Subscribe: Recanto Cibernético
http://andre-mendes.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade A rated
Language:
Tags:
ainda não  ainda  aqui  bem  código vinci  das  entrada  mais  muito  não  pão  quem  senhores  ser  taxa  ter  vinci 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: Recanto Cibernético

Recanto Cibernético



Bem-vindo(a) ao meu Blog. Este recanto da Internet destina-se aos meus desabafos, pensamentos e outras tretas e está disponível para quem tiver saco para os ler. Eu ficarei muito contente com isso, mas muito mais se a leitura for acompanhada por coment



Updated: 2014-03-17T23:22:01.571+00:00

 



Teste

2009-07-27T21:32:00.545+01:00

Já em 2009, aqui fica uma pequena mensagem apenas para confirmar se isto ainda bomba ou e se um novo visual não o torna até ligeiramente mais apelativo.



Mudei de casa

2007-04-12T11:27:30.050+01:00

Depois de muitos dias de Blogger, passei a estar aqui:

http://andremendes.wordpress.com



Publicidade espectacular II

2007-03-06T13:49:34.499+00:00

(object) (embed)
Snickers: Stop and Go
Colocado por Razorbuzz



Publicidade espectacular...

2007-02-26T21:31:00.565+00:00

Uma das publicidades mais espectaculares que eu já vi. A voz do narrador não se percebe muito bem, mas o texto é este:

En 1817 el joven novelista francés Stendhal visitó la ciudad de Florencia, nada le había preparado para la acumulación de tanta belleza. Entró en la monumental iglesia de la "Santa Croce". De repente se sintió aturdido, sufrió una ligera desorientación, palpitaciones y una intensa sensación de falta de aire y tuvo que salir. Hoy en día, a estos sintomas se le conocen como síndrome de Stendhal.


(object) (embed)



Passar o tempo num supermercado!

2006-12-25T19:55:51.178+00:00

  1. Agarra em 24 caixas de preservativos e põe em vários carrinhos, aleatoriamente, quando a pessoa estiver distraída.
  2. Programa os despertadores para tocarem de 5 em 5 minutos.
  3. Vai ao apoio a clientes e pergunta se te podem reservar um pacote de M&M's.
  4. Monta uma tenda na secção de campismo, diz aos outros clientes que vais passar a noite por lá. Convence as pessoas a trazerem almofadas da secção têxtil e a juntarem-se a ti.
  5. Quando um funcionário te perguntar se precisas de ajuda, começa a chorar e grita: "Porque é que vocês não me deixam em paz?!?!!?!?"
  6. Encontra uma câmara de vigilância e usa-a como espelho enquanto tiras macacos do nariz.
  7. Procura uma faca de trinchar bem afiada. Leva-a contigo durante todo o percurso das compras e vai perguntando aos funcionários se ali vendem anti-depressivos.
  8. Desliza pela loja com um ar suspeito, enquanto cantas o tema da"Missão Impossível".
  9. Esconde-te atrás da roupa que está exposta em cabides e quando alguém estiver a ver os artigos grita "ESCOLHE-ME! LEVA-ME PARA CASA!"
  10. Quando alguém anunciar seja o que for no altifalante, deita-te no chão, em posição fetal, e grita: "Nããããããõ! Asvozes! Outra vez as vozes! "
  11. Vai ao provador de roupa. Fecha a porta, aguarda um minuto e depois grita: "Onde é que está o papel higiénico????!"

Excelente! Até fico com vontade de experimentar...




Feliz Natal 2006!

2006-12-22T22:46:33.987+00:00

(image)
E cá temos mais um ano a chegar ao fim e mais uma quadra natalícia. Um ano que foi muito confuso e muito cansativo devido, principalmente, ao facto de termos recebido a Raquel cá em casa e ela ter alterado por completo todas as nossas rotinas. No entanto, hoje seríamos incapazes de viver sem ela. Na árvore, a maior parte das prendas são para ela, mas acho que ela é bem capaz de gostar mais de laços e papel do que propriamente das prendas (por enquanto). O que ela ainda não gosta muito é do Pai Natal, fica um pouco desconfiada a olhar para ele. A muitos mais anos da Raquel e a muitos mais natais, aqui fica o brinde...
Um Feliz Natal para todos!!



