Subscribe: A Revolta das Laranjas
http://pauloedsonc.blogspot.com/feeds/posts/default
Added By: Feedage Forager Feedage Grade B rated
Language:
Tags:
câmara municipal  câmara  dia  dos  foi  mais  municipal seixal  municipal  não  pela  plano  proteção civil  seixal 
Rate this Feed
Rate this feedRate this feedRate this feedRate this feedRate this feed
Rate this feed 1 starRate this feed 2 starRate this feed 3 starRate this feed 4 starRate this feed 5 star

Comments (0)

Feed Details and Statistics Feed Statistics
Preview: A Revolta das Laranjas

A Revolta das Laranjas





Updated: 2018-04-19T12:50:53.776+01:00

 






Discussão Pública da Revisão do Plano Diretor Municipal do Seixal - Sessão de esclarecimento a 17 de janeiro

2014-02-10T10:45:24.416+00:00

Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil em debate Município do Seixal publicada em Fev 06, 2014O Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil do Seixal foi desenvolvido para enfrentar situações de emergência em cenário de acidente grave ou catástrofe que ocorram no âmbito territorial e administrativo do concelho. Este plano é desenvolvido pela Câmara Municipal do Seixal em conjunto com os agentes de proteção civil representados na Comissão Municipal de Proteção Civil do Seixal. Em vigor desde 2010, o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil do Seixal foi agora revisto e encontra-se em fase de consulta pública até dia 4 de março. Encontra-se disponível para consulta nos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal, nas Lojas do Munícipe, juntas de freguesia e em cm-seixal.pt. No dia 10 de Fevereiro realiza-se uma sessão pública de apresentação e esclarecimento à população sobre o PME, integrada no Fórum Seixal. A sessão terá lugar às 20.30 horas, na sede da Associação Humanitária dos Bombeiros Mistos do Seixal. (...)



Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil em debate

2014-02-10T14:19:25.770+00:00

Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil em debate Município do Seixal publicada em Fev 06, 2014O Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil do Seixal foi desenvolvido para enfrentar situações de emergência em cenário de acidente grave ou catástrofe que ocorram no âmbito territorial e administrativo do concelho. Este plano é desenvolvido pela Câmara Municipal do Seixal em conjunto com os agentes de proteção civil representados na Comissão Municipal de Proteção Civil do Seixal. Em vigor desde 2010, o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil do Seixal foi agora revisto e encontra-se em fase de consulta pública até dia 4 de março. Encontra-se disponível para consulta nos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal, nas Lojas do Munícipe, juntas de freguesia e em cm-seixal.pt. No dia 10 de Fevereiro realiza-se uma sessão pública de apresentação e esclarecimento à população sobre o PME, integrada no Fórum Seixal. A sessão terá lugar às 20.30 horas, na sede da Associação Humanitária dos Bombeiros Mistos do Seixal. (...)



Discussão Pública da Revisão do Plano Diretor Municipal do Seixal - Sessão de esclarecimento a 17 de janeiro

2014-01-15T11:33:42.168+00:00

O Seixal está a projetar um novo ciclo para o futuro. A discussão pública da revisão do Plano Diretor Municipal, inserida no ciclo de debates do Fórum Seixal, está a decorrer até ao dia 28 de março. O modelo agora em discussão reflete as opções e importância estratégica atribuída ao desenvolvimento económico e sustentável, à criação de emprego, à requalificação urbana, à participação coletiva, à coesão social e à cidadania. Venha conhecer a proposta de Revisão do Plano Diretor Municipal e participe na construção do futuro do seu município. Próximas sessões 31 de janeiro – Reestruturação do Espaço Urbano, Mobilidade e Transportes Sociedade Filarmónica Operária Amorense 17 de fevereiro – Desenvolvimento Económico Sustentável Sociedade Musical 5 de Outubro, Aldeia de Paio Pires 27 de fevereiro – Proteção do Espaço Natural e Valorização Ambiental Moinho de Maré de Corroios 14 de março – Promoção da Equidade e Coesão Social RioSul Shopping, Arrentela 28 de março – Sessão final da discussão pública da revisão do PDM Auditório do Mercado Municipal de Fernão Ferro



