Subscribe: Vendo passados
http://vendopassados.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade B rated
Language:
Tags:
agora  até  fim  já não    mais  meu  mim  nem  noite  não  quero  sei  sem  sou    ter  teu  tudo  vou 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: Vendo passados

Vendo passados



Um espaço para todos, porque sim.



Updated: 2016-03-12T15:46:26.852-08:00

 



Beijo dado

2014-04-14T10:36:27.151-07:00



















Antes que o sol venha de mansinho
e a noite caia, cruelmente
e a luz do dia nos beije com carinho
e o tempo se ria lentamente,
dos nossos medos
e segredos...

Diz-me que nada disto foi sonhado
nem fruto da minha imaginação
e que o teu beijo apaixonado
foi mesmo dado e
não foi mera ilusão.

Antes que no meio dos lençóis
nossos corpos esfriem de vontade
e se separem de amor e de cansaço
sem fim, nem início, nem idade...

Diz-me que afinal sempre fui tua
que esperaste por mim a vida inteira
que voltarias a ter-me nos teus braços
de pele de veludo verdadeira
e
antes que o sol se deite
e a lua se endireite
e a noite volte a nós, devagarinho
e me reserve de novo o teu leito…

Diz-me que me amas com paixão
e que o teu beijo apaixonado
foi mesmo dado e
não foi mera ilusão.

14/04/2014

LC



Acredita em mim

2014-04-08T13:29:40.369-07:00













Acredita em mim...
como se estivéssemos lado a lado,
frente a frente
e tu pudesses ver
o meu olhar transparente.

Acredita em mim
e nos meus olhos,
que não podem esconder
o que me vai na mente,
no coração,
na alma errante
que não vai parar
até te encontrar...
e te abrigar para sempre.

Acredita em mim...
eu sou tua
até se gastarem as minhas juras de amor
até os rios se secarem
até não haver mais dor
e o meu corpo
se cansar e me entregar em ti...
abandonadamente nua.

Acredita em mim...
eu não te minto
não te oculto
nada.
Pensa em mim como a verdade
nua,
pura
e crua.
Pensa em mim
como pensas na noite
que vem,
silenciosamente,
à descarada
e nos surpreende
nos amando até de madrugada.

Acredita em mim amor.
Estou aqui
de pé e verdadeira.
Estou aqui
para ti,
escandalosamente inteira.


LC



Eu não quero saber

2014-04-03T15:11:15.725-07:00











Eu não quero saber
se o que escrevo faz sentido
se o que sinto é um mito
se o que quero
e desejo
com fervor
se chama AMOR.

Eu não quero saber
se há gente que não me entende
se me chamam de louca
insana
e talvez até doente
por a vida me mostrar,
finalmente,
o que é AMAR.

Eu não quero saber
de nada que não te inclua
porque por ti, meu amor
eu sou capaz de voar
muito para além da LUA.

Eu não quero saber
de saber...
a minha vida sem te TER.


03.04.2014

LC



Idade

2014-04-04T14:57:34.011-07:00













A idade não tem peso
nem volume
nem distância
A idade é um estado
um modo
uma forma de ser
e de viver melhor a vida
em cada circunstância.

A idade é o tempo
é o lugar
é a corrida contra tudo e contra nada
é a noite
é o dia
é o saber
e querer alcançar...
apenas alcançar.

A idade é o poder
é o saber rir e gargalhar
e ter sempre uma mão para oferecer
sem cobrar
sem exigir
e sem querer desistir
desse ombro
dessa dádiva
dessa ânsia de querer dar...
apenas dar.

A idade sou eu
a saber que te quero.
A idade és tu
a dares-me um abraço sincero.
A idade é a vida
e a minha vida...
és tu.


03.04.2014
LC



A sério

2014-03-31T12:03:44.831-07:00















Espero,
que me leves mesmo a sério
que o meu amor te convença
e o meu sim e o meu não
sejam mais do que a razão
para te ter junto a mim
com a firmeza e certeza
de lutar até ao fim.

Espero,
que o meu rosto e o teu rosto
se encontrem finalmente
numa troca de saudade
num misto de paz ardente
em que os teus e os meus olhos
se fundam num só olhar
e os teus e os meus medos
sejam mais leves que o ar
e o teu sorriso diferente
me leve a amar...e amar

...


a ti,
sómente a ti
porque só a ti te quero
e espero,
que me leves mesmo a sério.


