Subscribe: com fusão de sensações.
http://sinnestesia.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade B rated
Language:
Tags:
agora  até  comentários  demais  ela  já não    mais  mesmo  meus  mim  não  pra  sem  ser  será você    tanto  você 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: com fusão de sensações.

com fusão de sensações.



vejo tateando os cheiros desse som que degusto



Updated: 2018-04-18T08:45:25.355-03:00

 



sem resposta

2017-11-14T23:45:16.543-02:00

será que você sabe que as outras pessoas são reais, tem sentimentos? será que você conhece a dor? o que é ser enganado? meticulosamente enganado, por anos a fio, até ser destituído da capacidade de confiar em si mesmo. será que você, ao menos por um segundo, já duvidou da sua própria verdade, da realidade, de algo que transpassou seu corpo, do inquestionável? será que você aprendeu que



Rehab

2017-11-12T17:34:56.305-02:00

O quanto já desejei que a loucura implantada meticulosamente em mim fosse real, talvez seja impossível mensurar. Até esse delírio me parece irreal hoje. Agora. Neste momento de contemplação, consigo me colocar no presente de uma forma em que consigo ver atrás, depois e além. O quanto já quis acreditar, desesperadamente, que aquele pesadelo era, na verdade, um sonho sem fim. Um sonho tão real



Memória

2017-09-26T16:01:41.504-03:00

Já não posso me lembrar as últimas palavras exatas que te escrevi, mas era mais ou menos assim: "A nossa história vai ser lembrada como um romance mal escrito que a gente leu na adolescência". Tinha toda uma construção antes, era um raciocínio lógico - que inclusive agora se mostra verdadeiro - e você ainda teve a deslealdade de me contradizer. Você me abandonou de uma forma muito cruel, será



Índigo

2017-09-01T01:19:36.001-03:00

São muitas sensações que tenho agora - e, aparentemente, isso, que me deslumbrou tanto ao conhecer Álvaro de Campos, segue ainda recente, passada já uma década, enfim - são muitas sensações que tenho agora; muitas e contraditórias, contraditórias e persistentes, persistentes e devastadoras. Devastam porque as vejo como estrangeiras dentro de mim, apesar da consciência de que várias e várias se



mapa

2017-08-28T12:40:59.667-03:00

Queria poder falar dessas sensações novas, também de outras antes adormecidas, mas me detenho na luta para mantê-las guardadas, como se me fossem tão essenciais a ponto de não conseguirem se desprender. Ou seria eu o cárcere? Abri a porta do altar escuro que guardei à chave tanto tempo e essas raízes se espalham preenchendo os espaços ocos entre todos meus destroços. E nessa gangorra, entre ir ou



0 Comentários

2017-07-27T02:27:28.144-03:00

Aparentemente, a mim foi negado o direito de padecer pelo veneno que outros me metem, tão docemente, goela abaixo. Importa mais o rótulo que o conteúdo. E que a envenenada se estrebuche ou se debata, parece inadmissível e pouco elegante aos olhos dos demais. O caminho que tomei até a minha morte, lenta e pouco gloriosa, parece comover pouco. Todos me olham e não me enxergam, me escutam e não me



Isso

2017-07-27T10:38:42.441-03:00

Acho que chegamos a um ponto em que as coisas parecem meio impossíveis. Essa conversa adiada, dia após dia; porque sabemos que vai doer demais, e não queremos nos machucar. Tem aquele verso do Renato Russo, né? Que toda dor vem do desejo de não sentirmos dor. Depois desses 10 dias repetindo anicca, anicca, anicca - impermanência – acho que entendi a doideira que é se apegar tanto a coisas



0 Comentários

2017-07-27T02:26:13.322-03:00

Povo enche a panela de pressão até a tampa, leva pro fogo, daí ela explode: AI NOSSA QUE PANELA RUIM ESSA! A penela sou euzinha. E ela vem com uma marquinha dentro, escrito “limite de capacidade” ou “encher até aqui” ou qualquer coisa do tipo. Essa panela, quando viu que estavam passando do seu limite já estabelecido, convém dizer, começou a fazer uns barulhos esquisitos. Só que, mesmo sabendo



Lágrimas de tinta

2015-10-18T13:16:18.354-02:00

Há um preço muito alto a se pagar pela estabilidade de um vulcão adormecido. Naquele tempo tudo fluía pelas minhas mãos: dor e dobraduras com a mesma paixão despreocupada. Mais além da calmaria finda, o tato se encerrou em um silêncio quase concreto. Eu, que vivi tanto através da escrita, me vi fúnebre num cotidiano medíocre inenarrável. Sabe a desgraça, apesar do meu costume a ela. Viver assim



Vinilindo

2014-03-02T11:58:17.754-03:00

Me lembro da primeira noite que passamos juntos. Você subiu no colchão e se aninhou sobre os meus pés. Eu me mexo muito. Então, a pequena pantera da cor da noite atacava, com os pequenos dentinhos de predador, aquela presa desconhecida debaixo das cobertas. Sono sempre me deixou de mau humor. Me virei várias vezes, o que provavelemente te deixou ainda mais intrigado. Mas também sei preparar



Berserk

2013-10-21T22:35:20.310-02:00

Como un náufrago, solitaria en un ricón desierto y cercada de frutos asquerosos. Muerta de hambre, arranco mis propios miembros y me los como. Es tanta la locura que estos dedos me saben a la comida más rica. Lo disfruto. Está este dolor pero no lo siento, apenas lo observo moverse alrededor de mi cuerpo enfermo. Caníbal hambrienta de estos sentimientos extraños: te quiero y te exorcizo, te beso



1 Comentários

2013-10-21T22:40:58.293-02:00

El lado malo del devenir planta es no poder arrancarse las raíces podridas. Mientras tanto las hojas se marchitan, ahogándose sin que hayan tormentas y quemándose aunque el sol no las pueda tocar.



