Subscribe: Manual de Navegação da Dona-de-Casa Moderna
http://manualdonadecasa.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade A rated
Language:
Tags:
até  casa  dona casa  dona  ele    mais  muito  mundo  nem  não  olímpia  pode  pra  sem  ser  seu  são  tem 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: Manual de Navegação da Dona-de-Casa Moderna

Manual de Navegação da Dona-de-Casa Moderna



Este blogue tem por objetivo a valorização do trabalho e da pessoa da dona-de-casa. É um blogue de tendências esquerdistas, é verdade, onde não entra Ana Maria Braga nem receita de bolo, partindo do princípio que dona-de-casa é ou pode ser muito m



Updated: 2014-10-05T05:36:35.705-03:00

 



Satanás e Belzebu revelados.

2007-11-26T12:24:02.589-02:00

Estou eu, muito sossegada, varrendo minha porta. Sou daquelas que gosta de limpeza, usa capacho na entrada, tenho horror de pé sujo no carpete, e hoje está chovendo.Lourdes abre a porta e me chama, rindo e com urgencia. Eu entro e vamos á sacada maldita, o posto de vigia da Lourdes:-Ó lá, hoje elas voam de rodo....vassoura, na chuva não dá.Vemos Satanás e Belzebu atracadas uma ao braço da outra, sob o guarda-chuva.A cena é cômica, ambas se equilibram no salto alto, a ponto de escorregar e quebrar a bunda na ardósia.Enfim vou explicar. A platéia clama pela biografia curta de Satanás e Belzebu. Paciência então, senta que lá vem história:Moro num prédio de 3 andares, sem elevador, que tem outro bloco no fundo. O meu apartamento é de frente pra rua, como os outros dois do mesmo bloco, embaixo a Lourdes e no primeiro andar, Dona Berta. No bloco B, os apartamentos são de 2 dormitórios, dois por andar. Os nossos, do bloco A são de 4.Satanás e Belzebu são nossas vizinhas do bloco B, moram porta a porta uma da outra.Embora nossos apartamentos sejam maiores, somos consideradas, eu e a Lourdes, pobres. A dupla de cramunhões se acha a última coca-cola gelada do sertão.Embora elas vivam socadas num dois quartos com 3 filhos uma e dois outra, elas tem carro importado, vestem roupa de marca, carregam intermináveis sacolas de compras e os filhos pra oitocentas atividades extra-escolares.Só não entra lá é compra de supermercado.Nossa faxineira, que limpa além das áreas comuns do prédio as casas das amigas do cão, diz, no seu linguajar popular que "lá não se come pra não cagar". Bom, eu já vi isso antes. Pequena burguesia tem outras prioridades, comida e saúde não são. Roupas de marca, sim.Normalmente eu nem conversaria com essa gente, não sou afeta a conversa com vizinhança. A Lourdes eu já conheço ha tempos, estudamos juntas no colégio. Minha trgédia foi que, ao me mudar pra cá a Satanás me atacou, e como falo espanhol (minha mãe é espanhola) ela se pos a conversar comigo, pois é chilena.Na primeira conversa, já vi que a coisa não era boa, mas me desviei, educada. Nas eleições pra presidente, desandou. Era a primeira eleição, e os cartazes e faixas do Serra abundavam por todo o prédio. Embestei. Chamei a Lourdes e fomos ao diretório do PT mais próximo catar material.Ao verem nossas janelas e sacadas decoradas, as mulheres do diabo, as esposas do capeta entraram em frenesi.Belzebu me interpelou, quando eu voltava da venda:- Oi amiga...(o sorriso me assustou. Achei que a maquiagem ia rachar)Tenho pavor de que me chamem de "amiga", principalmente alguem que não conheço. A enviada do inferno continuou, no seu tom idiota normal:- Olha, eu e a ...(nome da Satanás) vimos as suas faixas e as da Lourdes e achamos que assim...sabe aqui no prédio todo mundo vota no Serra, sabe...Eu tenho um demonio tambem, dentro de mim. De vez em quando ele põe os chifres de fora, cresce o rabo, afia os dentes. Minha língua, de repente bifurcou:- E eu com isso?Acho que meu tom não foi nada bom, porque ela se enrolou. Pintou aquele medinho de tomar porrada:- Não, sabe, é que assim, de repente a gente pode ficar meio chateada, sabe...- Espero que voce não esteja sugerindo que eu e a Lourdes tiremos nossas faixas. Se voce ou alguem fizer isso, chamo a polícia.- Não, não amiga, não é nada, é que, sabe...E a ladainha incoerente continuou até que eu, de saco cheio disse tchau e subi.No dia seguinte, havia uma faixa do Serra atravessada na entrada do prédio. Eu decidi que aquilo fora longe demais. Fui ao bloco B, virada no bicho-papão. O marido da Satanás é síndico. Ao contrário da mulher, é um homem cordato e calmo,com aquele ar resignado que tem todo marido de megera. Ele foi imediatamente dar ordem ao porteiro pra tirar a faixa, enquanto Satanás espumava pela boca e rolava no chão. Cena digna de "O Exorcista".Mais tarde, o porteiro com um selinho do Lula colado no paletó, sorriu pra mim e disse:- Dona, até que agora a gente pode respirar, né mesmo?Respondi:- Respira Claudinei[...]