31.03.2014

LC



Verdade

2014-03-31T10:54:10.539-07:00















A verdade é que os meus dedos
me contaram como és
quando te toquei no rosto,
me demorei nos teus lábios
e te vi, de lés-a-lés.

A verdade é que me vês
sem teres olhos
nem juízos
que também te basta assim
toque a toque
mão na mão
para acender a paixão…
de nos termos,
nos querermos
nos amarmos,
sempre e sempre
sem ter pressa
de chegar até ao fim.

A verdade
é que não preciso
mais do que o toque dos dedos
para te ver, meu amor
sem nenhuns de quaisquer medos.

A verdade é que existimos,
como tontos,
como loucos,
como aves de arribação
que se vão
e que regressam
sempre ao ponto de partida
lado a lado
mão na mão.



29.03.2014

LC




Lamento

2014-01-10T03:11:22.010-08:00



Às vezes eu acredito


que sou brava e que sou forte

que digo o dito por não dito

e até espanto a morte.



Às vezes faço morrer

as palavras nos meus lábios.

Outras vezes as engulo

mesmo inteiras…

a sofrer.

E para não te ver partir,

faço-as morrer por nascer.



Às vezes eu não sou eu.

Sou tu, comigo e sem mim.

Sou uma mistura de nós,

atados sem solução.

Sou grito de dor sem fim

e reclamo o teu perdão.

Por não saber perceber

que regressas nos teus passos

duma calma feita paz

com que pautas o meu tempo

sem atropelos nem laços

sem música a estilhaçar

o meu e o teu acordar…

sem avisos de mau tempo

que acabam por se tornar

no meu

e no teu lamento.



Desculpa por te querer

Sempre e sempre …sem pensar.

Desculpa por tudo…amor.

Desculpa por te amar!


LC



Meu Amor...da Minha Cor

2014-01-10T02:59:54.864-08:00

 



Porque me dizes, incessantemente,


que a tua cor é diferente?



Se na ponta dos teus dedos

não existe qualquer cor

quando me afagas o rosto

me prometes uma flor

me afastas os meus medos

e me enches de amor.



Porque me dizes, incessantemente,

que a tua cor é diferente?



Se te vejo sempre assim

bem por dentro dos meus olhos

azul, verde, cor do céu e do luar

sem nunca mais acabar

de ternura sem ter fim,

tal e qual igual a mim.



Porque me dizes, incessantemente,

que a tua cor é diferente?



Se te fundes no meu ser

num só corpo, no meu leito,

em que tudo é perfeito

onde não existe a dor,

e,

nem a minha cor é diferente da tua cor.



Porque me dizes, incessantemente,

que a tua cor é diferente?



Nem sou branca,

nem sou preta,

e nem te sei ver assim.

Só sei que te amo, amor

e não te quero ouvir

a perguntar-me de novo,

incessantemente,

porque é a tua cor tão diferente.



Porque na ponta dos teus dedos

eu perco todos os meus medos.



Meu amor...da minha cor.

  LC



Intensamente

2014-01-10T03:00:55.094-08:00

Tu não percebes porquêTe reclamo a cada instanteTe procuro em cada becoTe murmuro no meu peitoTe envolvo no meu ecoQuando grito em desesperoNa minha busca incessante.Tu não percebes porquêEu sou assim tão intensaTão veloz como a correnteTão imensa...tão imensaQue desliza sem pararSem querer recomeçarE correr, sempre a correrCom medo de te perder.Tu não percebes porquêE eu não percebo porquêNão o hás-de perceber...Se só assim a correr eu te consigo ter.LC[...]



Auto-suficiência

2013-01-30T14:55:36.106-08:00













Ontem,
Quando não chegaste à hora marcada,
Vesti o casaco,
Saí de casa
E voltei a entrar.
Imaginei que eras tu a cumprir o combinado
E não te atrasavas de novo para o jantar.

Ontem,
Quando não enviaste nenhuma mensagem,
Peguei no telemóvel,
Num pedaço de coragem  
E escrevi para mim.
Imaginei que eras tu, apaixonado
A dizer que te iria ter até ao fim.

