Subscribe: Comissão de Festas
http://comissaodefestas.blogspot.com/atom.xml
Added By: Feedage Forager Feedage Grade B rated
Language:
Tags:
abc rádio  até  caxarias  dos  foi  fátima    mais  nada  não  ourém  quem  rádio  sempre  ser  será  são  vai 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: Comissão de Festas

Comissão de Festas





Updated: 2014-10-02T07:01:07.976+01:00

 



SAP de Ourém vai funcionar até à meia-noite, mais duas horas do que o previsto

2007-03-16T21:46:08.606+00:00

Notícia publicada no serviço da Lusa:


Santarém, 16 Mar (Lusa) - O Serviço de Atendimento Permanente (SAP) de Ourém vai encerrar, a partir deste fim-de-semana, entre as 00:00 e as 08:00 e não a partir das 22:00 como estava previsto, anunciou hoje a autarquia.

A permanência do SAP em funcionamento durante mais duas horas do que o originalmente decidido no âmbito da reestruturação dos serviços de atendimento complementar, foi acordada numa reunião entre o presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, António Branco, e os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal de Ourém, David Catarino e Deolinda Simões, na presença do Governador Civil do distrito, Paulo Fonseca.

Em comunicado, a autarquia adianta que, na reunião, realizada na noite de quinta-feira, foi ainda decidida a criação de uma comissão que "analisará outras soluções que permitam que o SAP funcione ininterruptamente nos meses de maior afluência ao Serviço".

Da comissão fazem parte membros da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS-LVT), o presidente da autarquia e a presidente da Assembleia Municipal.

David Catarino disse à agência Lusa que a solução agora avançada já permite acautelar os interesses da população, tendo sido a reunião de quinta-feira "bastante proveitosa".

Segundo disse, o que a população e a autarquia pretendiam, acima de tudo, era serem ouvidos no processo, o que finalmente aconteceu.

Sublinhando não ser radical, o autarca disse compreender que a média de diária de nove atendimentos entre as 00:00 e as 08:00 não justifica que se retire um recurso que é essencial depois no reforço no atendimento nas horas de maior procura, tanto mais que o concelho só dispõe de um médico com menos de 50 anos.

Por outro lado, reconheceu que as urgências graves já hoje são encaminhadas para o Hospital de Leiria, servindo o SAP essencialmente para prestar consultas.

O funcionamento do SAP até às 24:00 é, no seu entender, uma solução "de equilíbrio" e que reúne "algum consenso".

Mesmo assim, o abaixo-assinado que corre entre a população vai prosseguir até domingo e será enviado ao ministro da Saúde, até para que se "perceba que esta é uma tomada de posição da população e não do presidente" da Câmara, frisou.




Será desta?!...

2007-03-16T17:45:31.740+00:00

Dizem que à terceira é de vez. Será desta que a CMO me vai responder às perguntas que lhe enviei?! Tem até amanhã de manhã (quarta-feira) para dar resposta... vamos lá ver. Ainda quero acreditar na competencia de algumas pessoas. Não sei se faço bem :S

[adenda 14 Março: A CMO respondeu. Obrigado!]



O pior autarca oureense de sempre

2007-02-19T11:44:57.990+00:00

Motivado pela crescente onda de participação em programas do tipo "O maior português de sempre" ou "O pior português de sempre", a Comissão de Festas lembrou-se de fazer "O pior autarca oureense de sempre".

Pois é, cá estamos e aguardamos pela vossa participação. Não é necessário fazer chamadas de valor acrescentado, apenas deixar no comment o nome daquele que considera "o pior autarca oureense de sempre".

No futuro, estamos a pensar fazer "O melhor autarca oureense de sempre"... mas temo uma adesão identica a do referendo sobre o aborto.



Ponto G foi para Gaia

2007-01-18T21:35:46.960+00:00

Desapareceu de Ourém e foi directinho para Gaia. O Ponto G está mesmo encostadinho ao rio Douro. Deixou de ser oureense para ser "doureense".

(image)
Agradecimento: Nuno Correia



Natal é tempo de festa!

2006-12-24T23:29:27.776+00:00

A Comissão de Festas deseja a todos os leitores, visitantes e amigos um Feliz Natal e um 2007 cheio de saúde e muitas ideias para a blogosfera oureense!!!!

(image)



Estádio Municipal de Fátima?!

2006-12-03T02:35:10.876+00:00

Li isto aqui. Nunca me dei ao trabalho de falar nisso, mas de hoje não passa. Estádio Muncipal de Fátima?! Fátima já é município?! Já estão a tentar encomendar outro "fato" à medida?