Ai, meus sais... Ou, de como mirar em cima e acertar embaixo.

2007-11-19T14:39:54.087-02:00

A imprensa brasileira é uma piada. Agora se agarram com unhas e dentes ao episódio do Presidente Chavez x Juan Carlos de Espanha. De repente o rei virou herói, porque aconteceu um contratempo qualquer, um bate-boca. Herói errado, hora errada.O rei Juan Carlos teve uma vida muito controversa, e já serviu de herói tanto para a direita quanto para a esquerda. A esquerda, diante da utilização do episódio pela direita, que compõe 99 por cento da imprensa brasileira, se esmerou em jogar lama no rei. Daí se conclui que as personagens envolvidas são utilizadas ao bel prazer de quem está no ar no momento.No fundo todo mundo quer atingir o Presidente Lula, que disse que Chavez falou a verdade. E falou mesmo, mas na hora errada.Monumentos da direita brasileira (o Brasil, politicamente não tem direita, tem os Tucanos e os Demos, que querem é se locupletar) como Heráclito Fortes Demosenador e Flexa Ribeiro Tucanosenador querem que a Casa faça uma "moção de aplauso" (que m...é essa?) ao rei. Uma estupidez sem limites.Em que pese o fato de Chavez estar tirando a Venezuela da miséria, algo que me é muito caro ao coração, acho que a personalidade frenética do Presidente venezuelano as vezes se coloca a frente do bom senso. Ele disse que Aznar é um pulha fascista, que ajudou a tramar o golpe contra Chavez na Venezuela. Tudo verdade, Aznar deveria ser jogado no Guadalquivir com uma pedra no pescoço.Porém Zapatero é um homem íntegro, que não merecia ter seu discurso interrompido de forma tão deselegante. Chavez tem razão em tudo, mas ele não é Fidel Castro. O grande problema é esse. Ele não pode discursar 30 minutos quando seu tempo era de 15 e esperar que todos o ouçam embevecidos. Ele não é Fidel Castro, que discursa 5 horas, e o povo não vai nem no banheiro pra ouvir.Aos mais de 80 anos, Fidel continua impávido, sob ataques muito mais violentos e ferozes, sob muitas mais ameaças de golpe, de envenenamento, assassinato, por parte da CIA e do governo dos Estados Unidos. Fidel escreve para a Caros Amigos e manda chumbo de volta para a maior potência militar do mundo, os EUA. Fidel tem e sempre teve coragem de herói. Fidel foi e é herói. Chavez ainda precisa comer muito feijão pra ser Fidel.Onde Fidel vai, queira ou não a direita estrebuchante brasileira e sua mídia ridícula, ele é ouvido, ele vira estrela. Onde ele estiver, lá estão os holofotes da mídia internacional.É porque, por mais que seja odiado, ninguém consegue se furtar ao carisma e a história de Fidel.Uma ilhota minúscula, um paiseco de nada, peitou e peita os EUA. Ninguém nunca fez . Ele é o calo de Bush e de seus antecessores, a humilhação que Deus providenciou para o império em decadência. Debaixo de um embargo criminoso, Cuba prossegue, ela sim impávida. Não adianta gritar e espernear, o povo cubano, até os Santeros, adora Fidel. Lá, Fidel é Xangô, o Justiceiro.Com os xiliques midiáticos esquecem-se, direita e esquerda de algumas coisas que deveriam ser lembradas, do passado e do presente. Esquece-se por exemplo, que em 1981 Juan Carlos, rei da Espanha, impediu e dissolveu um golpe militar franquista, numa atitude inédita para um monarca moderno. Esquece-se ainda que agora, mes passado, Zapatero mandou limpar o país de toda e qualquer lembrança do regime de Franco. E é óbvio, com o assentimento real. Enquanto isso, para afrontar Zapatero e toda a Espanha, Bento 16 canoniza um monte de padres que foram aliados do regime de Franco, deixando de lado os muitos religiosos que morreram exatamente por se oporem ao ditador.Tenho uma vizinha, a do primeiro andar, uma senhora adorável, Dona Berta que é judia e algum tempo atrás andou mortificada por causa daqueles eventos desagradáveis com o Rabino Sobel. Na ocasião eu já lhe tinha dito, e repetirei hoje, sem pudor:- Não reclama Dona Berta. Voces podem até ter um Sobel, mas e nós que temos um Bento 16? É mole ou quer mais?Quem nasceu pra Ratzinger nunca chega a João 23...[...]



E o povo acha que a gente é besta...