CARTA ABERTA AO SENHOR MINISTRO DA SÁUDE

2014-01-07T10:05:46.526+00:00

CARTA ABERTA AO SENHOR MINISTRO DA SÁUDE:   Autor:Paulo Edson Cunha – Vereador eleito pelo  PSD na Câmara Municipal do SeixalASSUNTO:HOSPITAL no Seixal  Exmo. SenhorMinistro da SaúdeDr. Paulo Macedo A Câmara Municipal do Seixal anunciou, em comunicado, que as populações dos três concelhos vão deslocar-se a partir das 15h30 às instalações do Ministério da Saúde, em Lisboa, para "cantar as janeiras" a Paulo Macedo. Nessa ocasião, "Serão também entregues as centenas de mensagens que os participantes na iniciativa Natal do Hospital no Seixal escreveram ao Sr. Ministro, uma vez que foi convidado para estar presente, mas não compareceu", acrescenta a nota.Apesar de solidário com a iniciativa, não estarei presente, por individualmente optar por dar o meu contributo através desta Carta Aberta e por a minha luta e o meu contributo serem  feitos não só com esta Carta aberta, como também com um pedido de reunião que farei seguir para os Grupos Parlamentares representados na Assembleia da República e para o Sr. Ministro da Saúde, na qualidade de vereador eleito pelo PSD no Seixal, meios que considero mais eficazes do que a repetição de iniciativas anteriores, adoptadas pela Câmara Municipal do Seixal e todas eles ineficazesNo entanto não posso deixar de elucidar a opinião pública que a primeira vez que o Hospital no Seixal aparece referenciado em documentos oficiais é no Plano Regional de Saúde, encomendado pela ARSLVT (Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo), no final do século passado. Este documento continha os aspetos mais importantes das necessidades de cuidados de saúde na região. O Hospital do Seixal não é, pois, uma reivindicação original da Câmara Municipal do Seixal, nem tão pouco é um exclusivo político da CDU. Todos os partidos e agentes políticos locais se têm batido pela sua construção. Cada qual à sua maneira. Recorde-se que em agosto de 2009, foi reconhecida a necessidade de se construir um hospital complementar no Seixal para servir as populações de Seixal, Sesimbra e Almada, tendo sido celebrado um acordo estratégico com o Governo. Fazer cumprir o Protocolo assinado para a construção do Hospital do Seixal é um dever de todos, luta com a qual sempre tenho estado solidário. Foi lutando que se conseguiu que ele fosse elaborado e assinado, é lutando que se conseguirá que ele seja cumprido. Admito é que haja visões diferentes sobre o meio para alcançar os fins. Eu escolhi este. Refira-se que defendo que O custo social, a que toda a população servida pelo Garcia de Orta , é muito superior ao custo deste Hospital, por isso continuo a pugnar e a defender a sua construção urgente. Para além de outros critérios como sejam  a justiça e equidade pois, por exemplo  só a população do Seixal, em IRS, paga mais de 200 milhões por ano. Ora o que aconteceu foi o contrário, pois O hospital devia estar concluído até ao final de 2012 e e no início de 2014, nem o projeto de construção foi concluído. Mais recordo ao Senhor Ministro que o último relatório da reforma hospitalar divulgado pelo Ministério da Saúde, que paralisava temporariamente o processo de construção do Hospital no Concelho do Seixal, contraria a prática subsequente, com a paralisação total do processo e ausência de desenvolvimentos, o que contraria a necessidade urgente da continuação do processo de construção do Hospital, ou pelo menos do retomar do processo, enquanto o estado não encontra melhores condições conjunturais para o terminar. Recorde-se que todos os estudos oficiais confirmam as carências de resposta do Hospital Garcia d’Orta e reafirma a necessidade da construção de uma unidade hospitalar no concelho.  Os munícipes dos concelhos do Seixal, Sesimbra e Almada, bem como a população em geral, reivindicam muito justamente a construção urgente de [...]






