Subscribe: ...um Tigre chamado Lucas!!
http://umtigrechamadolucas.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade B rated
Language:
Tags:
assim  derose  foi  isso  karma  mais  momento  nossa  nosso  não  quando  ser  seu  sua  são  tempestade  tempo  vezes  vida 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: ...um Tigre chamado Lucas!!

Diogo Tigre Lucas



...brindar o mundo com arte



Updated: 2014-10-03T05:34:44.903+01:00

 



Tempestade interior :: Depois da tempestade vem a bonança, assim como depois da bonança vem a tempestade...

2011-09-09T10:30:42.820+01:00

Aprendi da melhor maneira que, a seguir a um momento de êxtase, de elevação, ou destaque, sempre vem o momento de depressão, proporcional. Compreendo que, um pouco à imagem da expansão e contracção do cosmos, também no nosso mundo humano, após uma vitória, surge sempre o momento de tempestade onde algo é reclamado no afã de equilibrar as duas polaridades inerentes à existência.

Entendo-o agora, como uma lei natural que possibilita a ordem e o equilíbrio, dentro de um, por vezes aparentemente injusto, caos.

Sendo assim, nas próximas vitórias, não me entregarei totalmente ao deleite desse refastelador sentimento de orgulho que nos faz sentir grandes, e avançarei de imediato para a preparação do momento pós bonança. A tempestade interior.

Permanecerei centrado, atento e focado, para uma melhor assimilação de todo o processo e evitar ser apanhado de surpresa por essa inerente ventura!



Tempo de vida...

2011-08-31T11:16:21.607+01:00

Sou o primeiro a desculpar sinceramente um atraso, quando, por vezes, alguém perde as rédeas da sua organização temporal. Há anos que o faço e tornei-me mestre nessa arte.

Considero-me bastante tolerante, porém, pensando um pouco à cerca desses aparentemente inofensivos atrasos, agora mais maduro, percebo que ou é uma situação esporádica, e acontece a qualquer pessoa, ou de facto, consciente e inconscientemente aquele que nos faz esperar rouba-nos o nosso próprio tempo.

Será que a arrogância é tal para pensar que o tempo dele é mais importante que o nosso, será que ele é tão desorganizado que acaba vindo para cima de nós com essa desorganização desenfreada, ou pior, será que ele nem pensa nisso e simplesmente é tonto ao ponto de achar que isso não lhe trará consequências proporcionais?!

Como dizia Nelson Mandela, alguém que passou 27 anos do seu tempo de vida na prisão, "...o tempo é o bem mais precioso de um ser humano. É a métrica da própria vida. Fazer esperar os outros é o maior desrespeito que um ser humano pode assim cometer em relação ao seu semelhante."

Por isso, discipline-se, reprograme-se, mentalize-se que isso não mais pode acontecer. Uma boa forma de mudar esse condicionamento, é apontar para chegar 15 minutos antes. Vai ver que as coisas mudam.

Porém, e se ainda assim acontecer, previna-se e avise com antecedência suficiente para que a outra pessoa possa, dentro dos possíveis, rentabilizar o seu próprio tempo.

Cuide do próximo também neste tema... Dê-lhe mais vida!



Uma nova egrégora...

2011-07-03T11:20:20.224+01:00

...foi de uma alegria estonteante, um reconhecimento real do nosso trabalho, quando hoje, vi a nossa egrégora junta e motivada para crescer. Para aprender, e passar para o próximo degrau da escala evolutiva do nosso Método.

Confesso que quase soltei uma lágrima, pois já são alguns anos de dedicação total a formar pessoas lindas como vocês. Este é o melhor reconhecimento para os vossos instrutores. A valorização do sentimento gregário, a quinta característica do SwáSthya!

A união emanava no astral uma nuvem de pura alegria divertimento e vontade de partilhar as coisas boas da vida. Foi um orgulho!
Agora mentalizo para que esta egrégora cresça mais, para que mais pessoas como nós possam usufruir tanto assim desta alegria de viver e de o fazer juntos.

Parabéns:
Ana Ribeiro,
Carlos Teixeira,
Inês Caldas,
Liliana Oliveira,
Isabel Amorim,
Carla Aguiar.

De coração cheio, partilho o carinho, foi um prazer ver-vos unidos!
Beijos,
Tigre



Pessoas que sorriem por graça...

2011-06-27T14:58:00.668+01:00

Conheço pessoas que são exemplos a seguir. São uma inspiração de motivação quando, como foco de vida, se percorrem caminhos de edificação, desenvolvimento e evolução.
São pessoas, que embora discretas, abalam com elegância os pilares da auto reeducação. Normalmente não costumam ter atritos com os outros, são lúcidas suficiente para perceberem que é tudo ilusão. E são elas que sorriem aquando num meio de involução. Mas sorriem sinceramente, como quem por graça, abraça a criança que precisa de um “empurrão”.
É notável a sua capacidade de adaptação às mudanças, que por vezes são simples, mas nem por isso são descuradas pela sua voraz atenção.
Lembro-me especialmente de uma que me disse: Luto para alcançar a meta de aprender errando apenas uma única vez. Quão sábia essa atitude, que molda-se à vida mesmo sob o mais áspero trovão.
Agora e inevitavelmente penso, quantas vezes foi preciso dizerem-me que não apertasse a pasta de dentes no meio, que não deixasse a água a correr, que não esquecesse a luz acesa, etc.