Não ganhei o Euro-Milhões!

2006-11-19T01:20:05.620+00:00

Ainda não foi desta que os senhores do Euro-Milhões acertaram na minha aposta, por isso, a minha conta bancária continua nas ruas da amargura. Ainda não foi desta que iniciei a minha colecção de automóveis, ainda não foi desta que fui ver como era viajar sem ser em trabalho e ainda não foi desta que mandei construir a minha casa de sonho nem comprei um apartamento em Lisboa e Nova Iorque e no Mónaco. Ainda não é desta que vou conhecer Nova Iorque, nem mostrar algumas cidades da Europa à João. Também ainda não foi desta que comprei uma lancha de alto mar para quando desejo estar sozinho, nem que entrei na FNAC com o objectivo de comprar tudo o que gostar, incluindo gadgets de qualquer espécie e feitio. Ainda não foi desta que me despedi e iniciei o resto da minha vida. Para a semana que vem há mais. É menos, mas há mais...Boa sorte para todos...Isto são algumas das coisas que (ainda) não vou ter: [...]



Janela para Nürburgring

2006-12-22T22:52:30.033+00:00

Para os apaixonados do circuito de nurburgring, aqui fica uma janelinha para espreitar as máquinas que vão entrando em pista.
A imagem desta camara é actualizada a cada minuto...

(image)



Clonagem de cartões multibanco

2006-10-24T11:44:51.630+01:00

Recebi esta mensagem por e-mail e decidi colocar aqui, devido à sua importância. É uma situação que nos pode acontecer facilmente a todos, seja numa estação de serviço ou em qualquer loja. Aqui fica o aviso...

Avisos do Banco de Portugal, SIBS, e CGD

Para conhecimento e divulgação...


Estão a ser detectadas cópias de cartões multibanco a um ritmo assustador. A maior parte delas em estações de serviço (empregados espertos). Desconfiem assim que o funcionário do estabelecimento comercial vos pedir para passarem o cartão em 2 máquinas POS diferentes. A primeira é um gravador que lê a banda magnética e o respectivo PIN do vosso cartão. A segunda é a clonagem do cartão.

Passem palavra!...



Enfim, é o "bom" serviço dos bancos...