Minha posição, enquanto Vereador eleito (listas PSD) sobre as GOP´S e Orçamento para 2014 da Câmara Municipal do Seixal

2013-12-12T19:24:46.077+00:00

POSIÇÃO DO VEREADOR ELEITO NAS LISTAS SOBRE AS GOP´S E ORÇAMENTO PARA 2014Estamos, pela primeira vez neste mandato, confrontados com a análise e votação das Grandes Opções do plano e  também do Orçamento para 2014.Assim, e em termos preambulares, venho colocar a questão da forma. Da forma como o documento nos é apresentado, mas sobretudo da forma como o documento é elaborado.Quanto à forma como o mesmo é apresentado e, sabendo antecipadamente o quão sensível o Sr. Presidente é a elogios, poderá contabilizar, na sua contabilidade pessoal, os meus parabéns pela apresentação gráfica, pela sistematização do mesmo, tornando-o mais perceptível, ou pelo menos com mais rapidez.Mas, Sr. Presidente e Srs. Vereadores da maioria, não se deixem embalar por elogios, que apesar de sinceros, são laterais ao fundo dos problemas. Se dúvidas tiverem quanto ao que vos escrevo, também vos direi que sou um grande admirador da forma como o ex-PM apresentava os seus projectos – os então famosos power-Points - mas é consabido de todos o que penso do seu conteúdo e a responsabilidade que lhe atribuo no momento difícil que todos vivemos, sendo que essas dificuldades não só estão plasmadas neste próprio documento como, muito pior, nas nossas vidas.Mas referi que, no que concerne à forma, há outro aspecto a declarar. E esse não só não é tão positivo, como inclusive, é objecto de forte crítica: - um documento desta importância deve ser discutido, trabalhado com a oposição. Durante o tempo que for necessário. Isto é, se efectivamente querem o contributo dessa oposição e não apenas o seu voto. Porque para isso, basta clarificarmos as coisas. A CDU tem 6 votos em 11, sufragados pela maioria dos votos expressos e a oposição tem 5 e votará conforme lhe apetecer. Mas, pelo menos falando em nome do PSD, depois não digam que não contribuímos, que não apresentámos propostas, que estamos contra por estar.Deixo aqui o meu compromisso de, como sempre, me disponibilizar para ajudar (mas ajudar mesmo) na elaboração dos Orçamentos e Grandes Opções do Plano para os anos de 2015, 2016 e 2017 e se o meu contributo prévio não for procurado, perceberei que o contributo que de mim esperam, enquanto vereador eleito por uma força política é meramente o voto e assim farei. Mas, nesse caso, não digam que não apresentámos propostas. Que não contribuímos. Porque, se todos formos sérios, como sei que somos, não podemos apresentar um documento fechado, a uma sexta-feira e mandarem-nos votar na quarta-feira seguinte, aquilo que são as grandes opções e a vida dos munícipes no ano civil seguinte.Por outro lado, este orçamento emana desde logo de um lapso. Compreendo-o. É ideológico por um lado, e conveniente, por outro. O memorando de Entendimento a que o Governo Português recorreu, foi causado por políticas desadequadas, traduzidos em sucessivos défices orçamentais e não resultam na sua consequência, ou seja, não o Memorando de entendimento a causa dos nossos problemas, mas sim os problemas que obrigaram a recorrermos ao Plano. O Plano é mau? Aí estamos de acordo, mas foi o que conseguimos e até foi negociado por outro governo (e de outra cor política, que não a minha), por isso até estou mais à vontade.Assim como a perda de autonomia financeira do nosso município, resultou das políticas desadequadas, tomadas de forma soberana, que se traduziram em sucessivos défices orçamentais e externos, o mesmo aconteceu ao País. Quem paga, num caso ou noutro? A população. Infelizmente.Num caso, como no outro, a recuperação da autonomia financeira perdida exige um processo de ajustamento - Exige o equilíbrio efetivo das finanças públicas municipais, a sustentabilidade do sistema financeiro e a transformação estrutural da nossa economia", E, mais importante, há grandes quebras de receita nos últimos a[...]