2007-11-12T16:48:36.324-02:00

Por conta deste blog, e também porque comento em vários outros, as pessoas encontram o meu e-mail.
Êta, que esse povo pensa que eu sou besta....
Aviso aos navegantes: Não adianta mandar mensagem metendo o pau no governo Lula, pseudo-jornaizinhos de direita, nem mensagens depreciativas. Tô nem aí, fofos!!!
Tem um retardado que fica insistindo. Já bloqueei. Vai tudo pro Lixo Eletrônico.
Minha caixa de entrada fica limpinha, precisa ver que maravilha.
Agora tem alguns dementes que mandam e-mails com segundas ou terceiras intenções. Chegou um hoje que é de um ridículo extremo: Uma mensagem supostamente enviada pelo Tribunal Superior Eleitoral, dizendo que meu título de eleitor foi cancelado por causa de irregularidades no meu CPF...ô santa ingenuidade...
Espero que as pessoas sejam suficientemente espertas pra não cairem nesse engôdo. Se o povo fosse um pouco mais ligado, não teriamos que ter 200 senhas e cartões de bancos com chaves.
O que me irrita é achar que eu sou idiota.
A Internet é uma coisa maravilhosa, mas como tudo, acaba sendo também um veículo para expor o que há de mais baixo no ser humano.
Uma pena, não vamos melhorar nunca?



O mundo não vai acabar na terça feira...

2007-11-08T15:51:05.092-02:00

Todo dia os jornais e a tv (a Globo, mais precisamente) inventam uma nova crise, que as pessoas sem imaginação, sem informação, sem boa intenção e com uma queda bastante acentuada para o investimento no terror e no sofrimento se encarregam de repercutir. Ah!! Como é bom sofrer!!Você olha nas caras contorcidas, desesperadas e vê claramente o prazer que o iminente sofrimento lhes causa. A pessoa regozija, curte, se esbalda diante da possibilidade de sofrer e de espalhar aos quatro ventos a sua desgraça. Sim, porque sofrer calado não tem graça... Tem que encher o saco de todo mundo, propagar a infelicidade, o medo e o terror.Nem todos os livros de auto-ajuda, nem todos os Gasparettos e Paulos Coelhos da vida (o Gasparetto é melhor que o Coelho...) vão explicar esse sentimento mórbido, nem vão curá-lo, porque a vontade de sofrer é maior, e o prazer extraído disso é infinito. Nossa classe média suga o sofrimento dos noticiários com a sofreguidão de um viciado. Sofrimento é droga.Aí o sofrimento requer expansão, fofoca, diz-que-me- disse, alarde, boataria, que é pra tomar proporções gigantescas, calamidade total, a criação de uma aura turva, energia ruim, a construção de um carma de proporções continentais.Satanás e Belzebu, seguindo os ensinamentos de sua mestra-mor Regina Duarte, estão em pânico total e descontroladas: Os aviões não são seguros, vamos todos morrer, a dengue vai matar 80 por cento da população em dois anos, a Venezuela vai nos invadir e conquistar numa guerra sangrenta, o Brasil está "de joelhos" diante da Bolívia por causa do gás,o leite tem ácido sulfúrico e vai( que falta de imaginação!) nos matar, etc, etc, etc.E é claro, tudo culpa do Lula que está nos levando ao caos, á morte certa.Ahã...mas não causa pânico nem espécie o mensalão do PSDB, os escândalos cada vez mais escabrosos do Rio Grande do Sul nas mãos da Yeda Crucius-Credo, nem o sucateamento da educação, saúde e segurança de São Paulo, governado pelo luminar da política brasileira, José Serra. Nada disso. Só causa desespero e pavor o que a Globo, Falha e Retardão mandam causar.Tem a Veja também, mas pelo encalhe na banca do seu Tony acho que ninguém mais lê.Até para obter prazer através do sofrimento nossa classe média precisa da autorização do patrão, do feitor, do sinhôzinho PIG*: - Sinhô, eu posso sofrer? Vai dar minha cota de chibatadas hoje?Nem uma palavra sobre nada de bom deve vazar. Todo dia tem uma invenção nova, uma mentira legal, uma meia-verdade, que pretende derrubar o Presidente. Todo dia tem um golpe novo contra a vontade da maioria dos eleitores deste País. E a classe média goza, rolando no sofrimento que lhe nutre a vida.O Presidente Lula, já muito puto da vida, e com razão, disse: precis"Aconteceu um probleminha de gás no Rio de Janeiro: Ah, acabou a energia do mundo. Não acabou. Este País já tem energia garantida até 2012. E o mês que vem tem o leilão do Rio Madeira. Em janeiro ou fevereiro vai ter outro leilão. E nós vamos descobrir os gases que precisamos descobrir ou vamos comprar o gás que precisa comprar". Disse também que não há espaço para descrença.E teve também a crise do terceiro mandato, que parece que acabou. Por mim ele ficava lá eternamente, mas já está claro que essa não é a sua (dele) vontade. Eu sou golpista? Não, sou só uma dona de casa feliz com o desempenho do Presidente. Que nem a Satanás, que é chilena casada com brasileiro, que chora até hoje a morte do Pinochet. Uns gostam do olho, outros da remela, fazer o que?A clase média masoquista não pode ver pobre ser feliz, não pode ver nordestino bem-sucedido, não pode com povo no poder.Classe média aprendeu a sofrer na novela. Faz até a cara da Suzana Vieira quando sofre. Sofrimento ensaiado, portanto mais pungente. O Ministério da Saúde deveria contratar o Gasparetto para fazer programa na hora da novela, ensinar essa gente o que é sofrimento real e o que é h[...]