Agenda

2013-10-21T22:36:28.594-02:00

Abro esta página. É o dia de hoje. E em tinta azul está escrito "saudade"... Que maneira de ser, a vida, morena! Por que é que tem que ser assim? Tão pesado e doído? Pra compensar todos os bons curtos momentos que passamos juntas? Queria estar perto pra te encher de beijos e deixar fluir no toque todo o carinho que você conquistou em mim. Essa lonjura já não faz sentido, encarar os problemas  dos



despertador

2012-09-13T00:58:41.166-03:00

quis te dar um completo que talvez nem eu fosse capaz de suportar. e você se foi, assustado, sussurando incoerentes escusas, quando a verdade sequer causaria tanta dor. te odiei, nao pela fuga, mas pela omissão dos fatos: é horrível chegar em casa, ter um cadáver apodrecendo na sala, e alguém te dizer "não se preocupe, ele só está dormindo uma sesta" completamente seguro de si. deixou claro que



0 Comentários

2012-09-10T22:41:19.892-03:00

sumi de vista, desapareci, a gente já não me encontrava, não sabia por onde eu andava. e me ocultei sozinha? certo que estive pelos mesmos lados, me fazendo visível a quem tivesse os olhos de me ver.



0 Comentários

2012-08-06T23:53:00.831-03:00

mesmo longe minha vida segue na mesma. desperdício. jogo fora cada um dos meus dias sem buscar qualquer acontecimento novo. vou sempre pelas mesmas ruas, atravessando pelos mesmos lugares, não descubro novidades nem para tropeçar. a solidão caiu imensa sobre meus ombros, sem aviso. o frio já não me incomoda tanto e sigo hibernando. dói demais ser eu só, o tempo todo.



anoche

2012-04-10T01:00:30.300-03:00

meu bem eu não suporto mais você longe de mim por isso eu corro demais, sofro demais corro demais, só pra te ver... seguimos pela via em direção a costanera e em cada cruzamento as luzes - amarillas, verdes, amarillas, rojas, amarillas, rojas, verdes, amarillas - não nos detém. ela corre, o vento me sopra os fios violeta, e canto. cruzamos a ponte, a noite, las luzes del puente colgante más



vinil arranhado

2012-04-10T01:01:09.908-03:00

sou alvo do atirador de facas: me fura, me corta, degola. assim, apagada voz, sigo ainda sem saber o rumo. nesta cidade as vias são de mão única, e não tomo uma direção, apenas estaco e desabo, soterrandos força e vontade. dançam, sem música, lagrimas de importência. quanto mesmo por mais tempo?



...said sadly

2012-02-05T04:02:54.254-02:00

dói muito saber que me diminuo pra caber dentro do amor dos outros. "mas muito pra mim é tão pouco..."



STELA SÓ PRECISA IR PRA ARGENTINA

2012-01-30T12:41:54.527-02:00

STELA SÓ PRECISA IR PRA ARGENTINA: Participe da minha vaquinha!



1 Comentários

2011-11-20T22:11:46.174-02:00

não tenho medo da minha nudez, embora a dos demais, quase sempre me assuste. já fuji tanto de olhares alheios e por isso temo que às vezes veja invadindo, como já me devastaram... sou bicho tão arredio que nem sei explicar como sobrevivi até agora, me esquivando de qualquer contato físico, murmurando colos e esbravejando TIRE SUAS MÃOS DE MIM! acho que obrigo as pessoas a seguirem por caminhos



0 Comentários

2011-11-06T20:56:58.739-02:00

se penso em me mover o fantasma que sou materializa, de suas divagações, a corrente que me impede. e eu, escrava que sou de pensamentos, me prendo a ela, mesmo sem sentir, mesmo sem crer que algo me prenda. é difícil dormir tranquila sabendo que a única inimiga que tenho se fecha logo atrás de meus próprios olhos.



1 Comentários

2011-10-18T22:33:03.792-02:00

ontem eu li um texto do galeano que me ficou atravessado na garganta, e até agora o estômago se recusa a recebê-lo. é estranho quando você diz algo e, se depara, nas entrelinhas do que outro falou,  com o mesmo.  não adianta, e eu já sabia: posso rasgar cartas, destruir minuciosamente cada presente, jogar livros no lixo, apagar fotos e emails, um a um. o inscrito no corpo se recusa a esquecer.



yin-yang

2011-09-24T14:37:36.421-03:00

tateio, no escuro de meus sonhos, a lembrança do seu corpo. e repito que te sei com a memória tátil de minhas mãos, esse recanto de terminações nervosas que só perde para o meu clitóris. também com ele te soube algumas vezes, não muitas. talvez só me pareçam poucas porque já não terei todas que quis. e reflito, dia após dia, onde pousaram meus erros... se eu só poderia te ser fiel sendo fiel a



0 Comentários

2011-09-07T02:51:24.126-03:00

assim me confesso: não sei fazer poesia, ela é quem me faz.