Ontem,
Quando me deitei na cama,
E me cobri com os nossos lençóis de linho,
Enlacei o meu corpo com meus braços
Embalei-me num abraço de vazio
Fiz do teu ninho…agora o meu ninho
Onde já não tens mais nós nem laços
E passeei na minha pele
No meu corpo sedento
Agora de mim
Onde me demoro
E demoro
Sem esperar por ti
E já nem te imagino sequer
A dizer que me vais ter até ao fim.

Hoje,
Quando acordei na cama,
Sorri…
Porque já não precisei de voltar a entrar
E imaginar
Que talvez tu
Te atrasasses de novo para o jantar. 

LC



Podes tudo...podes nada...!

2013-01-21T13:07:20.932-08:00

Podes ficar sossegadoQue dos teus braços não saioFecha os olhos e descansaComo se fosses criançaE nunca ninguém no mundoTe tivesse magoado.Podes mesmo me apertarNum abraço bem sentidoQue eu sei que vais acordarE percorreres o meu corpoCom dedos leves de ventoMesmo sem te ter pedido.E eu ávida de tiTe respondo num lamentoNum murmúrio abafadoQue eu própria anteviPor tanto te querer…meu amado!Podes nem sequer pararE me inundares de desejoPodes invadir meu serO meu corpo em investidasPodes tudoPodes nadaNada mais que tudo em mimQue eu vou parar o tempoE vou voltar ao lamentoE gemer…Até ao fim.Podes retomar a dançaDo meu corpo…do teu corpoPodes mesmo alimentar-teDo meu não e do meu simPodes tudoPodes nadaNada mais que o mundo inteiroTe espero e em ti regressoMeu amor verdadeiro…Volta aos meus braços…te peçoComo se fosses criança,Fecha os olhos e descansa.LC [...]



Estou zangada...

2013-01-16T06:13:47.764-08:00













Estou zangada…
E depois?

Tenho raiva, fome e dor
Muita tristeza no peito
Muita mágoa ao meu jeito
E pouco amor…
Muito pouco amor!

Estou zangada…
E depois?

Tenho a vida ensanguentada
Das feridas dilacerantes
Tenho frio e pouca fé
A alma toda esfarrapada
E já não tenho mais nada.


Já nada é como dantes
E já nem sei como é.

Estou zangada…
E depois?

Ninguém sabe o que me toca
Ninguém me vê a chorar
Ninguém me adivinha insana
Feia, louca e convencida
Deste mundo…desta vida
Onde já nem sei amar!

Estou zangada…
E depois?

Esta zanga não tem nome
Esta cruz não tem tamanho
Este medo de ser tanto
Deixou de ser algo estranho
E eu já só quero
Nascer
E renascer
Noutro mundo
Noutra vida
Noutro espaço bem diferente
Onde eu tenha o meu lugar
Finalmente.

Estou zangada…
E depois?

Não é algo que me espante
Neste meu ser tão errante
Onde sei que vais chegar
Em qualquer dia
Em qualquer hora
Em qualquer lugar
Eu vou saber esperar.

Estou zangada…
E depois?

LC



Dona de mim

2012-11-12T11:47:13.017-08:00

Ai…se eu pudesse ser dona de mimE levar-te comigo, sem destinoEu olhava para ti vezes sem fimE sorvia esse teu olhar de menino…Ai…se eu pudesse roubar-te o coraçãoE fazer dele o meu e o teu caminhoEu podia morrer de paixãoE prender-te só a mim, bem devagarinho…Se tu pudesses ser meu e eu só tuaE nunca ninguém mais nos impedirTu darias o tal pulo na luaE eu juro…Eu juro que só isso me faria vir.E o meu êxtase seria o teuE o meu corpo ondulado em tiFaria com que me tivesses por inteiroO meu cheiro seria o teu cheiroE eu juro…Eu juro que te amava para sempreMesmo ali…Ai…se eu pudesse esquecer o passadoE correr feita louca ao teu encontroEu galopavaEu juro que, de coração desenfreadoEu galopava dia e noiteE noite e diaSó para me encheres a alma de alegria!Ai…se eu te pudesse terApenas para mimEu corria o mundo…até ao fim !!12/11/2012LC[...]