Francisco Sá Carneiro - Uma homenagem Partido Social Democrata: 39 anos (+playlist)

2013-12-04T09:56:28.957+00:00

Era de noite. Todos sabemos, no inverno escurece mais cedo. Eram também outros tempos. Tempos imemoriais em que as crianças saiam da escola e não se agarravam aos viedo-games, não tinham DisneyChanel, muito menos tinham computadores, PC´s, Tablets ou facebooks. Bricávamos à Sirumba, ao pião, aos carrinhos de rolamentos, feitos por nós próprios e ao bate-pé. A partir da hora do jantar era comum ouvirmos o nosso nome, ou do amigo vizinho para ir tomar banho, fazer os trabalhos de casa ou jantar. Era uma sinfonia de vozes de mães a chamarem-nos. Era um som agradavelmente familiar e deixava-nos reconfortados, felizes com o nosso espaço. Sentiamo-nos seguros. Naquela noite sentimos que algo de grave se passava. A televisão não estava a dar a emissão corrente. Já nem me lembro se eram os tempos aureos da telenovela "Gabriela" que parava literalmente o País, ou era o telejornal. Sim, desde a "Eurofestival da canção" aos "Jogos sem Fronteiras" tudo era visto em família, na sala, todos sentadinhos e expectantes, pois só havia uma televisão e a oferta resumia-se a RTP2 ou RTP1. Ainda me lembro quando deu o filme "Pato com Laranja". Que escândalo, meu Deus! A direcção de então da RTP foi demitida. O ministro teve a cabeça a prémio. Nunca cheguei a ver. Amaldiçoei-me por isso. Diziam que havia cenas ousadas. Era o delírio entre a populaça. Somos assim os Tugas, moralistas, mas todos queremos ver, aquilo de que falamos mal. E depois de ver, criticamos e pedimos consequências. Como dizia, nesse dia senti um estremecimento. Não por mim, mas pela cara da minha avó. "Meu Deus, que aconteceu?" perguntava ela. Preocupação na cara. Eram tempos difíceis. Depois de termos fugido de África, houve todo o processo de integração na sociedade, houve o PREC, houve o 25 de Novembro e, com Sá Carneiro, finalmente a democracia estava a dar os seus primeiros passos. Havia esperança no futuro, mas havia um passado muito presente. Teria sido um golpe de estado? um retrocesso eleitoral? uma tragédia? Uma tragédia era concerteza. Música clássica a interromper a emissão não augurava nada de Bom. Eis que de repente surge a notícia, aquela que menos queríamos ouvir - Sá carneiro morreu (http://www.youtube.com/watch?v=u99uJZ9zGT4). Eu não ouvi. Fui poupado. Todos sabíamos que a notícia não seria boa. À cautela fui mandado para o quarto. Mas ouvi choros e exclamações de dor, preocupação, tristeza. Eu já simpatizava com o partido. era muito pequeno para perceber, mas sempre ouvia a minha avó louvar Sá Carneiro. Sempre via a esperança nos olhos dos mais velhos quandop dele falavam. Até já tinha, muito orgulhosamente aliás, ajudado a pintar a cal a frase, "AD 80/84". E se as pessoas em quem eu confiava, confiavam em Sá Carneiro, então eu também confiava. As crianças são assim. Nesse dia dia decidi: quando for grande, vou ser do PSD. Por isso, tudo faço por honrar o legado do homem que deu esperança à minha família.
allowfullscreen="" frameborder="0" height="344" src="//www.youtube.com/embed/HWo9NZbwSxA" width="459">






1 de Dezembro de 1640 - É sempre bom manter viva a história

2013-12-01T14:30:11.839+00:00

allowfullscreen="" frameborder="0" height="344" src="//www.youtube.com/embed/sZ_6kzCmcrc" width="459">






Aumento do IMI no Seixal

2013-11-27T09:46:18.985+00:00

Interessante a nova semântica adoptada pelo partido que tem maioria na Câmara, que fala em actualização em vez de aumento. Quando pagarem mais os vossos IMI´s, não se esqueçam, "não estão a pagar mais", estão só a actualizar a taxa...






"Salve el Comandate" - "Semmais Jornal" 23 Novembro 2013

2013-11-25T22:54:49.334+00:00

O meu artigo desta semana, que saiu (e ainda está nas bancas) no "Semmais Jornal" (distribuído com "O Expresso) na margem sul. Espero que gostem.





Inauguração do Polo do Seixal da escola de Música do Conservatório Nacional

2013-11-25T16:13:02.480+00:00

Inauguração do polo do Seixal da Escola de Música do Conservatório Nacional
Na próxima quarta-feira, dia 27 de novembro, às 18 horas será inaugurado o polo do Seixal da Escola de Música do Conservatório Nacional.

