- Fui tratar da papelada dos Apoios, depois tive que ir ao SAS, ao GRUME, ao GRUB, à sala de vídeo, à biblioteca, dar uma aula de Substituição.
- E aulas?
- Isso é só amanhã, depois do GRUB e antes da biblioteca.
- Ah....



O Livro Branco das Relações Laborais

2008-01-07T21:55:48.512+00:00

Como a maior parte dos leitores do blog são trabalhadores ou estão em vias de o ser, decidi prestar serviço público de informação sobre algo que nos poderá afectar em breve. Falo de uma comissão (sempre que falo de comissão, vêm-me à memória uma rábula dos Gato Fedorento sobre a criação das ditas) que apresentará sugestões para alteração do Código de Trabalho (que, já de si, é uma merda, mas com isto tende a ficar uma merda lastimosa. Resumindo, a comissão chegou às seguintes conclusões:Que pode ter vantagem esclarecer que o trabalhador deve ser uma pessoa física (neste momento, estou a passar do estado sólido ao líquido por aquecimento interno à conta da irritabilidade que me invadiu, ao pensar que estes gajos foram PAGOS para descobrir esta "pólvora);Que o recurso extensivo à utilização de formas atípicas de emprego (leia-se, contratos a termo certo com duração inferior a 6 meses, recibos verdes, falsos trabalhadores independentes, ...) configuraria o reverso da medalha da "rigidez" aos despedimentos individuais, com consequências negativas na segmentação dos mercados de trabalho. (Se há coisa que os sindicatos andam a berrar há muitos anos é a precaridade do trabalho em Portugal. Uma conclusão destas, além de ser óbvia, não tem nada de assinalável.)Que poderá ser necessário introduzir novas formas de contratação laboral, nomeadamente trabalho repartido e trabalho intermitente. (Ora, mas não criticaram isto no ponto anterior? São PAGOS para se contradizerem...)Que é indesejável (porque tecnicamente inviável) que se regulamente o tempo de trabalho. (Exacto, assim já não há a obrigação de pagar horas extraordinárias porque, ao contrário do que as cabecinhas da Comissão pensam, o povo trabalha bem mais do que as supostas 35 horas...)Que o conceito de Diuturnidades (bónus do salário após um certo tempo de serviço) deve ser erradicado e que o valor do subsídio de férias deve depender do número mínimo de dias que se pode ter. (Resume-se em perda de regalias desses calões, vulgo trabalhadores)Que as modificações a integrar no regime processual da Cessação do Contrato devem ser articuladas com outras formas de promoção do emprego e da empregabilidade. (Yeah, right, dá-me mais música a ver se eu gosto...)Que as formalidades sobre a cessação do contrato hoje impostas, em especial as conexas com a instrução, deixariam de ser obrigatórias, cabendo ao empregador decidir se as pretender promover ou não, sendo certo que devia ficar claro na lei que a realização ou a não realização de diligências probatórias em sede de procedimento não teria consequências na avaliação judicial do despedimento. (Chama-se a isto "promoção do desemprego" ou "facilitismo de despedimento", em contradição com o ponto anterior).Que o "Despedimento por Inadaptação" - eu nem sabia que isto existia - não tem aplicação na prática, mas que deve ser clarificada (dando uma série de recomendações, das quais destaco "Entende-se que o acento tónico deve ser colocado na impossibilidade de manutenção da relação de trabalho – critério comum a todas as situações de despedimento – que, neste caso, teria origem na inadaptação ou mesmo na ineptidão do trabalhador."Que é conveniente reduzir as reuniões de trabalhadores (com base em convocatórias sindicais ou de representantes da comissão de trabalhadores) para um máximo de 20 horas anuais (em deterimento das actuais 30).Feito o resumo[...]



Para quem perdeu o fim-de-semana futebolístico:

2008-01-07T21:16:25.412+00:00

Resumo do jogo do Benfica:
  • Oportunidade do Setúbal
  • Oportunidade do Setúbal
  • Oportunidade do Setúbal
  • Pancadaria entre Luisão e Katsouranis
  • Golo do Benfica
  • Oportunidade do Setúbal
  • Golo do Setúbal
Resumo do jogo do Sporting:
  • Oportunidade do Sporting
  • Golo do Boavista
  • Oportunidade do Sporting
  • Oportunidade do Sporting
  • Oportunidade do Sporting
  • Oportunidade do Sporting
  • Golo do Boavista
  • Oportunidade do Sporting
Resumo do jogo do Porto:
  • Fífia do guarda-redes da Naval
Espero que tenham ficado esclarecidos.



Aposta Paga!

2008-01-08T00:52:49.295+00:00

Para a próxima, limito-me a perder euros e não os meus princípios.



Duas sugestões musicais:

2008-01-03T22:36:55.454+00:00

O Guru já me tinha indicado que o novo álbum era brilhante... Alicia Keys - "No one":

(object) (embed)

Para quem não se lembra dela, uma das músicas do álbum antigo:

(object) (embed)

Como o próprio Guru afirma, está calma e descontraídamente a entrar num grupo restrito de cantoras de eleição, na qual se inclui uma semi-deusa de seu nome Jill Scott:

Jill Scott - "A long walk"

(object) (embed)


Lupe Fiasco & Jill Scott - "Daydreamin' "

(object) (embed)