2006-10-24T11:14:43.346+01:00

Esta carta poderia ser enviada para todos os bancos e não apenas para o BES como fez este senhor. Acho que é bom haverem mais pessoas a fazê-lo. Como sempre, é bem provável que não adiante nada, mas serve para expor a "boa" qualidade do serviço que os bancos nos prestam!Exmos Senhores Administradores do BESGostaria de saber se os senhores aceitariam pagar uma taxa, uma pequena taxa mensal, pela existência da padaria na esquina da v/. rua, ou pela existência do posto de gasolina ou da farmácia ou da tabacaria, ou de qualquer outro desses serviços indispensáveis ao nosso dia-a-dia. Funcionaria desta forma: todos os meses os senhores e todos os usuários, pagariam uma pequena taxa para a manutenção dos serviços (padaria, farmácia, mecânico, tabacaria, frutaria, etc.). Uma taxa que não garantiria nenhum direito extraordinário ao utilizador. Serviria apenas para enriquecer os proprietários sob a alegação de que serviria para manter um serviço de alta qualidade ou para amortizar investimentos. Por qualquer produto adquirido (um pão, um remédio, uns litros de combustível, etc.) o usuário pagaria os preços de mercado ou, dependendo do produto, até ligeiramente acima do preço de mercado. Que tal? Pois, ontem saí do meu BES com a certeza que os senhores concordariam com tais taxas. Por uma questão de equidade e de honestidade. A minha certeza deriva de um raciocínio simples.Vamos imaginar a seguinte situação: eu vou à padaria para comprar um pão. O padeiro atende-me muito gentilmente, vende o pão e cobra o serviço de embrulhar ou ensacar o pão, assim como, todo e qualquer outro serviço. Além disso, impõe-me taxas. Uma "taxa de acesso ao pão", outra "taxa por guardar pão quente" e ainda uma "taxa de abertura da padaria". Tudo com muita cordialidade e muito profissionalismo, claro. Fazendo uma comparação que talvez os padeiros não concordem, foi o que ocorreu comigo no meu Banco. Financiei um carro. Ou seja, comprei um produto do negócio bancário. Os senhores cobraram-me preços de mercado. Assim como o padeiro cobra-me o preço de mercado pelo pão. Entretanto, de forma diferente do padeiro, os senhores não se satisfazem cobrando-me apenas pelo produto que adquiri. Para ter acesso ao produto do v/. negócio, os senhores cobraram-me uma "taxa de abertura de crédito" - equivalente àquela hipotética "taxa de acesso ao pão", que os senhores certamente achariam um absurdo e se negariam a pagar. Não satisfeitos, para ter acesso ao pão, digo, ao financiamento, fui obrigado a abrir uma conta corrente no v/. Banco. Para que isso fosse possível, os senhores cobraram-me uma "taxa de abertura de conta". Como só é possível fazer negócios com os senhores depois de abrir uma conta, essa "taxa de abertura de conta" se assemelharia a uma "taxa de abertura da padaria", pois, só é possível fazer negócios com o padeiro, depois de abrir a padaria. Antigamente, os empréstimos bancários eram popularmente conhecidos como "Papagaios". Para gerir o "papagaio", alguns gerentes sem escrúpulos cobravam "por fora", o que era devido. Fiquei com a impressão que o Banco resolveu antecipar-se aos gerentes sem escrúpulos. Agora ao contrário de "por fora" temos muitos "por dentro".Pedi um extracto da minha conta - um único extracto no mês - os senhores cobraram-me uma taxa de 1€. Olhando o extracto, descobri uma outra taxa de 5€ "para a manutenção da conta" - semelhante àquela "taxa pela existência da padaria na esquina da rua". A surpresa não acabou: descobri outra taxa de 25€ a cada trimestre - uma taxa para manter um limite especial que não me dá nenhum direito. Se eu utilizar o limite especial vou pagar os juros mais altos do mundo. Semelhante àquela "taxa por guardar o pão quente". Mas, os senhores são insaciáveis. A prestável fun[...]



Unpimp My Ride by VW

2006-09-26T14:47:19.893+01:00

(object) (embed)

(object) (embed)

(object) (embed)



Rendez-Vous II (2006)

2006-07-25T10:45:25.446+01:00

Trinta anos depois do filme que mostra um ângulo mais rápido da manhã em Paris, Claude Lelouch volta a fazer o mesmo trajecto, recordando o filme original. Muito bom para quem sabe francês. Este filme já tinha sido tema de um post que coloquei neste blog no ano passado e que se pode ver aqui...

(object) (embed)



The Best of Back Dormitory Boys

2006-07-15T18:22:50.976+01:00

(object) (embed)

(object) (embed)



Ferrari Enzo - Top Gear

2006-07-15T18:49:32.596+01:00

(object) (embed)



Tiff Needle tests Ferrari 599 GTB Fiorano

2006-07-15T18:27:41.620+01:00

(object) (embed)