A funcionar no edifício do Centro de Formação e Recursos, na Mundet, cedido pela Câmara Municipal do Seixal, a escola conta com um programa pedagógico com o selo de qualidade do Conservatório Nacional.

As aulas são dirigidas a crianças do 1.º ciclo (do 1.º ao 4.º ano). Os alunos frequentarão semanalmente aulas de Iniciação Musical, de Classe de Conjunto e do Instrumento que escolham, que pode ser contrabaixo, flauta transversal, oboé, saxofone, trompa, trompete ou tuba. Haverá aulas individuais e em grupo.

O objetivo da criação de pólos da Escola de Música é aproximar o ensino especializado da música aos alunos residentes fora da área da grande Lisboa, numa experiência pedagógica com plano de estudos aprovado pelo Ministério da Educação.(...)

O apoio da Câmara Municipal do Seixal a este projeto vai ao encontro da forte ligação do concelho à música, através da tradição das bandas filarmónicas nas coletividades e, mais tarde, da criação de grupos e bandas jovens que singraram no panorama nacional. Outro objetivo é tornar acessível a alunos da margem sul o acesso ao ensino da música e possibilitar a formação de talentos musicais.

A assinatura do protocolo de colaboração entre a Escola de Música do Conservatório Nacional e a autarquia teve lugar no dia 12 de setembro,




30.ª edição do Festival de Teatro do Seixal

2013-11-15T11:42:19.220+00:00



ABERTURA DO FESTIVAL DE TEATRO DO SEIXAL DIA 15 DE NOVEMBRO Esta sexta-feira, dia 15 de novembro, pelas 21.30 horas, no Auditório Municipal, a 30.ª edição do Festival de Teatro do Seixal tem a abertura marcada com a peça «E Tudo o Casamento Levou», com os atores Almeno Gonçalves e Maria João Abreu. O festival decorre até ao dia 14 de dezembro, por nove palcos do concelho, que vão receber dez peças, a maioria com entrada livre, produzidas por diversos grupos de teatro do país – O Grito, Sola do Sapato, Teatro Extremo e Produções UAU – e também por companhias locais, como a Animateatro, o Grupo Cénico José Viana, Almagesto, A Muleta, Trabalhadores de Sonhos e Grupo de Teatro de Revista da Sociedade Filarmónica União Arrentelense. Maria Rueff e Joaquim Monchique, dois dos mais brilhantes comediantes nacionais, encerram o festival com a comédia «Lar Doce Lar», onde dão corpo a diferentes personagens, partilham memórias e confidências e, sobretudo, hilariantes atribulações, dando a conhecer o dia a dia da residência Antúrios Dourados para Seniores de Qualidade.



0 Comentários

2013-11-12T10:26:40.361+00:00

Mostra Gastronómica celebra o 177.º aniversário do concelho

Ir directamente para o fim dos matadados Page restrictions apply Attachments:1 Adicionado por Município do Seixal, última edição por Município do Seixal em Nov 07, 2013 (ver alterações) Ir directamente para o início dos matadados

As datas importantes celebram-se à mesa e o 177.º aniversário do concelho do Seixal não é exceção. De 8 a 10 de novembro, sob a temática «Seixal à Mesa», as ementas históricas vão estar em evidência na Mostra Gastronómica Baía do Seixal.



Numa homenagem ao Seixal e às suas gentes, nomeadamente ao rio com a presença do Tejo, e aos pescadores, em novembro, são os pratos de peixe que estão em destaque nas ementas que nos remetem para os sabores de outrora, através de receitas criativas. Estes são os menus sugeridos pelos restaurantes aderentes à iniciativa. (...)