Pandora

2012-07-11T14:54:41.868-07:00

Não consigo contar-te o que guardo no peitoSó sei que são estrelas, borboletas e coisas assimEu não posso desnudar-me assim a eitoE ficar tão indefesa e vazia de mim.Eu já não posso abrir a caixa de PandoraPorque nela ainda resiste um pouco de esperançaSó sei que dentro de mim ainda moraUm coração de boa fé…como em criança.Não me peças para te dizer quanto eu te amoNem que os teus olhos lindos brilham por mimNão alimentes todas as flores do meu ramoSe não quiseres ficar comigo até ao fim.Não te quero comigo só pela metadeQuero-te inteiro, verdadeiro…somente meuPorque o que sinto por ti não tem idadeCaminha de ida e volta até ao céu.Não te vás.Não te percas de amores por mais ninguémNão me roubes a alegria nas horas másDiz-me que na tua vida…eu sou alguém.Não me leves a mal com tantos medosDiz que me entendes e me aceitas assimNão consigo a paz com tantos segredosQue já não cabem dentro de mim.Agora sim.Já te posso contar o que guardo no peito.É muito mais do que luzinhas a piscarÉ sentir e sentir a torto e a direitoÉ amor….sem nunca mais acabar!Agora assim.Estamos juntos até ao fim.LC[...]



Não sei

2012-07-06T14:04:21.534-07:00

Não sei que merda de nome tem o que sintoNem como raio se mede esta vontadeSó sei que quando te digo o que te digo…não te mintoÉ a pura verdade…A mais pura verdade!Não sei se é normal gritar-se pelo desejoExultar vibrar e trepar… ao mais alto nívelSó sei que do teu lado…tudo se torna um festejoE é incrível…Eu juro que é incrível!Não sei se as horas passam ou se o relógio parouSe é dia ou noite ou se há luarSó sei que assim…exactamente assim ninguém me amouE eu não vou recuar…Eu juro que não vou recuar!Não sei onde estou quando me elevo ao céuSe é ali contigo ou em qualquer outro lugarSó sei que quando regresso tu és meu…e só meuE juro que vou ficarQue vou mesmo ficar!Não sei até que ponto eu consigo irSe é mensurável o melhor de mimSó sei que enlouqueço a cada toque teuQue te suplico constantemente…que sejas meuE que deliro a cada teu simOh sim!Não sei onde vou parar com esta loucuraQue me absorve…me invade…me deixa apaixonadaSó sei que não há cura…não há mesmo curaMas eu também não quero saber de mais nada!Não sei….mas para quê saber?Se é assim que eu quero viver…!LC[...]



Até ao fim

2012-07-06T14:01:42.662-07:00

Entrei tão devagarinhoCom medo de te acordarSelei-te com um beijinhoApenas para que soubessesQue estava ali…para te amar!Ali…naquele segundoQueria que fosses só meuDentro do nosso pequeno mundoEm que tudo o que possuoÉ teu e apenas teu!Abriste os olhos para mimNum largo e lindo sorrisoPor instantes…cheirou-me a jasmimE a tudo o que eu preciso!De afagoDe mimoDe atençãoDe rirDe gemerDe brincarE…da tua mão!Deitei-me ao teu ladoCalma, serena e sequiosaChamei-te…” meu amado”Chamaste-me …”perigosa”!Vem, disseste tuDeixa que os nossos corpos se unamLiberta-te de tudo lá foraE fica comigoSempre mas principalmente agora!O sol, o mar e a luaFoi ali que recebiE tudo o que há de mais sublimeDado por ti!Pediste…entra em mimAté ao fim!LC[...]



A razão

2012-07-01T13:55:30.497-07:00

A razão tem outro ladoBem contrário ao da paixãoQue me obriga a respirarPara dentro do meu fadoE me prega os pés ao chão.A razão…ai a razãoEssa puta desvairadaQue se vende por um tostãoComo se não valesse nada.A razão…tem a razãoDe algo que desconheceEntra e sai sem permissãoAparece e desaparece.A razão é quem me chamaSempre e sempre à atençãoComo se eu quisesse a famaDe não sofrer de emoção.Não te quero…ó razão!Livra-me de tanto pensarDeixa-me…larga-me a mãoPreciso de respirar.Quero amar amar e amarE ser feliz…pois então?Quero que sejas meu parMesmo sem teres razão.Razão…Amor…AmarNão ligam…pois não?LC30/06/2012[...]