24 horas com a Selecção Nacional

2006-05-25T10:22:57.466+01:00

A Selecção Nacional já se encontra em preparação para o Mundial de Futebol da Alemanha, que terá início no dia 9 de Junho pelas 17 horas da tarde (hora portuguesa). Como as fontes perto dos nossos jogares ainda são algumas, conseguimos reunir algumas informações e publicar passo a passo as 24 horas de um dia com toda a equipa. Destaque para uma faceta mais pessoal de todos os jogares e de como eles gostam de passar o seu dia-a-dia, trazendo até esta listagem diversos pontos que muitos de nós não conhece e que estão muito longe de passarem na televisão ou aparecerem nos jornais.8:00 - Alvorada; 8:30 - Nuno Gomes começa a secar o cabelo; 8:35 - Nuno Valente dá entrada no departamento médico, após alegadamente ter sido vítima de uma entrada violenta do seu colega de quarto, Petit, enquanto dormia; 9:00 - Pequeno-almoço; 9:01 - Nuno Gomes começa a pôr gel no cabelo; 9:10 - Figo levanta-se;9:11 - Cristiano Ronaldo dá entrada no hotel após uma noitada bem passada; 9:12 - Ricardo Costa grita bem alto: "Como é possível eu estar aqui?", e abraça-se, eufórico, à pessoa mais próxima; 9:14 - Miguel agride de forma selvática os jornalistas que o tentavam fotografar enquanto comia; 9:15 - Costinha consegue finalmente ter capacidade físico-motora para se erguer da cama; 9:16 - Maniche pesa-se e atira a balança com força contra a parede, depois de perceber que continua a pesar mais do que o Fernando Mendes; 9:20 - Chegam ao hotel os dois camiões de queijos açorianos encomendados por Pauleta; 9:30 - Nuno Gomes acaba de pôr o gel no cabelo e dirige-se para a sala de maquilhagem; 9:45 - Scolari acorda; 10:00 - Deco inicia o seu tratamento contra as borbulhas; 10:01 - Simão chora, queixando-se de que Hélder Postiga lhe terá comido o pão com manteiga; 10:02 - Caneira dá entrada no departamento médico, após ter sido vítima de uma entrada dura de Petit durante o pequeno-almoço; 10:03 - O massagista da selecção dá entrada no departamento médico, após ter sido vítima de uma entrada dura de Petit durante o pequeno-almoço; 10:10 - Quim agride um empregado de mesa, depois de este lhe ter dito que era holandês; 10:30 - Início do treino; 10:45 - Figo e Cristiano Ronaldo entram no estúdio para gravarem um spot publicitário para um banco; 10:50 - Nuno Gomes está finalmente pronto para entrar no treino; 11:00 - Costinha inicia o pequeno-almoço; 11:01 - Treino interrompido para prestar assistência médica a Luís Boa Morte, que foi vítima de uma entrada dura de Petit; 12:00 - Treino interrompido para prestar assistência médica a Bruno Vale, que foi vítima de uma entrada dura de Petit; 12:30 - Fim do treino; 12:31 - Costinha está pronto a iniciar o treino; 12:32 - Miguel agride de forma selvática os jornalistas que o tentavam fotografar à entrada para os balneários; 12:36 - Banho; 12:40 - Simão chora copiosamente porque Tiago não lhe emprestou o champô; 13:00 - Almoço; 13:05 - Ricardo Costa grita bem alto: "Como é possível eu estar aqui?", e abraça-se, eufórico, à pessoa mais próxima; 13:35 - Figo e Cristiano Ronaldo juntam-se aos seus companheiros; 13:40 - Scolari levanta-se da cama pronto a iniciar mais um dia de extenuante trabalho; 13:50 - O cozinheiro do hotel dá entrada no departamento médico, após ter sido vítima de uma entrada dura de Petit na casa-de-banho; 14:00 - Costinha chega, visivelmente cansado, ao local onde decorre o almoço; 15:00 - Ricardo Costa grita bem alto: "Como é possível eu estar aqui?", e abraça-se, eufórico, à pessoa mais próxima; 16:00 - Rodada de "Sueca"; 16:05 - Simão chora copiosamente porque não o deixaram ganhar; 16:10 - Costinh[...]



Back to work

2006-05-25T10:00:35.933+01:00

(image)
Estou de volta ao trabalho. Depois de três meses de ausência a tratar da filhota, estou de volta à redacção mais alucinada do mundo do jornalismo. Passaram-se dois dias e já começo a sonhar com as férias! Tá tudo ainda mais desorganizado e esquisito e as pessoas estão ainda mais complicadas. Todos falam mal de tudo pelas costas uns dos outros, mas sempre com um sorriso de bom disposição e bom humor. Nada mais falso! Por trás, tudo pensa como é que há-de lixar o próximo mas quem se lixa acabam sempre por ser os mesmos, aqueles que ganham mal...



Love & Hate

2006-05-18T23:34:59.656+01:00

(image)

Uma prova de que o amor e o ódio andam sempre muito perto um do outro, mesmo sem que nós nos consigamos aperceber disso...