Ode a Olímpia

2007-11-08T00:21:20.317-02:00

Angelina Jolie como Olímpia, mãe extremada de Alexandre, o GrandeEu gosto da Angelina Jolie. Dizem que muito mal se fala dela nas colunas de fofocas e revistinhas afins, eletrônicas ou não, mas como eu não leio nada que fale da vida alheia, pra mim tanto faz. Quando a gente sai do e-mail do Hotmail, cai na página do MSN, que junta todo tipo de notícia idiota da mídia podre, tipo Falha de São Paulo e Retardão, e lá sempre tem alguma manchetinha desabonadora sobre a atriz, de quem o mundo, segundo me parece, morre de inveja. Eu a acho um boa atriz, gosto do jeito dela, desde a Lara Croft, aquela Indiana Jones de saia (na verdade bermuda). Gostei muito da interpretação dela no filme "Alexandre", como Olímpia, a mãe do próprio. Em que pese que o filme, ainda que visualmente lindo, fosse uma porcaria, um pastiche histórico nada a ver e com um ator horrível como Alexandre (meu Deus, quem é aquele cara? Ele parece filho do George Bush, e não consegue sequer uma expressão facial! E além de tudo, velho para o papel), achei que Angelina fez uma Olímpia perfeita. Um pouco exagerada, é verdade, mas isso não é culpa da atriz. Olímpia era assim mesmo, uma Jocasta, linda e terrível. Claro que podemos compreender Olímpia, suas atitudes, sua luta pelo poder, seu rancor pelo marido, seu amor pelo filho. Dizem que ela pode ter assassinado o marido e a amante e os filhos desta, tudo é possível, e não podemos julgá-la com os olhos modernos e cristãos. O mundo era outro.A história julga muito mal Olímpia, os historiadores, antigos e modernos, são e foram na sua maioria homens. Como mulher forte e corajosa, mãe exemplar, Olímpia é considerada uma megera e anda sob suspeita de relações incestuosas com o filho. Pouco importa que Felipe da Macedônia fosse um porco cruel e degenerado, mas a idéia de uma mulher poderosa, capaz de vingar as ofensas e humilhações e de ainda por cima, ser uma mãe extremada, sempre causou arrepios de pavor na sociedade masculina. Portanto Olímpia, será sempre denegrida pela história, talvez um pouco como a própria Angelina. Olímpia defendeu até por assassinato (se é que é verdade), eliminando o pai e rivais, a subida de seu filho ao trono da Macedônia. Educou-o, construiu a personalidade do menino, ensinou-lhe a devoção pelos Deuses (hoje em dia seria chamada de beata), fez dele rei. Fez dele Alexandre, o Grande, porque sem Olímpia não existiria Alexandre. Sem Olímpia, nossa história seria outra.No entanto, ela continua a ser tratada como assassina cruel, mulher incestuosa e adúltera,louca, e lhe são atribuídos todos os adjetivos pouco honrosos que se pode imaginar, sem que haja nenhuma prova verdadeira disso.Até parece que os Frias, Civitas, Marinhos e Mesquitas já existiam... Também muito se falou e escreveu sobre a afirmativa de Olímpia, de que Alexandre não era filho de Felipe e sim de Zeus, Pai dos Deuses. O Oráculo de Tebas o confirmou filho de Zeus Amon. Claro que os historiadores e cristãos em geral riem disso, como crendice ou jogo político de Olímpia, e provávelmente do Oráculo. Eu não sei, há mais coisas entre o Céu e a Terra do que imagina nossa vã filosofia... É muito engraçado que aceitemos sem pensar uma concepção divina e não outra. Porque não? As coisas acontecem só uma vez? É para se pensar. Hoje eu vejo muitas mulheres no poder, como a Presidente da Argentina por exemplo, e penso que Olímpia se sentiria em casa e gratificada nesse nosso tempo. Ou não. Será que ainda continuaremos a demonizar as mulheres poderosas? É claro que sim. Ainda não acabou o sofrimento de Olímpia. [...]



Coisas da Liliana....

2007-11-06T01:53:51.990-02:00

A Liliana propôs a seguinte brincadeira:

1ª) Pegar um livro próximo (PRÓXIMO, não procure);
2ª) Abrir na página 161;
3ª) Procurar a 5ª frase completa;
4ª) Postar essa frase em seu blog;
5ª) Não escolher a melhor frase nem o melhor livro;
6ª) Repassar para outros 5 blogs.