Sem comentários...



Manchete de A Bola dá fulgor ao Castelo

2006-11-19T20:41:12.206+00:00

Ao ver a capa do jornal A Bola fiquei com a clara sensação que lêem o Castelo. As semelhanças no título que faz manchete são obvias... vá-se lá saber porquê.
(image)



Cheias na Linha do Norte

2006-11-08T14:00:43.816+00:00

As fotos não têm grande qualidade, mas "a cavalo dado não se olha ao dente". Resta-nos imaginar como seria se o aluimento se desse com um comboio a passar... o que falhou na "modernização" da linha do norte?!

(image)
(image)
(image)
(image)
(image)
Agradecimentos: Paulo Batista



Oh meu Deus, como sou ignorante

2006-10-13T15:35:30.876+01:00

Recebi isto da Concelhia da JS. Faço questão de "postar"!
Caro Carlos.
Antes de escrever, também se devia informar.
A ABC Rádio foi vendida. A frequência foi vendida. A ABC Rádio deixou de existir. (acrescento eu: chamem-lhe o que quiserem. Eu chamo-lhe um reposicionamento, restyling, refreshing... enfim termos ligados ao marketing. As empresas também precisam destes abanões para que os clientes e colaboradores tomem noção da sua importância).
Nos mesmos estúdios, vai nascer uma outra rádio, que até já está a emitir, noutra frequência. (acrescento eu: com as mesmas pessoas que compunham o quadro da ABC Rádio. O Rui, a Paula, o Fernando Martins, a Lelita. Enfim, muda o equipamento porque os jogadores são os mesmos).
De Ourém, essa futura Rádio, pouco ou nada tratará, visto que será de cariz Regional - Nacional. (acrescento eu: já se informaram sobre a linha editorial para fazer esta afirmação)
De volta lhe pedimos para se informar dos financiamentos às Rádios Locais. (acresento eu: mas porque raio hei-de me preocupar com isso. Sou contra esse tipo de parasitismo)
A Rádio Marinhais, de Salvaterra de Magos, por exemplo tem um subsídio anual. (acrescento eu: estou-me marimbando para isso. Acho que esse tipo de parasitismo deve acabar. As empresas têm subsistir por si só. Pena é que quem anseia por poder ainda sonhe em compadrios)
Informe-se e depois comente. (acrescento eu: comento o que me apetecer no meu blogue, da mesma forma que outros estão à vontade para comentarem também, não barramos entradas ao contrário de alguns!)
Para que não tenhamos colocar esta resposta depois deste comentário, o que o deixaria (mal informado e visto), aguardamos sempre a sua participação noutros temas... (acrescento eu: não tenho necessidade de ficar mal visto. Não sou conhecedor de tudo, vocês são?! Pelo que vou lendo por aí também não o são, julgam é sê-lo!)
Com os melhores cumprimentos.
Secretariado JS Ourém



7 Comentários

2006-10-11T19:12:08.463+01:00

Como ao querer comentar um post (sobre a ABC Rádio) neste blog, não me foi possível, o que me fez lembrar o tempo de um certo utensílio de escrita da mesma cor do layout do dito, aqui fica o comentário lá deixado para ser levado à comissão censória:

Estimados «Jovens Socialistas do Concelho de Ourém que pensam as dialécticas sociais e políticas na procura de soluções globais»: confesso que, para pena da minha avó, não sou grandemente religioso, mas, até me benzi quando li esta escritura.

Com base na dita rabiscada, tinha "mil e uma" questões que gostava de colocar ao criador de tão magnífica obra. Mas, basta-me uma: com que base afirmam «E talvez isso também tenha justificado um deficitário apoio da Câmara Municipal a este importante órgão de comunicação social.»? Foi lamento que ouviu, por parte de alguém da rádio? Ou o rasteiro aproveitamento político aconselha a atamancar uma afirmação velada desse género?

Fico triste. Muito. Talvez por culpa das expectativas que tinha desse partido. Talvez porque tivesse a convicção/expectativa/pensasse que jovens já não estivessem acomodados/amarrados a apoios da administração central e/ou local a empresas, talvez uma enorme série de coisas... Continuo triste. Desapontado.

Mas tenho uma esperança. Tenho esperança de que o texto que li tivesse sido colocado on-line por mero acaso ou à revelia de ter sido revisto por alguém competente desse partido.

E continuo com esperança! Com esperança que falem com o Melo e conheçam um pouco mais a rádio, o contexto, a realidade.