Abraço gigante

2012-06-29T18:11:27.052-07:00














Abraço gigante
É aquele que me dás
Onde navego sem pressas
Nem horas e dias para trás.

Abraço gigante
É aquele que me aquece
Me conforta e me acalma
E que só a mim pertence.

Abraço gigante
Do tamanho do sentir
É aquele que eu recebo
Apenas por existir.

Porque é nesse abraço gigante
Que me sinto rainha do mundo
Onde tudo o que eu não tinha
Passo a ter
E tudo o que era meu
Passa a ser teu
E tudo o que sinto é tão profundo
Como aquela estrela que brilha no céu.

E nesse abraço gigante
Onde vivo dia a dia
Onde vibro pelo toque
Na minha pele macia
Onde me assola a paixão
As promessas com sentido
Onde o querer é apenas querer
E o desejar mais do que ter …

Eu quero mesmo ficar
Até morrer!

LC




Fantasia

2012-06-25T11:03:44.442-07:00















A noite começa sem ti.
Mais uma viagem em vão.
Penso em tudo que construí
e destruí.
E deito-me em solidão.
 
A noite avança sem ti.
Faz frio sem eu querer.
Penso em tudo em que investi
e perdi.
E mal consigo esperar… até o sol nascer.
 
A noite vai avançando…
longa, escura e zombeteira.
Ouvem-se as vozes crescer,
pia a coruja matreira.
E eu vou…estando…estando
e mal consigo esperar… até o sol nascer.
 
Oh…
como demora a passar!
 
Olho o céu, desesperada.
Tu não vens e não virás
mas eu continuo a querer
deixar de ser mal amada...
e de repente te ver.
Nem que para isso…
nem que para isso...
eu tenha de te perder.
 
Fecho os olhos devagar
e penso em mais um dia
que me espera, ao acordar.
Longo, longo como a noite
em que tu não vais estar…
nem agora,
nem depois,
nem na minha fantasia! 
 
Nós iremos ficar os dois!
 
LC



Abril

2012-06-21T15:05:45.176-07:00

Agora que derrubaste o meu velho mundoque quebraste sebes e fronteirasque me olhas lá no fundo…bem no fundoe descobres raivas verdadeiras…Agora que me abrigas no teu peitoe me sussurras palavras ao ouvidoque me acolhes doce no teu leitocomo se eu nunca te tivesse tido…Agora que me quebraste todo o geloque me arrancaste tantas emoções a milque fizeste do meu rosto belo e belocomo se fosse o nosso mês de AbrilAbril…de liberdade salutar.Abril…de Primavera a florir.Abril…de amar…amar e amar.Abril…de descobrir…         tanto descobrir!Agora que entraste de mansinhocom a força dum ciclone repentino.Agora que me ensinaste esse caminhofala-me do destino…   do nosso destino! Agora tu és meu e eu sou tua.E finalmente a vida faz sentido.Agora faz de mim a tua deusa nuae continua as palavras ao ouvido!LC [...]



Noite

2012-06-19T10:51:22.409-07:00
















À noite tudo acontece.
Vem a calma e vem a paz
e tudo que nos pertence
ganha forma…
e um desejo voraz!

À noite a luz se vai,
ficam as sombras no ar,
ficam palavras à solta,
risos contidos,
vozes caladas…
e tantas dúvidas
que teimam em ficar!

À noite vem o luar,
as recordações gigantes
e as almas algo errantes
assombram o teu sonhar!

À noite eu fico só,
sem ti,
sem mim,
sem a vida que se esvai
por entre os dedos da mão
e tudo se reduz a pó
quando a alma cai no chão.

À noite,
o sol nasce
o sol se põe
à distância dum olhar..
como se o dia morresse
mesmo sem começar!

À noite,
eu sou tua…!
mas que adianta mentir?
Se sou tua sem o ser
se te vais mesmo sem vir?

À noite,
tudo acontece…!