A doença do "Código de Da Vinci"

2006-05-18T14:03:07.033+01:00

(image)

Estreia hoje nas salas de cinema o polémico filme "O Código de Da Vinci", baseado no livro de Dan Brown com o mesmo nome. No entanto, devido ao sucesso do livro (que está em cima da minha mesa de cabeceira, mas ainda não consegui ler) foram também lançados no mercado diversos produtos paralelos, de forma a aumentar os destinatários do filão elevado de receitas. Aliás a quantidade de livros com capa semelhante foi tão elevada que houve pessoas que não sabiam qual haviam de comprar, julgando que havia mais do que uma versão do mesmo livro. E, graças à editora, havia mesmo. Um com ilustrações, outro descodificado, etc...
Com a chegada do livro às salas de cinema, o filão de lucros vai continuar a aumentar e os produtos "paralelos" vão continuar a aparecer-nos à frente sem saber como. Uma das provas deste fenómeno está disponível para quem abrir hoje o site da FNAC. Para além das ofertas existentes na primeira página, onde se encontra um livro com a capa do filme, mas que afinal é apenas o "Making of", existe ainda um link no canto superior direito referente apenas ao Código de Da Vinci. Dentro dele estão produtos como:

Livro:
"O Código Da Vinci" de Dan Brown
Livro:
"O Código Da Vinci: Diário de uma Viagem" de Vários Autores
Livro:
"Dan Brown: Biografia" de Lisa Rogak
Livro:
"Acha que sabe tudo sobre O Código Da Vinci?" de Clive Gifford
Livro:
"O Código Da Vinci - Making Of" de Akicvava Golsman
Livro:
"O Código Stravinci" de Toby Clements
Livro:
"O Sangue de Cristo e o Santo Graal - A História por detrás de O Código Da Vinci de Michael Baigent e outros
Livro:
"O Mistério do Priorado de Sião" de Jean-Michel Thibaux
Livro:
"O Código Da Vinci Descodificado: O Guia Não Autorizado dos Factos por Detrás da Ficção" de Simon Cox
CD:
Music Inspired by Da Vinci
Jogo Playstation:
"The Da Vinci Code"
DVD:
"Desvendar o Código Da Vinci"
Livro:
Opus Dei de Michael Walsh
Livro:
"O Mundo Secreto do Opus Dei" de Robert Hutchinson



Aviso aos heróis...

2006-05-16T00:45:11.110+01:00

Este aviso é para todos aqueles que fazem questão de ignorar a cor da bandeira quando estão na praia e vão a banhos quando bem entendem... Para que todos consigam voltar, aqui fica o aviso!

(image)

Banhistas na água com bandeira vermelha arriscam multa

Os banhistas que entrem no mar com bandeira vermelha arriscam-se a pagar uma multa de acordo com as novas regras para esta época balnear, que começa a 01 de Junho, disse à agência Lusa fonte governamental.
As novas regras foram aprovadas em conselho de ministros há duas semanas «para entrar em vigor já nesta época balnear», declarou o secretário de Estado da Defesa, Lobo Antunes.
O diploma enumera várias ilicitudes que podem ser cometidas por banhistas, concessionários das praias e nadadores-salvadores, a quem podem ser aplicadas coimas que vão de 55 a 1.000 euros.
O novo diploma, que vai ser publicado em Diário da Republica nas próximas semanas, define cerca de 20 infracções em zonas balneares e praias fluviais que são sujeitas à aplicação de coimas.
«Para os banhistas a principal ilicitude é o desrespeito pela sinalética na praia, nomeadamente as bandeiras, ou as indicações do nadador salvador», afirmou o secretário de Estado da Defesa.
Quem entrar no mar com bandeira vermelha (que proíbe a entrada na água) e quem nadar com bandeira amarela (que permite a entrada na água mas proíbe nadar) vai pagar pelo menos 55 euros de multa.
Por outro lado, quem utilizar material de desporto náutico, como motas de água, fora das zonas permitidas pela lei também fica sujeito a uma multa a cobrar pela polícia marítima.
«As motas de água junto a pessoas que tomam banho é um perigo que tem de ser punido. O novo diploma vai, por isso, trazer mais segurança a quem frequenta as praias», afirmou Lobo Antunes.
Além dos banhistas, as novas regras aplicam-se aos nadadores-salvadores e aos concessionários das praias (normalmente os proprietários de restaurantes e bares que, para obterem licença, pagam ao nadador salvador e suportam os custos das infra-estruturas de apoio à praia).
Para os nadadores-salvadores, as multas vão ser aplicadas aos que não estiverem nos locais e horas para que foram contratados, os que se afastarem da área de socorro, os que tiverem comportamentos negligentes nas zonas de banhos e os que não cumprirem as instruções sobre o estado do mar fornecidas pela autoridade marítima.
Os concessionários das praias também podem ser multados se procederem à abertura ou encerramento da zona balnear antes ou depois do período que foram autorizados, se usarem as infra-estruturas para fins diferentes do acordado e se tiverem a vistoria necessária para a abertura da zona balnear.
«As multas vão dos 55 aos mil euros, variando consoante quem pratica a ilicitude e se a infracção é um acto repetido», afirmou o secretário de Estado, salientando que o novo diploma constitui «um passo importante» para a segurança nas praias.
O novo diploma reúne num só documento legislação que estava dispersa e que, segundo o secretário de Estado, chegava a ser contraditória.
«É importante que fique bem claro a responsabilidade de cada um na praia e de quem aplica as multas [a polícia marítima nas zonas balneares]», especificou.