O meu resultado foi:

"Fui buscar a vassoura; o Mestre, eu sabia, estava me ensinando o segredo da vida equilibrada."

Livro: Autobiografia de um Iogue, de Paramahansa Yogananda

O livro é simplesmente genial, e não escolhi, ele vive ao meu lado.

Agora vou achar as vítimas pra passar a corrente...hehehehehehehee!




A dona de casa moderna e o inferno que a rodeia

2007-10-22T22:16:27.281-02:00

A Liliana, que muito me honra com suas visitas a este humilde blog, colocou um comentário no post anterior que me fez refletir. Ela disse que tenta ser uma dona de casa moderna (e no meu entender, é sim) e pergunta sobre mim. Eu sou? Sei não, talvez. Mas se a questão for por comparação, sim, acho que sou.A dona de casa é o alvo mais fácil de toda propaganda, de toda mídia. Ela vê televisão, básicamente, e são muito poucas que tem acesso á Internet. As que tem, na maioria das vezes ainda estão atrás de receita de bolo. Não é todo mundo, tem muita dona de casa antenadíssima, mas minha vizinha a quem passo a chamar de Satanás, juntamente com a vizinha dela, Belzebú, só entra na net pra ver site de culinária e fofocas de artistas. Pra que? Compra Caras, Capricho...não, mas elas são "modernas". Voltarei a falar da dupla infernal em breve, mas hoje quero falar de outra ala do inferno. Ou outro círculo, como diria Dante. Li uns dias atrás (estou traumatizada com meu português ruim, me perdoem as construções de frase. Marilene Felinto, na Revista Caros Amigos deu uma esculhambada certeira no site da Secretaria da Educação de São Paulo, e eu fiquei traumatizada com a minha ignorância da língua) no blog do Paulo Henrique Amorim sobre um projeto de lei da senadora Patrícia Saboya (que nome chique que ela tem!) do PSB do Ceará, que tenta ampliar os dias da licença maternidade de 120 para 180. O projeto não força a barra, a adesão seria voluntária por parte das empresas.A senadora caucula que se todas as empresas aderirem, o governo federal deixaria de receber r$500 milhões em impostos, já que o projeto prevê que a empresa pode deduzir do IR o salário que a funcionária receberia na licença.Parece óbvio o benefício desse projeto para as mulheres que trabalham e principalmente para os bebês, que contariam com o tempo correto de aleitamento. Parece-me óbvio que a sociedade deva se importar com a qualidade de vida de suas gerações futuras, com a saúde física e mental de suas crianças. A segurança e felicidade transmitida pelo contato constante materno, para mim não tem preço.Mas percebo que o que é óbvio para mim, não é para todos. Infelizmente o PHA já retirou a matéria do blog, mas enquanto estava lá podia-se ler os comentários: todas as mulheres se mostraram entusiasmadas com o projeto, enquanto os homens, com duas ou tres honrosas excessões, foram violentamente contra. Não foram só comentários contra o projeto, a maioria era visceralmente contra, alguns até chamando as mulheres de vagabundas. Vagabundas porque queriam ficar em casa cuidando dos seus bebês até os seis meses.O que me assustou foi a misoginia.Não vamos confundir misoginia com machismo: misoginia é, segundo o dicionário, horror ou aversão ás mulheres, machismo é a crença de que a mulher é um ser inferior.O que me leva a crer que a sociedade brasileira já ultrapassou o mero machismo, a mulher-objeto, a coisa no comercial de cerveja. Agora é ódio mesmo. Poderia-se escrever um tratado psicológico á respeito, mas não estou aqui pra isso.Minhas conclusões baseiam-se sómente nos comentários de um blog? Não. Faça uma busca na net sobre o tal projeto e veja a quantidade de sites que se passam por "imparciais"(odeio essa palvra. Não existe imparcialidade total, é uma quimera. Ser humano não é assim), e a quantidade de homens que educadamente ou nem tanto, bombardeiam o projeto.Ainda para ajudar, li hoje no blog Os Amigos do Presidente Lula:http://www.osamigosdopresidentelula.blogspot.com/, que um juiz de Mato Grosso fez esse edificante discurso contra a Lei Maria da Penha, que aumenta o rigor nas penas contra agressões a mulheres no lar:"Ora, a desgraça humana começou no Éden: por causa da mulher, todos nós sabemos, mas também em virtude da ingenuidade, da tolice e da fragilidade emocional do homem (...) O mundo é m[...]