Programa







Restaurante Correr d’Água



Rua MFA, 26-A, 2845-605 Fogueteiro



Tel.: 212 210 251



Entrada: Amêijoas à Bulhão Pato



Prato: Polvo à Lagareiro com Grelos Salteados



Sobremesa: Pudim de Ovos Caseiro



Preço:17.50 euros







Restaurante O Italiano



Rua Paiva Coelho, 21-A, 2840-520 Seixal



Tel.: 212 221 732



Entrada: Pão com Alho, Queijo e Bacon



Prato: Taglietelle de Camarão



Sobremesa: Mousse de Chocolate



Preço: 9 euros







Sabores Naturais - Restaurante Macro-Vegetariano



Rua D. Maria II, n.º 6 r/c, 2840-510 Seixal



Tel.: 212 211 406



Entrada: Beringela Panada com Tomate e Mascarpone



Prato: Filetes de Tofu com Açorda de Coentros



Sobremesa: Cheesecake de Framboesa



Preço: 9 euros







Restaurante Taberna do Sousa



Praça 1.º de Maio, 21 - 2840-485 Seixal



Tel.: 212 215 016



Entrada: Sopa de Tamboril com Hortelã da Ribeira



Prato: Cataplana de Bacalhau com Camarão



Sobremesa: Pudim de Caramelo ou Salada de Frutas



Preço: 26 euros (2 pessoas)







Restaurante Pontão



Rua Cidade de Tomar, 2-A, 2855-136 Corroios



Tel.: 212 534 074



Entrada: Amêijoas à Moinho de Maré



Prato: Choco Frito Guarnecido



Sobremesa: Mousse de Chocolate



Preço: 14 euros






Parabéns SEIXAL

2013-11-06T10:05:24.798+00:00




Reunião de Câmara Hoje às 15h

2013-10-23T09:38:15.975+01:00

allowfullscreen="" frameborder="0" height="511" marginheight="0" marginwidth="0" scrolling="no" src="http://www.slideshare.net/slideshow/embed_code/27481944" style="border-width: 1px 1px 0; border: 1px solid #CCC; margin-bottom: 5px;" width="479">







Semana Aberta do Centro de Emprego e Formação Profissional do Seixal

2013-10-21T16:57:53.798+01:00

(image)
 
O Centro de Emprego e Formação Profissional do Seixal mostra os seus serviços de formação profissional à população e aos empregadores da Região, abrindo as suas portas de 21 a 24 de outubro.
 
Das 10h00 às 18h00,   Escolas, Autarquias, Empresas e demais Entidades empregadoras podem visitar as oficinas, conhecer os equipamentos e materiais utilizados nas diversas modalidades de formação profissional e participar nos diversos workshops.
 
 
Localização: R. Infante D. Augusto - Cruz de Pau - 2845-115 Amora - Seixal - Portugal
Telefone: 212 268 960

 



Um Conto "Imprudências..."

2013-10-10T15:21:23.790+01:00

O seu desejo aumentava.Não havia nada  a fazer. ele sabia que era a natureza a seguir o seu percurso. inexoravelmente.Desde que os seus encontros se começaram a espaçar no tempo que a vontade de a ver, de a possuir, aumentava exponencialmente.Ele esperava-a no carro. Ia no seu melhor, perfumado, alegre, excitado. Exalava feromonas que só os apaixonados exalam.  E sabia que a ia amar. que ia amar cada minuto que com ela estivesse.Sabia que a ia cumprimentar com o olhar, quando a visse aproximar-se com o seu sorriso radioso.sabia que abriria a porta e lhe daria dois beijos, com seus lábios a tocarem-se nas extremidades. Sabia o quanto esse jogo de sedução, excitava os dois.E sentia o seu peito a palpitar de emoção, de excitação, de vontade.Escolheriam um local discreto para estacionar.Falariam horas, naqueles breves minutos que dispunham. Sim, porque pela troca de olhares eles contavam incontáveis segredos e declarações. Eles falavam sem parar, contudo, sem trocarem uma palavra.E o beijo? arrebatador, trocando suas salivas, saboreando suas línguas enroladas. Um beijo assim só os apaixonados identificam. Só quem colando suas bocas, troca por momentos suas almas, desnudando-as e encontra no sabor do outro o seu próprio sabor.Ela geme. geme como se estivesse a ser possuída e entrega-se. Entrega-se num frenesim, como se não houvesse mais nada no mundo.E vai descendo sua língua. Explorando o corpo do seu amante.E quando se prepara para saborear a fonte do prazer do seu companheiro é acordada do torpor em que se encontrava e assustada abre os olhos e observa dois polícias a baterem no vidro do carro... lol[...]



Reunião de Câmara - Imprensa local

2013-10-06T20:12:56.651+01:00




Café com... no "Semmais"

2013-09-30T22:01:39.618+01:00







Debate dos Candidatos ao Seixal

2013-09-27T07:00:11.441+01:00