LC



Em tempos

2012-06-18T12:51:10.093-07:00

Em tempos escrevi raivas,dores escondidas em vão,matei e morri por amores e desamores...e agora?...onde é que eles estão?Em tempos vivi horrores,retratei tragédias sem fim,caminhei, galguei e escalei...vales,montanhas,cidades ecansei-me tanto de mim!Em tempos gritei aos céus,aos mares e oceanos,vesti e despi mil véus,perdi em minutos... mil anos!Em tempos,tanta canseira,tanto ódio sem razão,tanta paixão verdadeira etanta falsa paixão!Em tempos,eu fiz vitória,com pedaços da minha alma,atei-a, retalhei-a eperdi totalmente a calma!Em tempos eu fui assim.Em tempos eu desisti.Mas agora...que te vi,que te senti e te vivi,acho que voltei a mim!Em tempos eu não sabia,que um dia te ia ter!Nem que eu tenha de morrer!LC[...]



Nuvem

2012-06-17T07:36:54.561-07:00

Eu não vou escrever um poema,nem sequer promulgar uma lei.Não vou demonstrar um teorema,mas não posso evitar o que sonhei…Sonhei que havia uma escada,com três degraus até ao chão.Tu disseste:Vem comigo …  descansada,passo a passo,mão na mão.No primeiro patamar,mostraste-me o sabor do gostar,sem pressas nem atropelos.E ali…Eu quis ficar.Com medo de mais subir,com medo do advir e não conseguir controlar.Mas tu voltaste a dizer:Fecha os olhos e confia,é no proximo degrau…que existe o maior prazer,a maior alegria. Eu confiei e subi,a querer e a não querer,agarrei-me tanto a ti…!Mas consegui vencer o medo, a incerteza e o dizer que sim e nãoe percebi que ali,era o degrau da paixão.Voltei a querer ficar,porque subir mais era aterrador.Pensei…pensei e pensei…será que o próximo degrau é o degrau do amor?Sorriste e voltaste a dizer:Vem, sem medo do encontrar,temos uma nuvem lá em cima,onde te quero levar.Vais ficar juntinho a mim e vais gostar!Porque é ali que eu e tu…e tu e eu…nos vamos amar!Quando acordei, Encontrei a nuvem a pairar…Será que estive mesmo a sonhar?LC [...]



Que tens tu?

2012-06-18T12:53:05.878-07:00

Que tens tu?Que me olhas por dentro do meu gostar,e agitas tudo...sem parar.Que tens tu?Que basta um SIM...a sussurrar,e eu me entregoaté te murmurar:Não vás,não te vás enquanto eu não disser.Não saias de perto de mim,enquanto não houver um fim!Não desvies os teus olhos...continua com o teu afagar!Que tens tu?Que me ajudas a subir...mais e mais e mais,até me encontrar!Que tens tu?Que me fazes ter-te, reter-te, guardar-te e não te querer largar!Que tens tu?Que albergas um mundo de emoções e me fazes entrarsem hesitar!Que tens tu...afinal?A mim,tu tens-me a mim.E eu juroque um dia … te vou amar!LC[...]



Agora é tarde...!

2011-08-04T09:42:57.058-07:00

(image)












Agora é tarde.
Perdi o dom de te saber esperar.
Já não alteras o ritmo do meu dia,
nem mexes mais no meu despertar.

Já acordo sem ti.
Sem o teu cheiro e o teu aconchego.
Já não te sinto a falta,
já venci “aquele” medo…
De te perder num piscar de olhos,
De sentir que desaparecias numa névoa do mar,
De deixar de ouvir o teu respirar,
De te imaginar inerte, sozinho, a pairar,
Numa nuvem escura,
para onde vão as almas impuras…
a penar!

Já sinto o meu peito mais leve,
Sem ti, sem nós, sem mim contigo,
Porque não eras mais que um floco de neve
Que derrete … ao mínimo sinal de perigo!

Que bom!
Já não existes!
Libertei-me dum fardo tão pesado,
que na hora de ouvir o teu nome,
vou imaginar-te…
(não um anjo alado)
mas alguém que nunca foi alguém.
Apenas ninguém!
Com muitos nomes diferentes,
Com muitos rostos ausentes,
A quem um dia,
infelizmente…
Eu quis bem!

LC