Don Odilo Cardeal Scherer

2007-10-19T14:09:22.482-02:00

Don Odilo Scherer, Arcebispo da Arquidiocese de São Paulo será elevado a Cardeal no dia 24 de novembro deste ano.
Ele foi aquele que não deixou o finado movimento "Cansei" fazer culto ecumênico dentro da Catedral da Sé. Don Odilo não é cansado, é ativo, culto, secretário geral da CNBB, e bastante corajoso, mandou a elite branca e cansada se catar.
Parabéns Cardeal Scherer, a coragem foi recompensada!
Agora eu queria saber onde vai dar essa história do padre Antonio Maria, aquele cantor que vive agarrado na imagem de Nossa Senhora e puxando o saco de celebridades, um cansado de marca, participando do tal evento na frente da Sé.
Enquanto uns, como o Cardeal Scherer nos fazem ter orgulho, outros nos envergonham...
Mas acho que é assim em todo lugar, não é mesmo?
No entanto eu espero que alguem tenha o bom senso de dar um chega-pra-lá no Antonio Maria.



Bacalhau à Mino Carta

2007-10-10T00:05:53.986-03:00

No blog do Sr. Mino Carta tem esta receita de bacalhau que achei ótima. Como o jornalista é uma pessoa de cultura e erudição invejáveis,ele escreve de forma poética e rebuscada, então eu tomei a liberdade de "secar" a receita, mas quem quiser ler no original, vale a pena, é só acessar o link aí em baixo.

Bacalhau à Mino Carta:

Para 5 pessoas:
Colocar na água fria e com sal 3 batatas com casca. Depois de levantar fervura, ficam por 25 minutos, saindo pré-cozidas. Corte-as sem retirar a casca, acrescente um copo de vinho branco seco e reserve.
1 cebola grande picada, alho poró picado á gosto, 1 coração de erva-doce picado, 2 latas de tomates pelados.
Esquentar azeite de oliva (eu prefiro o extra - virgem, sempre) em ponto de fritura, acrescentar a cebola, fritar até murchar, colocar o alho poró e a erva doce mexendo por 3 minutos e acrescentar o suco dos tomates.
Cortar os tomates em pedaços e amassar levemente com o garfo e junte-os, deixando por mais 3 minutos. Juntar as batatas e o bacalhau cortado em cubos(sem pele e espinhas, sem sal), 3 punhados de uva passa (eu prefiro brancas, mas vc escolhe) e deixa por mais 3 minutos. Colocar em seguida o tomate amassado, sal e pimenta à gosto e deixar por 5 minutos.
Apaga o fogo e junta 10 azeitonas pretas grandes sem caroço e cortadas em pedaços, um vidrinho de alcaparras (creio que é o de 100gr...não esqueça de tirar bem a água, para não salgar demais), 3 punhados de pinois (um tipo de pinhão pequeno, encontrado em bons supermercados ou lojas de alimentos árabes) e bastante orégano.
Aí é só servir.
Não é um prato muito barato, principalmente se a família for grande, mas achei bom pra inovar no Natal.



Cansei de gente burra, hipócrita e grosseira

2007-10-03T01:41:57.352-03:00

Estava eu relendo uma revista Carta Capital de algumas semanas atrás (sou assinante), e percebi que não havia prestado atenção a um rodapé com fotos na matéria sobre o finado (já foi tarde!) "movimento Cansei", do qual fizeram parte figurinhas mais que carimbadas do meio artístico, empresarial e -como direi?- "alta" sociedade? Dentre dondocas e babacas, (ou as duas coisas juntas, como quiserem), um totalmente sem-noção presidente da OAB de São Paulo, um nada, coisa nenhuma que pretende se projetar, o ridículo do João Dória Jr., aquele tampinha que apresenta um programa mais chato e mais besta que qualquer outra coisa no mundo (só perde pros programas de "humor" da Globo), um ser que tem ódio mortal de democracia, a ponto de destruir um monumento em homenagem ao jornalista Perseu Abramo a pauladas. Tem também a Ivete Sangalo, que se eu já não apreciava antes, desabou totalmente no meu conceito, a Ana Maria Braga, que deixou as receitas de bolo e foi "protestar"....contra o que? Não saiu bem na capa da Caras? E tinha gente do fundo do baú, tipo Wanderléia...alguém lembra dela? E do mais fundo do baú, tinha a Hebe Camargo. É, a Hebe. Aquela defensora ferrenha do Paulo Salim Maluf. Acho que ela não deve estar satisfeita, não tem mais ninguém que "rouba mas faz"... Mas o caso é maior que esse. Hebe Camargo, como todos os "artistas" que estavam presentes a uma pífia manifestação na Praça da Sé, vivem do povo, da audiência do povo. Esses artistas, cercados por forte esquema de segurança, vão a uma praça popular e se dão ao luxo de esnobar o povo, fazendo caras e bocas, cansados e entediados. Nesse furdúncio, uma senhora afrobrasileira de idade mais ou menos avançada, tenta se aproximar de Hebe. Ela chora, implora um segundo de atenção, sendo olímpicamente ignorada pela jabiraca cheia de jóias. É empurrada pelo segurança, que ao notar que Hebe entrou no carro, afasta a senhora e limpa com um paninho o carro, onde a pobre mulher tinha apoiado a mão, ou o braço, não sei. Que ódio de pobre! Que nojo que Hebe tem de seus fãs! Façam-me um favor: Ponham essa gentinha, essa cambada que só faz explorar a população no seu devido lugar, o ostracismo.
Faço minhas as palavras de Bárbara Gancia, que só não leio mais porque escreve na Folha de São Paulo, que faz imprensa marrom: Cansou? Deita no sofá!
E o ex-govenardor de São Paulo Cláudio Lembo, saiu com essa, ótima: “Cansei” é um termo muito usado por dondocas enfadadas em algum momento das vidas enfadonhas que vivem."
Quem diria que chegariamos ao ponto de encher a bola do Lembo...