Reflecti que, rumo à derradeira evolução, todas as pequenas coisas devem ser cuidadas com a mais carinhosa atenção. Pois nelas se reflecte a maturidade que é intrínseca e inseparável à nossa percepção. No cerne da nossa evolução, está a nossa percepção. A lente, mais ou menos límpida, pela qual interpretamos a vida.
Daí a importância de afinar a visão, de me mudar a mim e não querer mudar os outros. Me perdoe quem um dia me aturou.



Próximo Concerto | Maia Garage Sessions

2011-06-27T03:12:02.302+01:00

(image)
1 JULHO | 21H30 | TEATRO VENEPOR-MAIA

Primeira eliminatória do concurso de bandas "Maia Garage Sessions 2011".
Apresentaremos os temas:

- Hê Kalianí
- Umápatê
- Adi Divya
- Hara Hara Mahádêva

Contamos com a presença de todos. O local tem excelentes condições acústicas. Como tal, garantiremos um concerto intenso. :)

Um abraço de carinho para todos, e até Sexta.



Demonstração de Coreografia do Método DeRose

2009-09-12T10:59:18.542+01:00

Algumas demonstrações de apenas uma técnica do Método DeRose. A técnica corporal orgânica.

(object) (embed)

(object) (embed)

(object) (embed)



Pesquisem outras demonstrações no Youtube, buscando SwáSthya!
Abraços para todos.



Entrevista de 1 hora sobre a Nossa Cultura, pelo jornalista António Mateus.

2009-08-28T12:23:00.590+01:00

Conheça o Homem por detrás de um resgate de inestimável valor, de uma cultura ancestral quase perdida, hoje codificada como SwáSthya.

Veja aqui.



Um Caminho de Sublimação

2009-06-23T16:42:14.766+01:00




Incrível como tudo na vida tem sua razão de ser. É quando olhamos no passado que temos e sentimos a certeza, que não foi mera coincidência ou mero acaso, tudo o que aconteceu. Na altura em que o facto se dá, achamos que foi um acaso, achamos que não merecíamos, julgamo-nos sem sorte. Pensamos, e assim focamos, o facto de termos um problema, quando poderíamos apenas testemunhá-lo e assim tornar-mos consciente do que está na sua raiz. Se estivermos bem atentos, nesse momento conseguimos ter percepção da causa, e com isso evitamos que situações semelhantes perpetuem, ou agravem as consequências.
Estamos aqui a falar de Karma.

Karma significa “acção” e designa uma lei universal de causa e efeito. Karma não é algo bom nem ruim, não é espiritual, nem se quer moral. Não é moral porque este é temporal, logo está em constante mudança. É simplesmente mecânica, por ser um mecanismo da própria natureza. É uma espécie de energia potencial.
“Boa parte do Karma é modificável por quem conheça seus princípios. Muitas vezes pensamos que o Karma seja imutável, mas nós, é que temos medo de mudar. Qualquer mudança de hábitos, de alimentação, de amizades, de profissão, tem como consequência uma alteração enorme no Karma.” *
Com uma concentrada e querida vontade, viajamos em descoberta da semente desse acontecimento, apenas testemunhando.
Esta é a chave que permite um corajoso abrir a porta e dizer, eu quero ver!
Aqui começa a longa trilha da Sublimação.

*Extraído de um Livro do Mestre DeRose



Eu conheci DeRose

2009-06-23T19:02:34.968+01:00

O primeiro contacto surgiu ao ler o seu livro “Yôga Mitos e Verdades”, que me chegou às mãos por uma coincidência. Não, por um acaso! Foi abundante e intensa, a sensação de identificação por aquela pessoa. Foi um jorro de gratidão que brotou espontaneamente de meu coração, e se atiçava quando mais uma página era virada. Era como se essas experiências contadas (agregando a pertinência do tão nobre ideal da sua dedicação) ecoassem em mim vivências distantes, mas não perdidas. Como está presente esse sentimento. Devo-lhe a minha vida. Foi uma mudança muito nobre... A sua incansável persistência, a sua incorruptível dedicação, a sua inigualável coragem e motivação, despertaram em mim a importância da integridade incontestável, inerente na mais profunda verdade que habita o fundo do nosso íntimo, nos une e inflama o estado primordial de gratidão. Esta é a mais nobre sensação, com que vivo minha vida hoje e desde então, grato pelo carinho que ele nutre por todos, disseminando incansavelmente essa filosofia com um indizível afinco e sobretudo, com notável precisão (tanto no sentido de necessidade como no de exactidão). O primeiro contacto pessoal com DeRose foi verdadeiramente, em alto grau, especial. Maravilhoso momento aquele! A ele me dirigia para receber um autógrafo, no lançamento do seu novo livro. Recebe-me com um olhar meigo, profundo, e afectuoso. Para sempre recordarei aquele brilho familiar. Após uma dedicatória sincera de amizade, rubrica seu nome, fecha o livro. Abre os braços contagiando-me imediatamente com um carinho sobre-humano, abraça-me forte e intensamente, aconchegando-me no calor do seu esplendor. Durante meses andei inspirado a feitos maiores, para e pela humanidade. Uma vontade de contribuir e melhorar o mundo em que vivemos levou-me a querer aprimorar-me e cultivar em mim, aquilo que mais acho pertinente e por isso quero passar adiante. Tão precioso tesouro irá perpetuar! Fiz o curso de formação de Instrutores. Hoje para além de estar diariamente a contribuir para o desenvolvimento de centenas, tenho o privilégio de conviver mais de perto com esta pessoa tão especial. Mais do que a sincera notificação de que, “eu conheci DeRose”, realço e distingo com impetuosa magnificência a grandeza da minha excelsa e eterna gratidão para com este belo e absoluto Ser. Obrigado MESTRE DeROSE. [...]