PS (post scriptum; para o caso de alguma dúvida!).: a palavra "POLÍTICAS" -usada na cabeça do blog- tem acento no "I". Escreve-se, portanto, "POLÍTICAS".


Cumprimentos



ABC - Rádio

2006-10-09T10:29:42.546+01:00

Alguem me sabe dizer o que é que raio se passou com a ABC-Rádio?

Só ouço canticos religiosos e no meu rádio nem marca o RDS...



Texas vira um autentico faroeste…

2006-10-09T10:27:52.420+01:00

Este fim-de-semana deu-se um dos mais mirabolantes casos de que eu tenho memória. O Texas bar, em Rio de Couros, recebeu a visita do corpo da GNR de Tomar, Ourém, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e várias ambulâncias. Tudo porque alguém teve “frio”, e em com três amigos, resolveu “arrear” numa pessoa. Tiveram azar. O outro praticava artes marciais e, alegadamente como defesa, começou a distribuir fruta a torto e a direito.

Num breve resumo: umas pernas e uns braços partidos. E nenhum destes membros era do indivíduo que estava sozinho.


Será que estes quatro gajos nunca ouviram dizer: QUANTIDADE NÃO É SINÓNIMO DE QUALIDADE?



Um barco em Caxarias!

2006-10-02T11:37:57.966+01:00

Que Caxarias é terra de água é um facto. Que quando faltar água em Caxarias o mundo estará quase seco, também é verdade. Daí a ver circular barcos nesta magnânima vila foi um passo.

Era um Mercedes verde, um classe C. Cortou para uma rua (ou serventia) junto aos Móveis 3A… e fez-se luz na minha cabeça. Querem ver que é do sr. A****o? (por motivo de censura prévia não poderei dizer o nome, senão irão acusar-me de dor de cotovelo. Mas posso dizer que, de forma aleatória, as letras que faltam são: LBIN). Não sei se é, mas tem muita lógica. Um indivíduo que meteu tanta água enquanto esteve à frente da junta tem de ter um barco. Faz muito bem.



Criança de Gaia morre atropelada por um comboio. E se fosse em Caxarias?

2006-09-27T10:31:06.453+01:00

Esta notícia poderá ler-se aqui. Segundo complementou a TFS a população em causa reclama por vedações para impedir que estas situações aconteçam. Tomando este triste acontecimento como exemplo, reporto para Caxarias a questão das vedações. Eu, que só lá estou ao fim-de-semana, vejo várias vezes as pessoas a atravessar a linha de comboio. A linha está vedada, mas elas teimam em cortar a rede para passar (a CP ou a Refer [nunca sei distinguir a quem cabe o quê] já reparou a rede uma boa dezena de vezes). Tudo porque não querem fazer 100 ou 200 metros e passar com segurança pelo túnel de acesso, que se encontra junto à estação e que, até, está sempre aberto. O dia em que acontecer uma calamidade em Caxarias o que é que as pessoas vão reclamar?! Uma vedação com um gradeamento em aço?!



Falta de conhecimento ou de educação?!

2006-08-29T11:31:04.496+01:00

Tenho reparado que nos diversos blogues oureenses sempre que é feita uma crítica a este ou aquele sector, invariavelmente aparecem comentários onde se procura atingir a pessoa que o escreveu das formas mais primárias que podem existir. Quando escrevo “primárias”, no plural, é mesmo em todos os sentidos: “simiesca” e infantil.
Sempre parti de um princípio que ninguém é livre de críticas. Mas é essencial, em nome de quem se quer mostrar civilizado, que essas críticas sejam feitas de forma cordial, leal e clara. Sem recorrer a expressões: “és um palhaço”, “queres é protagonismo”, “candidata-te” ou “tens é dor de cotovelo”.

Não seria melhor no lugar de tentar sujar os outros, apresentar argumentos e esgrimi-los?! É que a reagir assim qualquer dia essas pessoas vão para a Assembleia da República, para onde vai quem não sabe fazer mais nada e não consegue triunfar na vida de outra maneira. Ok, não serão todos, mas para aí 75%. E estou a ser amigo, parece-me que às vezes são bem mais.



Fátima com turismo sexual?!

2006-08-23T10:47:14.430+01:00

Ao longo dos meus curtos 29 anos de vida ouvi ontem pela primeira vez que Fátima é um local de grande afluência de turismo sexual. Confio em pleno em quem me disse isto. Aliás, aparentemente deverei ser o único oureense que não sabia de tal facto. Será que é mesmo assim?!