Empresas corretas, vamos nessa.

2007-09-28T14:01:38.454-03:00

Andei meio doente e não pude escrever com a regularidade que gostaria, mas estou bem agora.Eu sou uma pessoa que, na medida do possível, procuro colaborar para o bem estar e a preservação dos animais do planeta, desde os pequenos, domésticos, até os grandes, selvagens. Isso é uma coisa que me preocupa muito e procuro ensinar ao meu filho essa preocupação.Eu gostaria de sugerir ás senhoras e aos senhores que porventura venham a ler este humilde blog, que pensem um pouco no assunto. Tenho alguns links aí embaixo que podem ser esclarecedores, principalmente o da PEA (Projeto Esperança Animal). Nesse site, eles fornecem uma muito útil lista de empresas que fabricam produtos de limpeza, cosméticos, perfumes, etc. que NÃO FAZEM TESTES EM ANIMAIS. Como não gosto de colaborar com empresas que praticam crueldades com os bichos em favor de seu próprio lucro, de uma maneira totalmente imbecil e desnecessária (não acredite nos "doutores" que essas empresas arrumam pra dizer que os testes são necessários. Está mais que provado que é besteira.), procuro comprar somente de empresas relacionadas ali. Eu mesma escrevi para algumas empresas, telefonei para os SACs, para confirmar. A maioria atende com gentileza, responde e-mails. A Unilever me mandou um e-mail em portugues péssimo, dizendo que demoraria pelo menos 3 meses pra responder a minha pergunta. Uma falta de educação e descaso com o consumidor brasileiro. Nunca mais compro nada da Unilever, além de testarem em animais(eles tem uma linha vasta de produtos, como toda dona de casa deve saber) ainda são mal educados. Fiquei surpresa de encontrar na lista da PEA a empresa IPÊ. Eles lançaram muitos produtos novos, não testam em animais e ainda tem programas de reflorestamento. Todo apoio á IPÊ. Agora compro tudo dessa marca, sabão em pó,detergente, amaciante e tudo mais. Adeus ao Veja, a IPÊ tem um melhor. Os produtos são de excelente qualidade e o sabão, por exemplo, nada fica a dever ao OMO, da famigerada Unilever. Estou fazendo propaganda mesmo, temos que incentivar essas empresas, que tem uma atitude social decente, neste mundo em decomposição.Tambem agora uso sabonetes e desodorantes da GRANADO e PHEBO, que alem de serem anti-alérgicos são ecologicamente corretos e não testam em animais.E tem perfumes ótimos. Se você tem um marido que nem o meu, que só usava o sabonete PROTEX (não sei porque homem tem mania de usar Protex, algumas amigas relatam a mesma anomalia), não se aperte: a Granado tem um sabonete anti-séptico muitíssimo mais eficiente que o Protex, mais cheiroso e menos daninho á pele. O Protex é muita propagande e muita soda. Bom, se voce se interessou, de uma olhada no site da PEA, lá tem as listas, tem muita empresa boa que voce certamente conhece, como Boticário, Davene e outras.. Eu ficaria muito feliz se mais donas de casa se conscientizassem da nescessidade de ajudar o planeta e seus animais. Nós, aquelas que fazemos as compras e cuidamos da casa, somos peças muito importantes nesse processo. Somos nós que fazemos as empresas crescerem e lucrarem e é a nós que elas tem que responder com qualidade e consciencia ética e ambiental.http://www.pea.org.br/crueldade/testes/naotestam.htmhttp://www.ype.ind.br/2006/http://www.granado.com.br/home/Default.aspx[...]



Lazer é bom e eu gosto!