in Diário Digital / Lusa



Parqueamento automático

2006-05-01T03:04:40.386+01:00

Muito bom, este sistema só está agora a ser desenvolvido, mas devia estar presente em todos os automóveis que circulam nas nossas estradas. Muito bom!

(embed)



Já acabou?

2006-03-27T01:16:35.366+01:00

Apesar de ser segunda-feira há mais de uma hora, só me ocorreu que o fim-de-semana já acabou agora mesmo. Já se passaram os momentos sossegados em casa com a família, um casamento onde conheci pessoas impecáveis e de que fiquei com vontade de rever, o espírito domingueiro de ir almoçar fora e volta agora a tristeza de quem tem de ir trabalhar amanhã de manhã. Eu vou estar em casa, mas estes sentimentos são bastante fortes e "pegam-se". Eu acho que é compreensível, não é? Ainda há tanta coisa para fazer. Há tantos sites que eu ainda gostava de visitar, fotos para organizar, CD's e DVD's para catalogar. E eu sei lá que mais... Amanhã, (ou hoje) volto a ser "pai de serviço" e estou por conta da linda Raquel, não devendo sequer ter tempo para me sentar aqui ou aproximar-me do computador. Agora, talvez só uns minutos à noite ou no próximo fim-de-semana. E este blog está tão desleixado... E o dela precisa tanto de ser actualizado. E os fóruns? Tanta coisa que eu ainda podia fazer nos fóruns de que faço parte. Bem, apesar da vontade de me ir deitar ser pouca ou nenhuma, tem mesmo de ser. O sono que eu tenho é tal, que sou bem capaz de estar a olhar para o tecto durante uma hora ou duas. Mas também, se ficar aqui, só quando amanhecer é que eu vou perceber que se calhar é por isso que tenho os olhos a arder. Tenho de ir... Não, a sério, tenho mesmo. Quer dizer, ter não tenho, mas devo, mas vou! Tem de ser... Mesmo... (suspiro!) Fui...



Sexo das laranjas

2006-03-26T22:36:47.046+01:00

Como é que se reconhece o sexo das laranjas?

(image)



McDonald's em todo o mundo

2006-03-26T22:37:14.983+01:00

É bem verdade que existe um McDonald's em cada canto do mundo e quando menos esperamos lá estão os arcos dourados para nos receber. Aqui fica um excelente exemplo.

(image)



Limpa-vidros nos semáforos

2006-03-13T19:08:29.473+00:00

A moda dos limpa-vidros nos semáforos está longe de acabar e são cada vez mais os que nos aparecem pela frente a prestar um pequeno serviço em troco de algum dinheiro. O problema principal registado tem sido o facto do tempo de espera de um semáforo não ser assim tão grande quanto isso e o serviço nunca poderá ficar bem feito. Além disso, algumas dessas pessoas são grandes geradoras de problemas, uma vez que conseguem distrair os condutores por grandes espaços de tempo, o que acaba por gerar filas de trânsito enormes... Aqui fica a imagem que comprova este motivo de espera prolongado.

(image)