Silencio que se vai…

2006-08-16T15:58:02.676+01:00

Podia começar esta prosa com a célebre frase: Silêncio que se vai cantar o fado. Mas como não sou o Fadista e os meus tempos de tunante já lá vão, hoje vou falar do silêncio. Do silêncio e do marasmo que se vive em Ourém.

Já o fiz anteriormente para espicaçar algumas mentes adormecidas ou anestesiadas. Mas confesso que o meu esforço foi inglório. Tenho notado que na nossa terra não se pode falar. Quem aponta o dedo a alguém é logo atacado “ferozmente” por vários (?!) “anónimos”.

Tem sido movida uma acção que procura silenciar quem agita as águas. Mas o pior (para eles) é que interpretam tudo de “pernas para o ar” e deturpam as ideias, provando assim não ter qualquer poder de encaixe e capacidade argumentativa para defender as suas ideias.

Algumas vezes podemos não concordar com algumas posições tomadas, mas isso não significa que tenhamos de assumir uma postura destrutiva não fundamentada. O debate esclarece as ideias e traz, inevitavelmente, novas ideias e consensos sobre determinadas matérias. O silêncio conduz-nos a lado nenhum.

O facto de se criticar, em várias ocasiões, a postura da edilidade ou de outros sectores oureenses não significa que se queira destruir o que de bom foi feito, mas acima de tudo pretende-se gerar discussão para se poder chegar a algum lado. Isto, mesmo que nunca sejamos ouvidos por quem detêm o poder. Mas, pelo menos, mostramos que somos parte interessada e activa, e no caso da "Comissão de Festas", como em vários blogues oureenses, sem qualquer ambição política.



A nossa homenagem

2006-08-16T11:04:53.030+01:00

O Funeral de D. Américo Henriques, Bispo emérito do Huambo, realiza-se hoje, às 11h00, na Sé de Leiria. O corpo será transportado depois para Alburitel, terra natal do prelado, onde às 15h30 será celebrada uma Eucaristia, seguindo-se o cortejo fúnebre para o cemitério local, onde serão sepultados os seus restos mortais.

O prelado, de 83 anos faleceu madrugada da passada segunda-feira, na Casa do Clero, em Fátima.

Filho de Luís Henriques e de Ana de Jesus, Dom Américo Henriques nasceu em Alburitel, na altura da freguesia de Seiça, concelho de Vila Nova de Ourém, desta diocese de Leiria-Fátima, em 6 de Outubro de 1923.

Notícia completa em Agência Ecclesia




A ver passar a avioneta

2006-08-14T16:53:16.523+01:00

Ontem, numa praia da zona, entre a futebolada com os miúdos e a merecida escapadela à toalha, dei por mim a olhar para o ar.

Mais uma avioneta. Mais uma voltinha, mais uma mensagem publicitária. Aquela dizia qualquer coisa, como: «Vilar dos Prazeres. Terra do Móvel. Showroom em Fátima».

Ora bem... mas o que é isto?

Para quem não conhece o core-business da terra que promete o melhor, daqui a uns dias, quando tiver de comprar uma mesa lá para casa, de que se vai lembrar? De nada, certo?

Já não bastava o claim ser um plágio (opinião minha!) do de P. Ferreira, ainda por cima mistura nomes de terras. No final disto, o que fica? Eu não sei, mas presumo que, infelizmente, nada.

Se há know-how, se há oferta, se há vontade, se há dinheiro, porque não parar de inventar e deixar as coisas com quem sabe?

Poderíamos ir mais longe, em vez de ficarmos a ver avionetas passar!



Os fogos voltaram

2006-08-08T10:31:10.340+01:00

Passado um ano tudo se repete. Continuamos a olhar e a criticar, fazendo pouco ou nada. Por este andar dentro de dois ou três anos já não haverá fogos no nosso concelho porque, simplesmente, nada haverá para queimar.
Uma palavra de apreço aos bombeiros trabalham de forma exaustiva nesta altura do ano. Obrigado!



Um exemplo como tantos outros!

2006-08-01T18:52:35.966+01:00

Num dos meus mais recentes trabalhos tive de consultar alguns clubes de norte a sul do país. Um deles, da associação de futebol do Algarve (AFA), queixava-se de concorrência desleal por parte de outros clubes. Isto porque o dinheiro dado pelas câmaras municipais para os escalões de formação estava, alegadamente, a ser gasto no futebol sénior (o que até é ilegal). Para além disso, os corpos directivos da maior parte dos clubes da AFA exerciam cargos nas suas câmaras municipais, os autocarros e campos eram cedidos a título gratuito ao clube e num dos casos o autocarro, que até era da colectividade desportiva, era alugado à câmara municipal sempre que necessário. Este último exemplo até se compreendia se não tivesse sido a própria câmara a oferece-lo ao clube… no comments.