2007-09-10T13:17:56.231-03:00

Alguns ainda acham que dona de casa é desocupada. A pergunta:"Voce é dona de casa?"ainda pode ser ouvida com frequencia, como se dona de casa passasse o dia sem fazer nada, coçando.
Em primeiro lugar, essa pergunta é irritante, como outras perguntas e observações similares, porque é uma óbvia mentira e em segundo lugar me irrita particularmente porque denuncia um pensamento protestante-americano de que o cidadão para ser íntegro tem que se matar de trabalhar. Uma coisinha hipócrita, destinada a roubar do ser humano qualquer momento de lazer, prazer ou felicidade. O trabalho é elevado á categoria de coisa divina, inefável. Mentira. Se por acaso voce for de alguma religião que tem como livro sagrado a Bíblia, deve saber que Adão e a primeira dona de casa do mundo, Eva, foram expulsos do paraíso, onde se passava os dias numa boa, e mandados "ganhar o pão de cada dia com o suor do seu rosto". Ou seja, trabalho não é benção nem virtude, trabalho é castigo.
Claro que algumas pessoas se afeiçoam ao trabalho, o que é uma coisa muito boa porque ele é necessário e na maioria das vezes inevitável, no entanto, negar que o lazer é a vocação inerente do ser humano é safadeza. Mil teóricos irão contra mim nessa afirmação, mas eu estou pouco me lixando. A verdade é que todo mundo gosta de ver o outro sofrer e quando não gosta, apenas segue como rebanho aquilo que lhe impõe a sociedade.
É a mesma moral da novela: pobre é que é feliz. Eu não assisto e nunca assisti uma novela, mas tenho amigos e amigas que o fazem, muitas vezes fui obrigada a ver um ou outro capítulo. Na novela, pobre tem mesa farta, casa bonitinha, se diverte na sua vilinha segura e agradável, se veste bem. Pobre é um luxo. Os ricos - coitados- tem uma vida chique, mas infeliz. Ou são uns monstros. Em suma a rede Globo quer te ensinar que voce jamais deve almejar algo mais que sua condição de pobrinho. Ser pobre é bom, ser rico é ruim. Voce tem que ser pobre e deixar que a classe rica tome as atitudes e as decisões por voce. Pobre, feliz, alienado e com a mentalidade dirigida pela classe mais alta, porque eles são inteligentes, eles tem curso superior, eles são o máximo. Ou seja, a mentalidade escravagista e colonialista do tempo do Império.
Aí, quando o povo(ai, que horror!) elege um presidente de origem operária, um pobre, é um Deus nos acuda. A Globo e tudo quanto é midia entra em parafuso:" Mas a gente não tinha dito pra essa gentalha pra ficar no seu lugar?Quem disse que pobre pode assumir poder?"
Pois é, goste ou não dona mídia, meu filho ou o filho de qualquer outra dona de casa deste país imenso pode hoje almejar ser Presidente da República.
E todos temos direito ao lazer e a felicidade.



A Valorização do Trabalho e da Pessoa da Dona -de-Casa

2007-09-03T15:13:32.734-03:00

Hoje em dia não é fácil ser dona-de-casa. Em geral há um olhar de desprezo, uma risota, um certo clima de "coitada" quando uma mulher se declara dona-de-casa.
As mulheres que trabalham fora se acham superiores, ainda que na maioria das vezes tenham que fazer a jornada dupla, dividindo o tempo entre a casa e o trabalho, e alguns homens(não todos) desprezam o papel que foi ou é desempenhado por suas mães(vai, Freud deve explicar...). Diante disso, vejo muitas mulheres perdendo auto-estima e se desvalorizando, confinando-se numa postura limitativa, tipo escrava-do-lar, sem opinião, sem consciência do seu valor e do valor de seu trabalho. Neste blog, quero chamar a atenção essas guerreiras do dia a dia. O trabalho doméstico é talvez o mais duro, árduo e mal compreendido de todos. Se fosse fácil, teríamos homens lutando por ele. Experimenta mandar ele esfregar o banheiro...hehehehe! É serviço de ajudante de pedreiro.
Se a dona-de-casa tem um nível econômico melhor pode e deve contratar uma faxineira para ajudar. Mas a maioria não pode. Você, dona-de-casa deve ter em mente, para começar, que seu trabalho é valioso e que ninguém tem autoridade para desmerecê-lo. Embora os filhos, o marido ou outros familiares custem a dar o devido valor, você deve lembrá-los com frequência.
Experimente passar uma semana fora. Quando voltar, provavelmente terá que encarar o quinto círculo do inferno na sala de estar, mas na maioria das vezes, vale a pena.
Em breve falaremos de outras coisas necessárias, mas a mais importante é a sua capacidade de se valorizar e fazer com que os outros a respeitem e respeitem seu trabalho. Lembre-se: O seu trabalho é necessário e deve ser convenientemente remunerado. Se é seu marido que recebe salário, o dinheiro não é só dele, é da família. Ele aceitou isso, assumiu esse compromisso quando se casou, e concordou com o modo de vida de vocês. Portanto, nada de ficar implorando por um sapato novo para você ou para as crianças. É a parte dele prover, já que você faz a sua parte. Os dois funcionam juntos, são sócios, onde cada um desempenha suas funções. Você administra a casa, portanto ele deve fornecer os meios para que você o faça da melhor maneira possível.
A relação deve ser de igualdade, afinal você trabalha tanto ou mais que ele.



Santa María Salomé

2008-12-12T01:35:14.969-02:00

(image) Como primeira postagem escolhi esta foto da imagem de Santa María Salomé e seus filhos que está em Bonares, Andalucía, Espanha.