Exemplos como estes passam-se em todos os concelhos do país. Não será necessário pegar no orçamento municipal de Ourém para vermos a “associação cultural e recreativa do cultivo do tremoço” a ser subsidiada anualmente pela edilidade para organizar uma corrida de sardinhas para a brasa e um concurso do levantamento do caneco, que termina invariavelmente no lançamento do vómito e/ou num belo par de murros entre alguns dos mais bebidos.

Como forma de premiar quem realmente trabalha não seria melhor deixar de subsidiar essas associações fantasma, que no fundo não passam de mais uma tasca e/ou café que organiza uma tarde de petanca por ano, e distribuir o dinheiro aos que têm provas dadas?!



A falta de visão do Notícias de Ourém

2006-07-19T15:02:42.056+01:00

Não tenho nada contra o Notícias de Ourém. Nada me move contra este ou outros jornais, até porque eu estou do lado da imprensa. Mas há dias coloquei neste blogue a fotografia de uma jovem que se encontra desaparecida (à semelhança do que foi feito no Castelo e no blogue da Elvira).
Não percebo porque é que o Notícias de Ourém não pegou no assunto para traçar um caminho sobre esta situação. Simplesmente vetou-o a umas linhas na secção “Casos de Polícia”. Como "jornalistas" que são, deverão saber que um dos critérios de noticiabilidade é a proximidade dos acontecimentos, tanto no tempo como fisicamente. E tratar deste assunto não carece de sensacionalismo. Pode desenvolver-se a notícia baseando-se nos factos, reconstituindo-os, procurar as últimas pessoas que contactaram com ela, etc…

Ser jornalista é sair da redacção e ir atrás da notícia. Como diz a TSF: Até ao fim do mundo, até ao fim da rua.


Se o desaparecimento de uma pessoa do concelho não merece atenção por parte da imprensa local, a quem mais interessará?!



Onde é que eu já vi uma coisa mais ou menos parecida

2006-07-12T11:47:23.873+01:00

Somos uns ingratos! Não sabemos nada de nada. Andamos para aqui a mandar bitaites e não percebemos nada de transparência política.

Na polónia o novo primeiro-ministro é “só” o irmão gémeo do Presidente da República. Estranho?! Claro que não. Jaroslaw Kaczynski foi escolhido pela sua grande capacidade de governação. Jamais passaria pela cabeça de Lech Kaczynski escolher um familiar, assim, por dá cá aquela palha. Isso é para países pequenos, sem expressão e onde a corrupção e o jogo de interesses imperam. Nem em Portugal isso acontece. Não há notícias que alguém com um cargo político tenha escolhido o seu irmão, gémeo, para o coadjuvar.



Urgente - Jovem desaparecida!

2006-07-10T22:03:39.220+01:00

Esta jovem encontra-se desaparecida há várias semanas. Segundo consegui apurar mora em Porto do Carro (Freixianda). Os contactos encontram-se na foto que se segue (cliquem na foto para ampliar):



Bombeiros de Caxarias e o requerimento do PS à Câmara de Ourém

2006-06-27T16:07:53.733+01:00

Li no Castelo que o Partido Socialista pediu uma reunião com Catarino para discutir os problemas que afectam a disponibilidade dos Bombeiros de Caxarias para cumprir os objectivos humanitários a que se propõem e que são de claro interesse para a comunidade.

É sabido que não sou propriamente um admirador de Catarino. Sinceramente acho que ele não acrescenta nada de novo a Ourém. É a minha opinião. Mas em relação a esta reunião, e conhecendo pessoas que pertencem e pertenceram a corporação acima mencionada o ideal seria também saber o que foi feito aos mais de 30 mil contos que os Bombeiros tinham quando a actual administração (penso que não houve eleições no último ano) tomou posse. Seria interessante saber isso.

Já agora, quem sou eu para perceber de gestão de um corpo de bombeiros, porque é que há tantos assalariados numa associação dita voluntária? Ninguém vive do ar, é certo, mas os bombeiros (sejam eles de onde forem) não têm que – desculpem a expressão – “desmamar cachopos”. E quem é de Caxarias sabe bem do que estou a falar.

De resto, apurando estas e outras questões, acho muito bem que apoiem os bombeiros em questão, bem como a corporação de Ourém (com as extensões de Freixianda e Espite)… ah e já agora a de Fátima.